Top Mix: As mãezonas das séries de TV

GOT_Mhysa

Continua após publicidade

 

Continua após a publicidade

Olá! Dias das mães foi no último domingo, mas sabemos que na verdade dia da mamãe mesmo são todos os dias, pois elas merecem gratidão diária por tudo que fizeram por nós. Aproveite este post super especial e dá um beijo na sua mãe aí, se possível. Mostre o quanto ela é importante. Caso você não tenha mais uma mãe de sangue perto de você, dê um abraço naquela pessoa que te criou, que teve este papel de mãezona e também merece o reconhecimento. E justamente sobre estas mãezonas que vamos falar. Seja mãe ou não, sempre existem aquelas pessoas que protegem os que amam, que estão a sua voltam, que cuidam, dão carinho e o que for preciso para seus “filhos”. Muitas conseguem conciliar casa, trabalho, problemas pessoais, tudo para ajudar seus queridos. Temos muitos exemplos nas séries de TV, muitas já citadas em um outro Top Mix especial. Mas hoje, separamos aqui, mães de sangue ou não, mas que são as super mãezonas das séries de TV!

Continua após publicidade

Vem comigo que este top está muito amor! <3

(Por Paula Reis)

Continua após publicidade

 

Mary-Sibley10) Mary Sibley (The Salem)

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Alguns devem estar pensando: o que Mary Stwart está fazendo nesta lista de mãezonas? Bom, é verdade que Mary não é lá uma mãe comum, que leva o filho na escola, arruma a lancheira, da beijo de boa noite e coloca para dormir. Mary é uma bruxa poderosíssima e que de fato ama fazer o mal e destilar todo o seu veneno e rancor. Mas, dizem que um filho muda uma pessoa e é por isso que ela está nesta lista. Apesar de ser mega evil na maior parte do tempo, Mary, através de seu filho, deixa abrir um lado apagado pelo ódio, um lado onde existe amor, carinho, compaixão. E não é exatamente sobre isso que a maternidade deveria ser? Mary viveu e guarda consigo um grande amor por John Alden, pai de seu filho e, apesar de todos os obstáculos e tristezas, em seu filho, Mary guarda uma fortaleza de bons sentimentos que ficam desaparecidos no meio de tanta coisa ruim. Quando ela está sendo mãe, são raros os momentos em que podemos enxergar um brilho caridoso em seus olhos, uma felicidade genuína. Para Mary, seu filho representa todo o amor que tiraram dela e, mesmo sendo uma mãe atípica, tem os mesmo sentimentos do que qualquer outra: se mexer com o meu filho, eu viro um bicho. E com essa mãe, eu não seria nem louca de pisar no calo. (Por Jeh Mari)

 

Daenerys Targaryen9) Daenerys Targaryen (Game of Thrones)

Dessa lista, Daenerys é a mãe que possui os filhos mais rebeldes e diferentes, pois eles simplesmente são três dragões! Ela, mais do que ninguém, sabe como treinar um dragão, dar amor e o carinho que merecem. Agora eles estão grandes e mais rebeldes, mas não deixaram de proteger sua mãezinha e sentir falta dela. A mãe dos dragões também já teve um filho, humano, mas que pelo destino não está mais com ela. Dany sofreu muito com a perda do filho e do marido, Khal Drogo, mas com isso acumulou forças para expandir seu poder e conquistar outros territórios. E então, surgiu Mhysa, como foi chamada por muitos, a mãezona dos escravos, pois o tanto de gente que ela libertou não dá nem para contar. A partir daí, a quebradora de correntes se tornou mãe de uma legião que a segue por onde  ela vai. Quem sabe um dia ela cuidará de Westeros todo! (Por Paula Reis)

 

stef-lena-foster8) Stef e Lena Foster (The Fosters)

The Fosters é uma série que, desde o começo, tem a clara intenção de quebrar tabus de uma forma singela e bastante delicada. Stef e Lena são um casal. Duas mulheres apaixonadas, carinhosas, altruístas e que dedicam suas vidas à criar seus filhos. Uma mãe já é bom, imagine duas? E que mães! As duas chegam a emocionar com os seus ensinamentos, a forma de passar conhecimento, a delicadeza, o tato com os adolescentes e, até mesmo, com as broncas. A série veio para mostrar, aos mais relutantes, que o preconceito não está com nada e que uma família assim pode ser muito mais bem estruturada do que qualquer outra família considerada, por alguns, “convencional”. Na minha humilde opinião, Stef e Lena merecem o título de mãezonas e todo o nosso amor. Neste universo gigantesco, elas são as minhas preferidas, principalmente porque me lembram da minha mãe que amo tanto e que sempre teve esse mesmo cuidado e esse afeto gigantesco que parece não ter fim. Um dos meus casais preferidos, duas mulheres incríveis e mães maravilhosas. (Por Jeh Mari)

 

Imagem: Banco de Séries7) Annalise Keating (How to Get Away With Murder)

A icônica personagem de Viola Davis tem uma extensa lista de qualidades e defeitos, mas uma coisa não podemos negar, Annalise Keating é uma verdadeira mãezona. A advogada chega a ser extremamente rígida e durona com seus pupilos do Keating 5, mas toda vez que um deles comete algo de errado, tenha certeza que ela estará ali pronta para eliminar quaisquer rastros. Algumas mortes ocorridas na série são exemplos claros, sem contar a sua proteção sem fim por Wes, o qual foi nos mostrado o motivo por trás disso tudo no decorrer da recém finalizada segunda temporada. Até mesmo Bonnie e Frank, com quem ela tem várias histórias do passado, apesar de viver em um jogo de gato e rato às vezes com a dupla, ela deixa aflorar esse seu lado com eles também. A personagem pode ter perdido o filho na hora do parto, porém, isso possa ter sido o fio condutor para ela utilizar o lado maternal, mesmo com seu jeito torto de ser, com os seus alunos “prediletos”. (Por Eduardo Nogueira)

 

nora-walker-brothers-and-sisters6) Nora Walker (Brothers & Sisters)

B&S, um drama familiar que tive o prazer de assistir e me sentir literalmente integrante da família Walker. Na série, tínhamos a maravilhosa Nora Walker, interpretada pela atriz Sally Field, que foi dona de grandes momentos. Nora foi uma verdadeira guerreira, que conseguiu se manter a frente da família, após a perda do marido. Foram cinco temporadas cheias de altos e baixos, onde vimos a família Walker passar por momentos tumultuosos, segredos revelados, traições, doenças e tantos outros dramas. Durante todo tempo, víamos Nora recebendo os filhos dentro de casa, sendo aquela mãezona maravilhosa que ajudou cada um deles a enfrentar qualquer que fosse o problema. B&S foi uma das séries mais deliciosas que pude assistir. Trouxe momentos que me deixaram desidratado, porque se tem uma coisa que a série sabia fazer era mexer com meu psicológico. E vários desses momentos foram protagonizados por Nora. Uma mãezona, que sem sombra de dúvidas merece marcar presença nesse top! (Por Lucas Santtos)

 

callie-and-arizona-kiss5) Callie Torres e Arizona Robbins (Grey’s Anatomy)

Esse rolo entre Callie e Arizona já acompanhamos há bastante tempo, mas dessa vez vamos falar sobre a relação delas com a pequena Sophia. Em especial, nessa temporada, os ânimos estão a flor da pele, depois que Callie resolveu acompanhar Penny e partir rumo a Nova York. E entrou em debate um assunto bem delicado que é a disputa de guarda por pessoas do mesmo sexo. Todas as duas tem seus motivos, Callie por ser a mãe biológica e por ter segurado toda barra até agora, desde a morte de Mark, a amputação da perna de Arizona. Tudo isso nas suas costas, talvez ela tenha sido impulsiva. Já Arizona, que amadureceu muito, não gostou nenhum pouco de não ter sido consultada. É muito difícil tomar partido nessa decisão para quem acompanha as duas durante todo tempo. Mas no fim do episódio passado ficou claro que independente de quem ficasse com a guarda, Sophia ficaria bem. Erros foram cometidos de ambas as partes, mas é nítido que há muita coisa mal resolvida entre elas, mas que não deixam que se reconheça que elas são mãezonas mesmo. (Por Diogo Azis)

 

camille-braverman4) Camille Braverman (Parenthood)

Gente, que saudade de Parenthood! E se o assunto é super mãezonas das séries, Camille tem que estar presente nesse top. Foram seis temporadas e 103 episódios, com direito a Camille ao lado de Zeek estando a frente daquela família maravilhosa que eram os Braverman. Camille era uma mulher extremamente forte, que criou muito bem seus quatro filhos e mesmo com todos adultos ela ainda se viu, em muitos momentos, tendo que colocar ordem na casa. Ao longo da série vimos a personagem enfrentar perfeitamente momentos complicados em sua vida pessoal. Um casamento de anos que ficou balançado, uma filha perdida que volta pra casa, netos, divórcios, um verdadeiro drama com Camille, muitas vezes sendo aquela responsável pelas coisas acontecerem. A personagem me ganhou desde o início, e muitas vezes fez com que eu me sentisse literalmente parte daquela família. Bonnie Bedelia fez um trabalho excelente na pele de Camille e lembro perfeitamente que chorei feito criança assistindo aquele final. (Por Lucas Santtos)

 

carol-the-walking-dead-cookies3) Carol Peletier (The Walking Dead)

Nesse post especial do dia da mães não poderíamos deixar de falar dela, a mãe de todos do apocalipse zumbi, aquela que ama tanto que é capaz de matar para proteger os seus, Carol Rainha! Ela que mesmo depois de ter perdido sua tão amada Sofia, não deixou se abater e conseguiu forças para seguir adiante tomando conta dos filhos de sua amiga Lori. E por mais que tente não se apegar, parece que ela tem um imã que atrai crianças. Nessa última temporada, o pequeno Sam encontrou nela um abrigo e, graças a ela, todos descobriram que sua Jessie sofria de violência doméstica. Carol não pensou duas vezes em contar para Rick e o fim todos já conhecemos. Não podemos deixar de citar as pequenas Lizzie e Mika. Como esquecer aquela cena antológica de Carol matando Lizzie, ao perceber que ela não tinha mais condições de continuar com eles depois do que fez? Doeu o coração, e a frase “Just look at flowers, Lizzie” marcou os fãs. Todos sabemos que Carol tem seus defeitos e suas atitudes são um tanto quanto questionáveis, mas no mundo em que a série se passa quem somos nós para julgarmos? De uma coisa não podemos negar, ela é uma ótima mãe para todos à sua volta. (Por Diogo Azis)

 

monica-geller2) Monica Geller (Friends)

Monica sempre teve um desejo enorme de ser mãe que, ainda bem, veio a acontecer no series finale de Friends. Apesar disso, a personagem mostrou desde o primeiro episódio que estava pronta para assumir tal fardo. Pra começar, ela sempre foi muito acolhedora com seus amigos e, logo de cara no piloto, quando Rachel surge após ser largada no altar, a chef de cozinha já se mostrou uma verdadeira mãezona. Muito do que a personagem de Jennifer Aniston se tornou no decorrer da série foi graças a sua melhor amiga, que sempre lhe dava conselhos, puxões de orelha e choques de realidade. Sem contar a sua paixão por cozinhas, a obsessão de limpeza e organização, defender cegamente aqueles que ama… traços de uma verdadeira mãe. Não importa a ocasião, Monica sempre estava ali para apoiar Rachel, Phoebe, Ross, Chandler e Joey, mimá-los de alguma forma e, até mesmo, quando necessário, pegar e muito no pé deles. Ela sempre foi a mais madura do sexteto, mesmo com suas inseguranças e vulnerabilidades, e tudo isso mostrado a seu respeito durante os dez anos de Friends, valeu a pena ter sido recompensada no final. No episódio de Ação de Graças da última temporada, onde ela descobre que finalmente poderá adotar uma criança, juro que choro até hoje vendo essa cena, pois mãezona da forma como é, essa foi a maior e mais merecida conquista de Mon. (Por Eduardo Nogueira)

 

scandal-4x11) Olivia Pope (Scandal)

Pai ingrato, pilantra, egoísta, bandido. Mãe mal caráter, maliciosa, bandida também. A família Pope não tem um histórico e bons exemplos de maternidade. Mas por incrível que pareça, uma mulher de garra, determinada e com coração cresceu neste meio: Olivia Pope. Olivia pode não ser mãe de sangue de ninguém, mas acaba sendo mãezona de seus gladiadores, durante praticamente todo o tempo. Quem não se lembra quando ela resgatou Huck da sarjeta e fez dele uma nova pessoa? Ajudou Abby a superar a violência doméstica que sofria em casa, assim como Quinn e muitas outras pessoas que precisavam dela… Mesmo com uma mãe ausente (e terrorista, por sinal!) e sendo criada pelo pai, Olivia aprendeu a cuidar, a amar e ajudar todos a sua volta. Tudo bem que nem sempre ela usa meios lícitos para isso, mas ela faz tudo de bom coração. Tudo para ela já pode considerar estar resolvido! O presidente Fitz não seria nada se não fosse a rainha Olivia. E pode ver, em Scandal, é mãe Olivia que é sempre chamada para resolver o problema. A mãezona da p#%[email protected] toda mandou dizer, it’s handled! (Por Paula Reis)

 

dona-neneMenção Honrosa: Dona Nenê (A Grande Família)

Como homenagear as grandes figuras maternas da televisão mundial, deixando de fora nossa querida mãezona brasileira. Acredito que não há alguém que não sinta falta das aventura dos Silva na querida TV Globo, e dona Nenê era o centro daquela família louca. Uma mãe, esposa, sogra e amiga exemplar para todos do bairro. Sábia, Nenê passava os seus ensinamentos aos filhos como toda boa mãe. Só um coração enorme como o dela para aguentar tanta confusão de seus filhos, afinal, já vimos Bebel e Tuco aprontarem poucas e boas nessa vida. Eloísa Mafalda já encantava as gerações mais velhas lá em 1972, mas foi a digníssima Marieta Severo que encantou a todos os brasileiros. Por quase 14 anos na TV, foi bem difícil dizer adeus aos tão queridos personagens. Ainda bem que temos o canal Viva para recordar o bom tempo da televisão brasileira e reviver as aventuras dessa grande família. Obrigado, dona Nenê, por ter inspirado diversas mães do Brasil e por representar tão bem a essência do povo brasileiro. Um beijo no coração de todas as mães! <3 (Por Lucas Franco)

 

Own! Que lindo este post, hein?! Está se recordando de mais alguma mãezona? Deixa pra gente nos comentários!

Até mais!