Top Mix: 10 spin-offs desnecessários

The Walking Dead

 

Oi oi gente! Você sabe o que é um spin-off? Spin-off nada mais é que uma série que deriva de uma outra já existente. A diferença entre as duas, apesar de se passarem no mesmo universo, é que o spin-off foca mais em algum aspecto da série original, como um personagem, um evento, um tema específico, ou até mesmo uma outra época, antes ou depois da série original. Tem gente que diz que é uma boa fazer um spin-off de alguma série de sucesso. Outros já são contra, dizem que é exagero, invenção de moda para ganhar mais dinheiro. Entre os prós e contras, fato é que o spin-off tem que ser muito bom, ter uma ideia muito inédita para se destacar da série-mãe e não ser mais da mesma. Não é o que a gente anda vendo por aí . E hoje o Top Mix vem tratar exatamente disso, os spin-offs que não precisavam existir.

Liberte o crítico que tem em você e vem com a gente recordar dez spin-offs totalmente desnecessários da TV.

Continua após a publicidade

(Por Paula Reis)

 

Joey

 

10) Joey

Que Friends é uma das maiores comédias de todos os tempos isso não é segredo para ninguém, tanto que a série chegou ao fim no auge. Estava tudo muito bem, todos os personagens tiveram seus devidos desfechos e então era hora de um ponto final na história dos seis amigos, certo? Errado. Logo após o series finale, foi anunciado que a série ganharia um spin-off centrado única e exclusivamente em Joey, que era um dos personagens mais carismáticos do grupo. A ideia da nova série dividiu opiniões diversas, e por um lado seria uma esperança de ver ele junto com Rachel, Ross, Phoebe, Chandler e Monica juntos mais uma vez. Joey estreou no mesmo ano que Friends chegou ao fim, e a princípio até que teve uma audiência satisfatória. A história se passava em Los Angeles, em que mostrava o personagem seguindo sua vida e tentando decolar de vez sua carreira solo. Personagens um tanto caricatos, um Joey totalmente diferente daquele que o público conheceu por dez anos, fez com que a atração começasse a cair na audiência, e assim sendo cancelada no final de sua segunda temporada. Com certeza Friends não precisava dessa continuação mal feita e sucedida. (Por Eduardo Nogueira)

 

the-finder

 

9) The Finder

A série procedural surgiu dentro de um episódio de Bones, onde os produtores acharam que ela tinha potencial para vôos solos. A trama protagonizada por Geoff Stults em nada lembrava a produção em que foi o pontapé inicial de sua existência. A atração não decolou, apesar de história ser mais leve e com um ar mais “descontraído”. Por conta da não aceitação do público, e principalmente pelos fãs de Bones, The Finder durou apenas uma temporada, com um total de 13 episódios. Com certeza ela se tornou uma atração totalmente esquecível do público. (Por Eduardo Nogueira)

 

once-upon-a-time-in-wonderland

 

8) Once Upon a Time in Wonderland

Once Upon a Time in Wonderland é uma spin-off da série de grande sucesso da ABC, Once Upon a Time. Once in Wonderland foi ao ar na fall season passada e a sua expectativa pela estreia era bem grande por dois motivos: a primeira é que seria uma spin-off de OUAT e, segundo, por se passar em Wonderland. Acontece que a série flopou e foi cancelada. Imagina uma série que tem os efeitos especiais mais sofríveis? Pois é, Wonderland tinha para dar e vender. Para piorar, o cenário da série era todo no chromakey. Então, para que obtivesse resultado, era necessário investir neste recurso, algo que a ABC não o fez. Outro fator foi a Red Queen que não convenceu como vilã. Se em OUAT temos a Evil Queen que é amada, idolatrada e tem uma boa base de fãs, o mesmo não se pode dizer da Red Queen que, além disso, era péssima atuando. Tínhamos também o Jaffar que era comparado com o Rumple de OUAT, mas coitado! Jaffar e Rumple são diferentes não só devido à peculiaridade dos personagens, mas também a empatia que os personagens têm. Rumple, apesar dos pesares, tem carisma e é amado pelo público, enquanto Jaffar não tinha qualquer carisma. Apesar desses problemas, a série, após o hiato, deu uma melhorada e eu gostava (#mimjulguem). A série teve um desfecho bem legal, não deixando qualquer ponta solta. (Por Daniele Duarte)

 

time-of-your-life

 

7) Time Of Your Life

Time Of Your Life foi um drama juvenil, spin-off do bem sucedido Party Of Five, conhecido aqui no Brasil como O Quinteto. A série original foi marcada pelo grande sucesso proporcionado à FOX, além de alavancar a carreira de nomes bastante conhecidos na TV e no cinema como Matthew Fox, Neve Campbell e Jennifer Love Hewitt. Por conta do sucesso da personagem Sarah, interpretada por Jennifer, a emissora decidiu encomendar uma série focada apenas nela. Diferente da atração original, Time Of Your Life não agradou, e atingiu baixíssimos números de audiência. O canal então optou em adotar um hiato de cinco meses, e nesse meio tempo trabalhar pesado em sua divulgação para atrair o público, mas isso não deu certo. O resultado obviamente foi o fracasso da atração, sendo cancelada em sua primeira temporada e ainda por cima tendo 7 episódios que jamais foram exibidos. (Por Eduardo Nogueira)

After-Mash

 

6) After MASH

After MASH é uma sitcom americana que foi ao ar pela CBS de 1983 a 1985, ela é o spin-off da série M*A*S*H. A série acontece imediatamente após a guerra da Coréia e narra as aventuras de três personagens da série original: Coronel Potter, Klinger e Dad Mulcahy. No entanto, o spin-off enfrentou altos riscos ao trabalhar com comédia em uma zona de guerra. Depois de ser severamente criticada, a série foi cancelada na sua segunda temporada. Nota-se, portanto, que After MASH foi totalmente desnecessária. Além das críticas, sua audiência despencou e em 1999 a série saiu na lista da revista Time como uma das cem piores ideias do século e em 2000 na lista da TV Guide como a sétima pior série de TV. CBS nem deve querer lembrar deste grande erro. (Por Paula Reis)

 

young-americans

 

5) Young Americans

Young Americans foi uma tentativa frustrada de reproduzir o sucesso de Dawson’s Creek. Como uma espécie de spin-off, a série mostrava a vida de Will Krudski, que consegue uma bolsa de estudos de um curso de verão em uma famosa escola. Ficou no ar por apenas oito episódios – tendo sido exibida na Summer Season. Apesar de ter alcançado números até satisfatórios para a época, a WB acabou por cancelar o programa, alegando que o não alcançou o objetivo que queriam. A verdade é que o elenco e as histórias não tinham metade da funcionalidade que fazia Dawson’s Creek, um dos grandes sucessos do canal. Desnecessária a qualquer seriador.  (Por Anderson Narciso)

 

melrose-place-2.0

 

4)  Melrose Place 2.0

Em 2008, a CW decidiu criar um spin-off da badalada série Beverly Hills 90210, para os mais íntimos também conhecida como Barrados no Baile, que foi uma febre na TV americana nos anos 90. 90210 atraiu resultados bastante satisfatórios para o canal, que então quis aproveitar o embalo e no ano seguinte fazer outra série bem sucedida naquela década. Melrose Place que já era um spin-off da primeira citada, ganhou sua própria produção derivada, que acabou ganhando o nome de Melrose Place 2.0. O condomínio mais badalado de Los Angeles voltou com novos mistérios, novos personagens e a volta de alguns rostos conhecidos da trama original. O que era para ser uma grande aposta, se tornou um verdadeiro pesadelo. A série não decolou igual 90210, e viu sua audiência cair ladeira abaixo, com uma história que não convenceu e atuações pífias. O resultado? A nova Melrose Place durou apenas 18 episódios, se tornando um tremendo fracasso. (Por Eduardo Nogueira)

 

ravenswood

 

3) Ravenswood

Ravenswood é spin-off de Pretty Little Liars e só por isso já não tinha necessidade de existir. Com uma série-mãe recheada de suspenses sem respostas e tramas andando em círculos, Ravenswood juntou tudo isso dentro de um mistério sobrenatural. Sai o mistério em torno da identidade de -A e entra suspenses paranormais, igualmente enrolados. A trama foi apresentada dentro do episódio especial de Halloween de PLL e focava em cinco desconhecidos cujas vidas tornam-se interligadas por uma maldição mortal que tem atormentado a cidade há gerações, dentre esses desconhecidos estava Caleb, namorado de uma das mentirosinhas, Hanna. A série tentava homenagear os clássicos do terror, com cenas onde a rainha do baile era molhada de vermelho e sombras apareciam atrás da cortina do banheiro, mas só conseguia soar artificial. Sem o poder do lead-in da série-mãe, Ravenswood amargou na audiência e foi cancelada com 10 episódios. Chuta que é macumba! (Por João Victhor)

 

baywatch-night

 

2) Baywatch Nights

Menos sol e biquínis em Baywatch?! Não é uma boa idéia. Baywatch Nights é o spin-off da série de sucesso Baywatch. Ela foi ao ar de 1995 a 1997 e tratava de um drama policial. Os produtores tentaram centrar a série em uma empresa privada de investigação, mas parece que não deu muito certo. A série popular Baywatch era atrativa pelas belas praias e personagens de biquíni e sunga, com aquele clima quente. O spin-off fez questão de tirar justamente isso. Resultado, a série afundou sob as ondas salgadas do cancelamento. Baywatch Nights foi um lançamento totalmente desnecessário, com certeza. (Por Paula Reis)

 

twd

 

1) Spin-off  The Walking Dead 

Sem um título definido e sem qualquer premissa, o spin-off de The Walking Dead é apenas um projeto por enquanto. A AMC não divulgou muito sobre como será a série, apenas deu alguns nomes, encomendou um piloto para este ano e anunciou que se passará no universo de The Walking Dead. Mas ela trataria sobre o que? Um apocalipse zumbi? hahaha. A razão pela qual TWD é um fenômeno da TV atualmente é porque ela traz uma história psicologicamente convincente e única no cenário televisivo de hoje em dia. Se AMC tenta duplicar esta fórmula, a história só vai se diluir, perder credibilidade e o impacto que tem. Para mim, um exagero. Não tem a mínima necessidade de esticar ou reviver mais a história dos zumbis ou dos personagens de TWD. Um spin-off é totalmente desnecessário. Eu posso estar muito enganada e a AMC revelar algo inédito e surpreende, mas ao meu ver a série original já está se prolongando demais, com dificuldades de manter os poucos plots que tem, então nem se fala em ter uma série ramificada do mesmo universo. Acredito que um teste que a AMC está fazendo é o spin-off de Breaking Bad, Better Call Saul, que estreou esta semana. Mas não acho um bom teste, pois é muito complicado comparar o universo de Breaking Bad, com seus infinitos plots, cenários e personagens, com os limitados plots de The Walking Dead. Adoro a série, mas um spin-off definitivamente é desnecessário e poderia atrapalhar a série original. (Por Paula Reis)

E aí, concorda com esta lista? Tem algum spin-off que você também acha desnecessário? Conte pra gente!

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

5 comments

Add yours
    • Avatar
      Paula Reis 11 fevereiro, 2015 at 17:53 Responder

      kkkkkk estamos te julgando Lucas!
      Mas podem me julgar tbm, eu não concordei em colocar Joey nesta lista. Adorava a série e nem acho q foi desnecessária. Uma pena ter acabado.

    • Eduardo Nogueira
      Eduardo Nogueira 11 fevereiro, 2015 at 21:59 Responder

      Amigos, assim fica difícil de defender vcs dois! Melrose Place foi bacana nos primeiros 4 episódios, depois foi a vergonha alheia…

      E Joey então? CRUZES

  1. Avatar
    Michele 12 fevereiro, 2015 at 14:17 Responder

    Genteee, tem spin-off aí que eu nem sabia que existia… Spin-off de Baywath?! (wtf?!) hahaha
    E agora podem me julgar, me julguem, nem ligo, mas eu amava Wonderland!! (#mimjulguem Tamu juntas, Manola). Fiquei super triste com o final, o amor da Alice e do Cyrus era lindo, o Will era o melhor personagem (e quero ele pra sempre em OUAT), mas vou concordar que faltou investimento da ABC nos efeitos especiais, que eram sofríveis. Teve um final digno, não deixou pontas soltas e ficará pra sempre em meu coração <3

  2. Avatar
    João Vitor Maia 23 março, 2015 at 10:57 Responder

    Young Americans nem era tão ruim, mas tbm não era grande coisa, Once Upon a tima na flopolandia tbm foi bem fraco.

Post a new comment