Top Mix: Mulheres venenosas das séries de TV

Venenosaaaaa Êh êh êh êh êh! Erva venenosa! Êh êh êh êh êh! É pior do que cobra cascavel, O seu veneno é cruel EL! EL! EL!…

 

bitch alert

Continua após a publicidade

 

Oi gente! Tomem cuidado, pois hoje o veneno está solto no Top Mix. Quem não conhece uma cobrinha, traiçoeira, cheia de veneno, pronta para atacar? Não, não estou falando do animal, mas daquela mulher maldosa, que tem índole mais suja que qualquer lixo, que é capaz de fazer qualquer coisa para conseguir o que quer, mesmo tendo que passar por cima de tudo e de todos. Mal caráter, venenosa, má por natureza, o que seria das histórias sem as vilãs? Apesar de muitos odiarem, são estas cobrinhas que dão o tempero ideal das séries.

 

thebitchhaditcoming

 

Na seleção foi usado apenas um critério: veneno. Qual mulher distribui mais veneno por metro quadrado? Qual vilã é má de verdade? Qual mulher que planta a sementinha do mal para realizar os seus desejos? Fiquei muito em dúvida de qual ordem colocar as bitchs, para mim deu empate técnico com várias. Este mundo está perdido mesmo! Elas estão dominando!

Proteja-se e vem comigo conferir, as mulheres mais venenosas das séries de TV!

(Por Paula Reis)

 

rainha ma

 10) Regina Mills – Rainha Má (Once Upon a Time)

Conhecida como Regina Mills, na cidade de Storybrooke, Maine, onde é prefeita, a Rainha Má apareceu no primeiro episódio de Once Upon a Time já causando. Ela invadiu o casamento da Branca de Neve com o Príncipe Charming, jogou o feitiço Maldição das Trevas e mandou todos os habitantes da Terra dos Contos de Fadas com amnésia para a tal da cidade do Maine, esperando que Branca de Neve não tivesse o seu tal esperado final feliz, assim como a própria Regina não tivera no passado. Em Storybrooke, já com a chegada de Emma Swan, mãe biológica do filho de Regina (Henry) e filha de Snow e Charming, a Rainha manda o caçador atrás de Emma. Mais tarde, ela lhe envia uma torta de maças envenenadas, na qual Henry come e acaba por entrar em sono profundo. Seus atos maléficos contra os personagens de contos de fadas são tantos que, além de todos seus conterrâneos odiá-la, a Rainha Má sempre dá um jeito de sapatear na face da sociedade com suas cartas na manga escondidas que, geralmente, entende-se por pessoas que estão presas em manicômios há muito tempo,  ou objetos totalmente absurdos que realmente só ela poderia ter. Mas, é claro que, depois de um tempo, o ódio mortal que você sentia no início pela dona Mills acaba por se esvair e vem o amor. Juro. Mesmo quando há os flashbacks e ela mata todo mundo e quer destruir a Branca de Neve. Você continua “Isso Regina, sua linda, mata ela! Essa desgraçada que destruiu sua alegria!”. Não? Ops! Desculpa. (Por Alice Risso)

 

amanda

 9) Amana Collins (Nikita)

Sabe aquela vaca que todos odeiam amar e toca todo o terror na série? Então, essa é a definição básica de Amanda. Em toda a história de Nikita, Amanda era a psicóloga da Division, que, com o passar dos episódios, decidiu tomar conta do local e passar por cima de qualquer um que estivesse no seu caminho, não importando-se com as consequências de seus atos. Amanda têm uma obsessão gigantesca com Nikita, chamando ela de sua “criação perfeita”, sua “aluna”, sua “arma”. Amanda sempre quis que Nikita passasse por maus bocados e não mediu esforços físicos e psicológicos para fazê-la sofrer. Como se isso tudo não bastasse, Amanda é a rainha da tortura, sabendo praticar desde lobotomia à hipnose, e sempre está três passos à frente de seus inimigos. Ela é filha de um militar que a torturava quando jovem e ela aprendeu todas as maneiras de tortura que ele utilizava nela, a fim de obter seus objetivos mais sombrios. Se existe alguém que pode ser considerada a rainha das filhadaputagens, esse alguém é Amanda Collins. (Por Walter Hugo)

 

Vee_Orange_is_the_New_Black

 8) Yvonne “Vee” Parker (Orange Is The New Black)

Mais conhecida como Vee, Yvonne Parker de Orange Is THe New Black é uma sociopata. Ela é extremamente manipuladora, influenciando, principalmente, a vida de Taystee, apresentando como uma figura materna. No entanto, ela usa seus filhos de criação para carregarem e venderem drogas. Mas ela não se importa. Criado também por ela, RJ, que vendia drogas para ela também, foi morto por um policial que foi pago por Vee para parar com as vendas da concorrência em seu território. Taystee demora um pouco para descobrir isso e o quanto a “mãe” é venenosa. Vee é uma prisioneira que volta para a penitenciaria de Litchfield e logo já convence a Crazy Eyes a confiar nela. Vee é tão maldosa que tenta separar Taystee de sua melhor amiga Poussey, se torna líder do grupo e quer ser a única manipuladora da prisão, confrontando com quem está no caminho, como Red. Ela escapa da penitenciária, mas é atropelada. A questão ficou em aberto se ela morreu ou não. Vee, querida, melhor você partir, pois todos já descobriram seu mal caráter.  (Por Paula Reis)

 

Kat-katherine-pierce

 7) Katherine Pierce (The Vampire Diaries)

A vilã interpretada por Nina Dobrev na trama vampiresca é uma das mais amadas e odiadas pelo público. Dona de um cinismo único, Katherine é capaz de absolutamente qualquer coisa para conseguir o que quer. A morena foi capaz de forjar a própria morte, ficando escondida durante mais de 150 anos. Por causa dela, os laços da família Salvatore foram desfeitos e, desde então, os irmãos Stefan e Damon declararam guerra um ao outro. A personagem foge cerca de 500 anos do também vilão Klaus, que tem desejo de matá-la após ela ter se tornado vampira, para que ele não pudesse concluir seu ritual de se tornar híbrido, que aconteceu anos mais tarde ao usar Elena, já que ele precisava do sangue humano da doppelganger da linhagem Petrova. Para conseguir se libertar de seu principal inimigo, Katherine foi capaz de ressuscitar o pai do personagem, o qual tem ódio mortal do filho e se passar pela milésima vez por sua cópia inimiga, matando o irmão dela para conseguir a cura do vampirismo e deter Klaus. Mas o feitiço acabou virando contra o feiticeiro e, no fim, ela voltou a ser humana. Antes de morrer “definitivamente” (estamos falando de The Vampire Diaries, cedo ou tarde ela voltará), uma de suas últimas maldades foi se apossar do corpo de Elena e estraçalhar com os sentimentos de Damon, se passando por ela. Como não amar essa vambitch? (Por Eduardo Nogueira)

 

lilith

 6) Lilith (Supernatural)

Definição básica? É uma demônia. Lilith foi o primeiro demônio que já existiu, e nos é apresentada em Supernatural lá pela terceira temporada, ainda em sua forma de criança. Imagine todas as crianças macabras possíveis e você não terá nem 1/8 da maldade que Lilith causa. Já na quarta temporada, ela consegue sua forma adulta de volta e passa a liberar os selos do apocalipse para que Lúcifer possa andar na terra novamente. E como um fã dessa época de Supernatural, posso admitir que ela é a pessoa mais macabra e maligna que existe no mundo das séries. Sim, Amanda de Nikita é rainha das maldades, mas quando se trata de, literalmente, passar por cima do que tiver que passar para causar um mau no mundo inteiro, Lilith reina. Essa demônia é responsável por mais mortes do que eu posso contar e, até hoje, ela é considerada por boa parte dos fãs como a melhor antagonista que Supernatural já teve. (Por Walter Hugo)

 

o-CERSEI-LANNISTER

 5) Cersei Lannister (Game of Thrones)

Está ficando até clichê falar de Cersei Lannister, quando se fala de mulheres venenosas. Mas é que está bitch é bitch mesmo, não tem como deixar de citar. Cersei é aquele tipo de mulher que é mais macho que muito homem. É capaz de qualquer coisa para conseguir o que quer, inclusive ter relações (e filhos!!!) com seu irmão gêmeo Jaime. Isso aconteceu por achar seu marido, o Rei Robert, um fracassado. A rainha regente, após a morte de Robert, deu um jeito de seu filho Joffrey ser o dono do trono, eliminando Ned Stark para que não atrapalhasse seus planos. Através de Joff, ela tem o total poder e, quando não o possui completamente, ela usa dos seus dotes, poderes femininos para tal, se é que vocês me entendem! Muito orgulhosa e explosiva, Cersei não mede esforços para conseguir o que quer, passando por cima de seu filho, de seu marido e até mesmo de seu amado irmão Jaime, se for preciso. Cersei só perde para seu pai, Tywin Lannister, que faz ela ficar caladinha quando preciso. Nesta hora, Cersei fica mais p* ainda! Mas em se tratando do irmão Tyron, ela não tem nenhum problema em humilhar, ferir, seduzir, trair, conspirar e até matar ele (ou qualquer um) que atrapalhe seus planos. Já que seu veneno está no sangue, seu filho acabou se tornando um dos personagens mais odiados de Game of Thrones. Fria, calculista e ambiciosa… É Cersei, tu é bitch com força! (Por Paula Reis)

 

ringer-siobhan-590x350

 4) Siobhan Martin (Ringer)

Rica, poderosa e maquiavélica, assim podemos definir em três palavras quem é Siobhan Martin. A vilã de Ringer possuía segredos pra lá de podres para ninguém botar defeito, onde sua irmã gêmea Bridget foi descobrindo no decorrer da série, se passando por ela. Por trás da imagem de uma dondoca típica, a personagem nada mais era que uma sociopata de primeira escalão. Siobhan foi capaz de forjar a própria “morte”, com o intuito proposital de ver sua irmã assumir o seu lugar, enquanto ela desfrutava da boa vida na Europa. Como nada são apenas flores, a vilã logo fez questão de voltar aos Estados Unidos para conturbar ainda mais a vida de Bridget e confundir a cabeça, principalmente, de seu amante Henry. Com o passar dos episódios, acabamos descobrindo que ela é uma assassina fria e calculista. Podemos considerar a megera como a versão americana da icônica Paola Bracho? (Por Eduardo Nogueira)

 

Georgina-Sparks

 3) Georgina Sparks (Gossip Girl)

Georgina foi, sem dúvidas, a rainha de Gossip Girl. Eu amava a Blair e odiava a cara de sofrimento eterna da Serena, e quando a G apareceu no Upper East Side, deu para perceber que ela roubaria a cena das personagens principais. Georgina Sparks, antagonista, egoísta, chantagista e mais um monte de ista que tiver, foi o que salvou em vários aspectos a série. Ela não se deixava enganar por ninguém e sempre estava por trás das tretas mais obscuras, que, no final, era “por uma boa causa”, ou não. Já que ela tinha prazer de colocar os “amigos” um contra o outro. Ela já se fingiu de evangélica, colocou drogas na bebida da amiga, só pra gravar sextape dela e chantageá-la pra elas voltarem a ser BFF (WHAAAT!). Ela fingiu ter outra identidade para dar em cima do boy (Dan) da amiga (Serena) e até falou que o bebê que ela tinha era dele (mas era de um traficante russo) . Até tirar a virgindade de Chuck Bass ela teve esta proeza. No final, foi compreensível que ela só fazia essas coisas só para entrar no grupo. Ela realmente gostava deles. Com uma maneira um pouco estranha de demonstrar, mas gostava sim. Ao meu ver, se não fosse a Queen G (Queen B que me desculpe), eu não teria tido tanta paciência pra assistir GG, porque sempre que ela aparecia, era tiro, porrada e bomba, e tirava um pouco o marasmo que a série estava passando. Dona das melhores frases da série, Georgina conseguia juntar humor, um misto de amor e ódio, por causa das suas articulações, só pelo prazer de ser má e ver os outros sofrendo. “Well, you can tell Jesus, that the bitch is BACK!“.  (Por Janyne Bib’s)

 

Victoria-Grayson

 2) Victoria Grayson (Revenge)

A Victoria Grayson é uma mulher venenosa que amamos amar ou odiar. Quando ela aparece nas cenas de Revenge, Victoria rouba todas as atenções possíveis, ofuscando até mesmo a protagonista da série, Emily Thorne. As festas organizadas pela Miss Grayson são sempre luxuosas com direito a barracos a lá Casos de Família, algo que nós adoramos assistir. Suas maldades já causou discórdia entre sua família, atingindo em cheio seus filhos que não tem uma boa relação com sua mãe. Além disso, juntamente com seu marido Conrad, Victoria faz a vida da nossa vingadora favorita, Emily, um inferno. As duas, por isso, não se bicam e as cenas em que ambas aparecem são sempre irônicas com direito a frases célebres já ditas pela nossa vilã mais diva da TV americana. (Por Daniele Duarte)

 

maya-pope

 1) Maya Lewis – Mama Pope (Scandal)

Quando se fala em mulheres venenosas e das maiores causadoras de desgraças em série, Maya é nome fortíssimo para subir no pódio no primeiríssimo lugar. Mama Pope, para os íntimos, se tornou um ícone quando o assunto é vilã de televisão. No início, ela não era nada mais que mais uma vítima do Papa Pope.  Aliás, está muito bem no quesito família essa Olivia, hein!? No decorrer dos episódios, estávamos ali torcendo para Liv salvar sua amada mãe das garras do seu pai, quando, finalmente, achamos que tudo vai da certo em  Washington, Olivia descobre que, na verdade, Maya era uma terrorista e Rowan só estava tentando proteger a filha da verdade. A partir daí, foi só manipulações, ameaças,  assassinatos e sambadas na cara da sociedade com salto quinze, vindo de todos os lados. A construção da personagem foi maravilhosa, ela manipulou a própria filha para conseguir escapar. Quando conseguiríamos imaginar que Rowan, O Deus da ameaça e da tortura psicológica teria um rival a sua altura? Mas o que mais me diverte na personagem, é que ela é charmosa, usa seu sorriso sínico e sua voz suave para manipular até o espectador, para que a gente torça para que ela se dê bem. E de algum modo ela consegue fazer isso acontecer. Quem lembra de quando ela foi mandada para Hong Kong em um avião? Achávamos que nunca mais a veríamos, mas não é que a megera matou a tripulação e nunca chegou ao seu destino?! Mas o bem da verdade é que o nosso desejo é que a Mama Pope fique em Scandal causando o máximo de desgraça possível. (Por Mari Grizotto)

 

fish-mooney

 Menção honrosa: Fish Mooney (Gotham)

Menção honrosa por ser a mulher venenosa novata da fall season! Fish Mooney é uma das grandes vilãs de Gotham e brilha na série, justamente, por não existir nos quadrinhos de Batman. Criada especialmente para o show, o papel interpretado por Jada Smith conseguiu em poucos episódios mostrar a que veio, pretendendo dar muito trabalho para os mocinhos de Gotham City. Linda e perigosa, é a combinação letal para uma vilãzona de primeira. Merece ser lembrada neste seleto Top Mix. (Por Anderson Narciso)

Muito veneno, hein?! Vocês conhecem mais alguma cobrinha das séries? Deixem nos comentários.

malevola aprova

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

16 comments

Add yours
  1. Avatar
    Walter Hugo 12 novembro, 2014 at 15:39 Responder

    Amanda e Lilith perdendo pra Georgina e Tia Kath? Quando as duas liberarem o apocalipse e quase iniciarem uma terceira guerra mundial a gente conversa, viu Paula? U.U kk

    • Avatar
      Paula Reis 12 novembro, 2014 at 20:31 Responder

      Hahahahahaha eu fiquei muito em dúvida Walter…. todas são terríveis… ficou difícil dosar quem é mais… mas enfim, eu tomei como base as piores aquelas que são más pelo simples prazer de ser hahaha…. então saiu assim! Mas todas estão muito próximas em nível de maldade…terão um lugar separado já no inferno para elas…hahaha

    • Avatar
      Paula Reis 13 novembro, 2014 at 22:11 Responder

      Desculpe Jean, esta eu não conheço. Me fale mais sobre ela… deixei espaço aberto justamente para citarmos mais venenosas… ela é tão cobra quanto estas aí acima?

      • Avatar
        Luanny Fernanda 28 novembro, 2014 at 01:21 Responder

        Ela é a mãe do personagem principal de Sons Of Anarchy e causadora de todosss os problemas ! Faltou mesmo hehe A mulher é o demo.

    • Eduardo Nogueira
      Eduardo Nogueira 12 novembro, 2014 at 23:06 Responder

      Ahh eu não considero a Mellie totalmente uma vilã, apesar de ser brilhante e ter seus venenos. Agora mama Pope, pelamor, é o capiroto em pessoa. Nada mais justo do primeiro lugar ser dela.

    • Avatar
      Paula Reis 13 novembro, 2014 at 22:10 Responder

      Igor, não acho que Mellie seja tão má assim… ela possui seus venenos, mas ela é sensacional em vários momentos! Gosto muito dela! Já a Mama Pope é terrível, super merece o primeiro lugar… aquela lá é cobra de primeira qualidade! hahaha

  2. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 14 novembro, 2014 at 09:05 Responder

    Queen Vic é tão ruim, que quando Conrad descobriu que ela não tinha morrido no final da primeira temporada de Revenge, ele soltou a frase mais simbólica da série :”Então é verdade, nem o diabo te quis” kkkkkkk

Post a new comment