Toma Lá Dá Cá: Por que assistir a série ainda é tão atual?

Toma Lá Dá Cá por que tão atual

Toma Lá Dá Cá retorna a TV Aberta

Finalmente, depois de 11 anos da exibição de seu último episódio na TV Globo, Toma Lá Dá Cá está de volta a TV Aberta. Dessa vez, no espaço dedicado à comédias nas tardes de sábado da emissora.

A série de Maria Carmen Barbosa e Miguel Falabella é contemporânea de alguns modelos de humor que hoje em dia já não fazem sucesso, como o Casseta e Planeta, que vivia um ótimo momento na TV na época. Mesmo assim, Toma Lá Dá Cá segue fazendo rir até hoje: nas reprises do VIVA, nos DVD’s, e na internet.

Mas qual o segredo da série para tamanha vitalidade? Por que, depois de anos, ela ainda se encontra tão atual?

Os personagens

Toma Lá Dá Cá investe num tipo de humor de “confronto”. As piadas são como balas disparadas de um personagem para o outro. Muito se fala de “politicamente correto” e de quais segmentos humorísticos do passado sobreviveriam a ele. De início, você pode acreditar que a série de Miguel Falabella seria “cancelada” na internet. Mas, olhando com cuidado, podemos perceber o cuidado na construção de cada um dos seus personagens, a alma da série e a base de sustentação para todas as piadas.

Continua após a publicidade

Todos se atacam constantemente na série, mas nenhum deles realmente tem moral para falar de ninguém. Celinha, por exemplo, grande papel de Adriana Esteves, representa a esposa “tradicional e conservadora”, mas tem em Copélia, sua mãe, um afronte a tudo que defende. É a série desde seu primeiro minuto mostrando que todos tem o teto de vidro.

No decorrer das suas três temporadas, Toma Lá Dá Cá investe em criar personagens que são tipos exagerados de figuras muito reais na vida. Os preconceitos de cada um deles, assunto recorrente na série, fala muito mais sobre eles do que sobre a pessoa “atacada”. Isso não é mensagem subliminar, é algo evidenciado em todos os episódios. Dessa forma, mesmo exagerados, os personagens falam conosco e a identificação é quase automática.

Não é difícil um episódio terminar com Copélia ou Seu Ladir como certos e os “moralistas” se dando mal. Sempre um bom momento de assistirmos.

As histórias

No 24º episódio da segunda temporada de Toma Lá Dá Cá, há uma epidemia de dengue no prédio (referencia clara a epidemia de dengue vivida pelo país na época, em 2008). No decorrer da trama apresentada, fica claro que a epidemia só corre solta pelo prédio devido a irresponsabilidade da gestão de Dona Alvara, a síndica. Ela, prontamente, ao invés de tomar os cuidados necessários contra a doença, tenta alienar os moradores e apagar as evidências da sua má administração no caso. Parece familiar?

Seja as criticas à corrupção na política com a candidatura de Isadora, críticas ao moralismo dos cidadãos de bem como Mario Jorge, que não deixe de procurar por vantagens para ele, a série aborda temas que são relevantes até hoje. Podemos argumentar que os temas são verdadeiramente brasileiros e que, talvez por sina ou descuido, sempre irão se repetir na nossa realidade. Seja como for, os episódios tratam com leveza e com muita reflexão vários aspectos do “jeito brasileiro” de fazer as coisas.

A comédia

Seguindo a tradição de séries como Família Trapo e Sai de Baixo, Toma Lá Dá Cá é uma sitcom brasileira gravada com plateia. Como fãs de série sabem, existe uma grande diferença entre o humor de séries gravadas em estúdios fechados e os seriados que recebem audiência para suas gravações. Por mais gostoso que seja maratonar Friends ou Seinfeld, nada melhor do que rir com personagens que não fazem referencia à Jay Leno ou Ronald Reagan e sim aos bons e velhos Faustão e Lula.

Depois do Porta dos Fundos, o Brasil investiu tanto no humor de esquetes e piadas rápidas que esqueceu as boas séries com plateia para a televisão aberta. O humor que relevou tanta gente boa faz muita falta. Nesse sentimento nostálgico, assistir Toma Lá Dá Cá é um alento.

Mesmo parecendo tão novo, Toma Lá Dá Cá já tem mais de 13 anos desde o seu lançamento. Talvez, assistir a série seja uma janela para outro Brasil. Seja no tipo de humor, realidade de uma classe média diferente retratada, personagens caricatos. O certo é: assistir a série ainda é tão bom quanto era naquela época. Que bom!

Toma Lá Dá Cá será exibido todos os sábados na Globo, a partir das 13h55 – e nas praças sem programação local.

E você, é fã? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do mundo das séries aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.
Guilherme Bezerra

Guilherme Bezerra

Pernambucano estudante de Jornalismo na Paraíba. 18 anos. Fã de séries antes mesmo de entender muita coisa que elas mostravam. Aprendi inglês com How I Met Your Mother e a amar viagens no tempo com Doctor Who.

No comments

Add yours