Top Mix: As melhores séries musicais da TV

glee-series-finale

Imagem: FOX/Divulgação

Continua após a publicidade

 

Oie, tudo bem? Por aqui está tudo lindo, pois hoje o Top Mix será sonoramente agradável – nos nossos pensamentos, claro. O tema da semana é música, mas não é só de rock que nem falamos outro dia não, são todos os estilos. Quem não ama música? A melodia que encanta, que tranquiliza, que anestesia, que atiça, que ferve, que coloca em êxtase… tem música pra tudo. Acho que pensando nisso, a dramaturgia resolveu se expressar através de cantos também. Quem não se emociona com O Fantasma da Ópera, ou Moulin Rouge? Tem os sucessos musicais dos cinemas, dos teatros, mas porque também não colocá-los na TV? Têm tantas séries musicais que marcaram a história da televisão que foi difícil escolher as melhores. Resolvemos então pegar as mais recentes que tiveram um maior engajamento do público, aquelas que fizeram chorar, rir, emocionar de alguma forma os fãs, e marcaram eles para sempre. Há séries totalmente musicadas, mas também existem aquelas que não são cantadas, mas têm músicas o tempo todo. Sejam elas quais tipos forem, listamos aqui as melhores, na nossa opinião, dos últimos tempos. Para quem gosta do estilo, não pode deixar de ver as sugestões a seguir!

(Por Paula Reis)

 

Imagem: Showtime

Imagem: Showtime

10) Roadies

Criado pelo renomado Cameron Crowe, a dramédia do Showtime, Roadies, foi uma das novidades da summer season desse ano. Um dos seus diferenciais é justamente não explorar o dia a dia de personagens, que são artistas renomados ou cantores em busca da fama e, sim, mostrar a percepção justamente dos roadies. Para quem não sabe, eles são aquelas pessoas que acompanham as bandas na estrada, responsáveis pelo backstage e tudo mais. Ao mesmo tempo que tudo é visto como diversão, a história também serve para mostrar a família que essas pessoas formam em suas jornadas. É claro que temos muita música, que fica a cargo do grupo fictício The Staton-House, com uma trilha sonora indie da melhor qualidade. (Por Eduardo Nogueira)

 

rachel bloom crazy ex-girlfriend cw

Imagem: CW/Divulgação

9) Crazy Ex Girlfriend 

Falou em musical, eu sou a primeira a querer dar pitacos. Sou fã de carteirinha de qualquer produção que envolva música, seja no cinema ou na TV. E eu fico mais do que feliz de saber que as emissoras estão, cada vez mais, apostando nessa característica e é claro que o novo achado da CW, Crazy Ex-Girlfriend, não poderia ficar de fora. A série pode não ser lá grandes coisas, mas temos Rachel Bloom, e eu descobri que essa mulher é maravilhosa. Rachel escreve, atua e canta na série e, graças à ela, a série acabou sendo premiada quando ela levou o Globo de Ouro de melhor atriz. Crazy Ex é uma série musical, daquelas que em um segundo estamos vendo uma cena e, do nada, as pessoas começam a cantar como se estivessem na Brodway. E sabem o que é melhor? As músicas são todas originais, escritas especialmente para uma determinada cena do episódio. Algumas são vexatórias e dão muita vergonha alheia, não posso negar, mas é tudo tão contagiante que você acaba deixando pra lá. Se você ainda não assistiu, vale a pena conferir e se divertir com as peripécias daquela turma. PS: Todo mundo na série canta, até os figurantes! (Por Jeh Mari)

 

Imagem: Mix de Séries

Imagem: ABC/Divulgação

8) Galavant 

Galavant é um flop para alguns, mas é que estes não reconheceram a beleza criada por Dan Fogelman. A série que foi transmitida pela ABC, infelizmente, foi cancelada na sua segunda temporada. Galavant é um cavaleiro que tem o objetivo de recuperar sua reputação e ir atrás do Rei Richard, que roubou o grande amor de sua vida, Madalena. Os episódios são mostrados em formas de musicais, que contam as viagens deste herói, que tem o auxílio de uma princesa. Não é simplesmente um conto de fadas. É uma série recente, mas já mostrou para que veio, com figurinos lindos de época, histórias cheias de reviravoltas e grandes cantos, que foram escritos especialmente para série. Assista por conta própria e não se deixe levar pelas críticas. (Por Paula Reis)

 

Imagem: Mix de Séries

Imagem: HBO/Divulgação

7) Vinyl 

Vinyl não é um musical, mas é uma série que respira música. O show conta a história de Finestra, um empresário que luta para salvar sua gravadora na década de 1970, o auge da revolução da indústria da música. Durante a série, vivemos a música de uma forma diferente, das mudanças dos estilos, das rebeldias musicais e também do surgimento das estrelas, especialmente do rock, que hoje conhecemos! A relação profissional do artista e da gravadora é demonstrada em detalhes, e daí percebemos como não é fácil fazer sucesso. Vinyl tem um contexto histórico muito bom. As coisas acontecem quando surgiu a nova geração de artistas do punk, do hip hop e do movimento black. Durante a primeira temporada, houve participações de artistas consagrados e também menções de bandas reais da época que estouraram. Uma pena a HBO não ter renovado esta obra prima. (Por Paula Reis)

 

Mozart in the jungle

Imagem: Amazon/Divulgação

6) Mozart in the Jungle

Estrelada por Gael Garcia Bernal, a série do Amazon, Mozart in the Jungle, surpreendeu por mostrar um lado não tão convencional assim da música clássica. Baseada na obra literária Mozart In The Jungle: Sex, Drugs and Classic Music, a atração se tornou aclamada pela crítica especializada. A série serviu também como forma do público se aproximar ainda do gênero musical, com os bastidores do dia a dia de um dos maiores maestros de Nova York. A recepção foi tão calorosa, que não demorou muito para a atração ser renovada para sua segunda temporada. Ela surpreendeu de forma tão positiva, que esse ano venceu em duas categorias do Globo de Ouro, em Melhor Série de ComédiaMelhor Ator de Série de Comédia ou Musical, o qual Gael acabou levando esse segundo prêmio. (Por Eduardo Nogueira)

 

Imagem: Vogue

Imagem: Vogue

5) The Get Down

Netflix é um tiro atrás do outro, hein, meus amigos. Após o grande sucesso de Stranger Things, há alguns dias ela nos presenteou com outra obra-prima, e desta vez no cenário musical. Já amei só de ver o trailer de The Get Down. Série novíssima, que assim como Vinyl, é ambientada em Nova Iorque, nos anos 70. Mas aqui, a história é focada justamente nos jovens negros, protagonistas deste novo movimento chamado black music. Estrelado por Justice Smith e Herizen Guardiola, foi a série mais cara da Netflix – mas que já sabemos que valeu a pena. A série se baseia na vida dos moradores do Bronx e sua relação com a música, dança e cultura. O surgimento do hip hop, um novo estilo urbano, veio em meio aos conflitos e problemas da época, como tráfico de drogas, violência e pobreza. Cansados das músicas da igreja, estes jovens juntaram rimas e passos de dança, que ocasionaram uma revolução na esfera musical. Fora a música, tem romance e muito drama. A produção, os personagens, as músicas, tudo isso junto já fez com que The Get Down entrasse já nesta lista premiada. Eu já estou morrendo de amores pelos meninos! (Por Paula Reis)

 

Imagem: Mix de Séries

Imagem: CMT/Divulgação

4) Nashville

Quando se fala de uma série musical de qualidade, normalmente avaliamos a qualidade da música que a produção traz, tal qual a qualidade dos atores em interpretarem determinadas canções. Entretanto, Nashville sempre foi diferente. Porque além de trazer toda essa essência de uma produção musical, os roteiristas ainda possuem a ousadia de discutir sobre a indústria da música country, fazendo críticas quando ao tratamento das mulheres, a obsessão por juventude e a pouca qualidade dos trabalhos de hoje em dia. Além de tudo isso, acreditem, ainda há tempo e espaço para tratarem de questões sociais, como depressão pós-parto e alcoolismo. (Por Bernardo Vieira) 

 

Imagem: Mix de Séries

Imagem: NBC/Divulgação

3) Smash

Smash é uma obra prima da televisão americana e eu ainda não me conformo que só teve duas temporadas. É um grande musical feito para a TV. A série conta os bastidores de uma peça da Brodway, como tudo começa, todas as rivalidades, todo o egocentrismo, as pessoas querendo passar a perna uma nas outras, a inveja e toda a maquiagem que eles passam em cima disso tudo na hora de subirem no palco. O mais incrível de Smash são as músicas e as atuações dadas à elas. Muitas delas são originais, criadas especialmente para o enredo e algumas são covers. Os atores e suas interpretações são de deixar qualquer um de queijo caído. Katharine McPhee saiu do American Idol diretamente para protagonizar Smash e mostrou que é um talento gigantesco, tanto para atuar, quanto para cantar. Para quem, assim como eu, aprecia os musicais, Smash é obrigatória na lista de séries e vale a pena conferir e se emocionar com tantas cenas lindas, músicas bem interpretadas e muito talento em jogo. (Por Jeh Mari)

 

Empire season 2

Imagem: FOX/Divulgação

2) Empire 

Para aqueles que tiveram a oportunidade de assistir um pouquinho mais sobre a história da televisão americana, vai perceber que Empire tem muito de grandes clássicos, como Dallas (a versão de 1978) e Dynasty, que colocam a família e a busca pelo poder como centro de toda a história. Entretanto, Lee Daniels teve a brilhante ideia de adicionar música de extrema qualidade à série que muitos críticos de área chegaram a dizer que há muito tempo não se produzia hip hop com tanta qualidade como aqui. Assim como Nashville, Empire ainda tem a grata ousadia de tratar de temas sociais com muita inteligência e senso crítico. Com certeza, Empire tem que estar dentre as melhores séries musicais da televisão. (Por Bernardo Vieira)

 

Imagem: Mix de Séries

Imagem: FOX/Divulgação

1) Glee

Por seis temporadas, Glee marcou a vida de muitos com altos e baixos. Mas por maior que sejam as críticas ao seriado, é inevitável o quanto bem produzida foi a série. As apresentações em competições, os treinos na velha e boa sala do coral, as músicas que embalaram grandes casais. Tudo ainda fica grudado em nossas mentes por um bom tempo. Quem nunca se pegou revendo aquela icônica apresentação de “Don’t Stop Believing”, ou então a releitura do musical Grease, até mesmo a apresentação de “I Lived” com a belíssima homenagem a Cory Monteith e todo o elenco. Glee lançou grandes nomes para o cenário televisivo atual, posso falar isso pois dois dos grandes super-heróis da CW são revelações do seriado. Isso porque nem mencionei a talentosa Lea Michele, que vem arrebentando em Scream Queens, série do mesmo diretor de Glee. Todos temos nossas queridas performances, que marcaram de alguma forma nossas vidas, pelas releituras de grandes clássicos da música. E quem pensa que o seriado ficou só na televisão se engana, tivemos apresentações no The X Factor, shows por todo os USA, reality musical para escolher novos e incríveis talentos para a televisão. Glee não veio apenas com uma proposta de entretenimento, foi realmente um grande show, servindo de exemplo para diversos cidadãos americanos. Durante a turnê mundial, há depoimentos incríveis de pessoas que se inspiraram em personagens da série para seguir suas vidas, seja no ramo profissional, ou por aceitação pessoal. Os icônicos personagens ainda estão tatuados no coração de grandes fãs que, assim como eu, elevaram seu conhecimento musical através da série. (Por Lucas Franco)

 

E aí, curtiu? Muita coisa boa, ? Se você também tem uma série musical boa para recomendar, deixe aqui nos comentários!

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours