Top Mix: Especial de aniversários (Parte 2)

Ritmooo, é ritmo de festaaaaa!
Continuando a festança das séries, o Top Mix está aqui novamente para prosseguir com as comemorações de algumas séries memoráveis aniversariantes, neste ano de 2014. Se você não está entendendo nada, clique aqui e confira a primeira parte deste especial de aniversários.

Deixei para esta segunda parte as séries que sopram mais velhinhas, aquelas mais antigas que guardamos com carinho em nossos corações. Estréias dos anos 90! 😀

Bora conferir? Liberado os docinhos da mesa do bolo! Humm… Oba!

(Por Paula Reis)

 

one-tree-hill

4) One Tree Hill (11 anos)

Há onze anos, Lucas, Peyton, Brooke, Haley e Nathan e todos os outros cidadãos de Tree Hill entravam em nossas vidas. A série criada por Mark Schwahn estreou na saudosa WB onde esteve por três anos, até mudar-se para a The CW, lar que a manteve até a sua nona temporada. Durante todo esse tempo, os espectadores puderam crescer com os personagens, acompanhando assim as histórias que iam amadurecendo. De série teen à drama familiar, One Tree Hill merece ser lembrada pelo seu aniversário de onze anos, sendo até hoje uma das séries com fã-base bem sólida. Certeza de bons momentos ao assistir a série que deixou saudades até hoje  (Por Anderson Narciso)

 

the-sopranos

3) The Sopranos (15 anos)

The Sopranos chegou relativamente tarde em minha lista de séries. Era um dos poucos clássicos recentes que faltavam para assistir. Breaking Bad, Six Feet Under, Lost, The Shield, etc.; todas estavam lá. Menos aquela que é considerada o melhor drama da TV. Foi há pouco tempo, portanto, que assisti o capítulo final. O polêmico encerramento. The Sopranos é um primor em termos de roteiro e direção. O criador David Chase e seus roteiristas criavam um novo e consistente episódio a cada semana, sempre subvertendo as expectativas do público. Começar com o fantástico piloto e encerrar com a estupenda e dúbia cena final engloba uma jornada fantástica e inesquecível. Ao fim, ao som de Don’t stop believing, você tem a certeza de que presenciou algo que ultrapassa os limites da simples “série de TV”. É algo mais. É The Sopranos. E que neste ano completa 15 anos da sua estréia. Há muito para comemorar, portanto. (Por Matheus Pereira)

 

law-order-svu

2) Law & Order: SVU (15 anos e contando)

Law &Order: Special Victims Unit, assim como um dos principais motes da série, é uma sobrevivente. Vinda de uma franquia que gerou mais de 10 produtos (entre spin-offs e adaptações estrangeiras), a série ainda continua de pé, mesmo após 15 anos. Já indo para seu 16º, ela demonstra algo inesperado. O típico “cansaço” que sempre afeta o gênero procedural, não tem vez aqui. Mantendo-se sempre atualizada com os acontecimentos, o show é conhecido por sempre se basear em casos reais, o que garante um dinamismo. Atualmente, um processo de renovação está em andamento. Somente um dos protagonistas originais continuam na série (ao passo que o detetive FinTutuola só seria incorporado ao programa na segunda temporada). Os anos podem até ter passado para Olivia Benson, mas se depender do bom conteúdo, dos temas chocantes e principalmente dos lucros gerados para a NBC, a série ainda vai longe. (Por Luis Fernando)

 

will&grace

1) Will & Grace (16 anos)

Semana passada uma das séries mais amadas da tv americana, comemorou o seu 16º aniversário de estréia. Lembro muito bem do primeiro episódio que assisti, no apartamento de um amigo, com alguns outros amigos, e todos se identificavam com os personagens, e usávamos os bordões no dia-a-dia, e JUST JACK! Para quem ainda não assistiu, a série conta a história de dois amigos, que namoraram no passado, mas quando a coisa esquenta, Will percebe que é gay, e depois disso, não se desgrudam e vão morar juntos. Will Trumam é um advogado gay, que durante toda a série vive com a Grace Adler, que é decoradora. Eles dividem o apartamento, e de bônus, existem mais dois personagens coadjuvantes (que brilham mais que os donos do nome da série) Jack e Karen. Eles são os donos das cenas, bordões e diálogos mais engraçados de todas as oito temporadas da série. Jack Macfarland é um pseudo-ator narcisista, que nunca deslanchou em nada, por fantasiar demais, e não levar nada nem ninguém a sério e, Karen Walker é a secretária rica da Grace Adler Design, que aceitou o emprego só para distração e que, quando faz algo que se envergonha, utiliza-se do seu alter-ego Anastacia Beaverhausen. Will & Grace é considerada uma das séries gays mais importantes da TV, por conseguir alavancar uma alta audiência, ficar vários anos no horário nobre e cair na graça dos americanos e sem contar os personagens/atores que são umas fofuras, né? Em 8 anos, também, podemos contar com várias participações especiais, dentre elas: Madonna, Kevin Bacon, Ellen DeGeneres, Alec Baldwin, Patrick Dempsey (Mcdreamy) e a mais importante de todas, a diva do Jack Mcfarland: Cher. Só quem assistiu, sabe o quão épico foi esse episódio! A série teve um dos maiores recordes de indicações ao Emmy, durante as 8 temporadas, com 83 indicações e 16 prêmios, e também foi indicada 27 vezes (recorde) para o Globo de Ouro, mas não ganhou nenhum. A série teve sua series finale em maio de 2006. (Por Janyne Bibs)

 

friends 01

Menção honrosa: Friends (20 anos)

Mesmo recentemente tendo ganhado aqui um Top Mix e um Videomix exclusivo, Friends não ficaria de fora. 2014 vem sendo um ano simbólico para a atração, já que em maio completaram-se 10 anos desde sua series finale, e na semana passada no dia 22, os seus já 20 anos de existência. No meio de tantas estreias marcantes que houveram nos últimos anos, no tão aguardado mês na vida de um seriador, a comédia mais amada entre 9 a cada 10 telespectadores,  não ficaria de fora. Vida longa na memória de todos! (Por Eduardo Nogueira)

 

er

Menção honrosa 2: ER (20 anos)

O Emergency Room, aqui no Brasil conhecido como Plantão Médico, estreou no dia 19 de setembro de 1994 e relatava a história dos médicos e enfermeiros que faziam plantão no County General Hospital, em Chicago. Com 15 temporadas, a série médica foi a mais longa dos EUA e contou elenco fantástico, como o estreante George Clooney, que era Dr. Ross, e arrasou tanto que bom; todo mundo sabe quem é, Shane West, como Dr. Ray Barnett; John Stamos, como Sr. Tony Gates; além de muitos outros atores que passaram por lá. Não tem como não lembrar da importância de ER nas séries médicas que vieram depois, seja em House ou Grey’s Anatomy, sempre como uma referência. Talvez seja de ER que a Shonda tirou tantos desastres para o Grey´s. Afinal, lá em Chicago, já caiu helicóptero em cima de médico, já explodiu coisa, todo fim de temporada tinha alguma coisa chocante. Mas talvez o mais chocante mesmo tenha sido o final da série, em 2009, que os roteiristas fizeram um ótimo trabalho e homenagearam todos que já passaram pelo seriado e inseriram os atores em algumas situações, até mesmo aqueles que já haviam morrido na trama. ClapClap! Digno! Para eles eu bati palma em pé. (Por Alice Risso)

 

Arquivo-X

Menção honrosa 3: Arquivo X (21 anos)

A série mais velhinha de todas aqui listada foi uma das melhores coisas que aconteceu na TV americana na década de 90. Com inicio em setembro de 1993, Arquivo X consagrou-se como uma das melhores séries sobre conspiração e ficção científica já feita, deixando um legado de milhares de fãs, slogans eternos e uma música de abertura conhecida por todos nós. A série conta a história de dois agentes do FBI, Fox Mulder – um psicólogo especialista em paranormalidade e crente fiel da ufologia – e Dana Scully – médica, que acredita apenas em fatos cientificamente comprovados. A principio, Scully é designada a “espionar” Mulder, por conta de sua insistência em afirmar que o governo americano estaria por trás de casos não solucionados pelo FBI – os Arquivos X – e pelo desaparecimento de sua irmã, abduzida quando Mulder era criança. Com o passar dos anos, essa relação de Mulder e Scully se estreita e acaba se tornando uma forma de respeito mútuo entre os dois – posteriormente virando um romance. Arquivo X não trata apenas de conspiração, mas também de casos de possessão, paranormalidade, satanismos, abduções e drama pessoal de cada personagem. É o tipo de série que prende sua atenção a cada episódio, e te deixa curioso para saber se realmente tudo o que Mulder e Scully afirmam é verdade. Se você for fã de ficção científica, Arquivo X não deve faltar em sua lista. E lembre-se: A verdade está lá fora. (Por Luana Andrade)

 

Só acho que depois desta lista, assim como eu, você deve pegar alguns episódios das séries aniversariantes para assistir, em nome da comemoração… e para matar a saudade, é claro!

Para você, qual série que a estréia deverá ser lembrada sempre?

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

1 comment

Add yours

Post a new comment