Top Mix: Os maiores esportistas das séries de TV

Imagem: FX

Imagem: FX

Continua após as recomendações

 

Olá! Como está você, curtindo as Olimpíadas? Só se fala nisso em todas redes sociais e meios de comunicação, logo, o Mix não poderia ficar de fora. Aproveitando o clima esportivo da Rio2016, o Top Mix de hoje traz os personagens que mais amam esportes, aqueles que tem uma paixão inexplicável por futebol, natação, vôlei, basquete, ou seja o que for. Tem espírito competitivo, persistência, se exercita e treina para alcançar um ideal. Pode até ser que esta não seja sua profissão, mas é no esporte que muitos se encontram, como um remédio, uma fórmula de escape, lazer e de relaxamento. Tem gente que leva a coisa a sério demais, como é o caso do Montanha, de Game of Thrones, que luta em todos os julgamentos por combate, defende seu reino, mas curte uma lutinha para se divertir também, por que não? Mas também tem situações em que o esporte é a saída dos problemas, é o encontro do eu, é o milagre que a pessoa procura na vida. Foi o que aconteceu com Cathy, de The Big C, que depois de diagnosticada com aquela doença maldita com a letra C, ela decide juntar suas forças e vencer. Como professora e técnica de natação, ela se encontra e mostra para todos que ela é muito mais do que aquela bendita letra C. Esporte é sinônimo de superação.

Continua após a publicidade

 

Imagem: Arquivo pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

 

Mas lógico que há aqueles personagens que passam dos limites e são competitivos em tudo. É o que acontece com a Monica, de Friends. A mulher compete na vida e nos jogos. Quem não se lembra da cena hilária dela jogando tênis de mesa até suar e estragar todo o seu cabelo?! Esportes fazem bem.

E é neste espírito esportivo que trago para você os maiores esportistas das séries de TV! Coloca um tênis e vem comigo!

(Por Paula Reis)

 

Imagem: Uol

Imagem: UOL

10) Seu Madruga (Chaves)

Que Seu Madruga já fez de tudo nessa vida, isso não podemos negar, mas foi no esporte que o personagem se encontrou. Quem acompanha Chaves já viu o pai da Chiquinha citar por diversas vezes que ele foi lutador de boxe quando era solteiro. Em alguns episódios, ele chegou a mostrar algumas fotos dessa época, e inclusive treinou o Chavinho com alguns golpes de luta, mas isso não acabou nada bem, pra variar. Seu Madruga sempre mostrou ter vocação para o esporte, e talvez, se tivesse seguido a carreira, teria se dado muito bem na vida, ao invés de viver sempre de bicos diversos. Mas, acabou ficando viúvo quando a Chiquinha nasceu, tendo então de largar os ringues para cuidar da filha. Ele tem uma alma tão esportiva, que chegou a ensinar futebol americano para as crianças da vila, e é claro que o resultado foi extremamente desastroso para ele, mas divertido para nós. (Por Eduardo Nogueira)

 

Imagem: Tumblr

Imagem: Tumblr

9) Will Gardner (The Good Wife)

Will é o típico galã de novela: rico, bonito, inteligente, bem sucedido. Aliado ao seu grande sucesso como advogado, ele teve – durante um tempo – ao seu lado a mulher amada. Nas horas vagas, ele pratica uma de suas paixões, o basquete. Dá para perceber que Will Gardner tem um bom espírito esportivo, mas às vezes algumas partidas geraram consequências graves fora das quadras. Um exemplo foi quando houve um desentendimento durante um jogo contra o juiz que julgava um caso seu. Outra situação que acabou gerando sua suspensão na Ordem dos Advogados foi quando esteve suspeito de trocar vantagens jurídicas em seus casos com os juízes, durante as partidas de basquete. Apesar disso tudo, Will ainda manteve uma relação estreita com o esporte, pois nele que ele relaxava, tirava a tensão do tribunal e ali conversava com os amigos e colegas de trabalho de longa data. Entre uma cesta e outra, uma conversa e outra, uma credibilidade e outra…. coisas de advogados! (Por Paula Reis)

 

Imagem: Arquivo pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

8) Pacey Witter (Dawson’s Creek)

O melhor amigo de Dawson também tinha sonho bastante incomum: conhecer o mundo com o seu barco True Love. E foi neste barco que Pacey conseguiu conquistar o coração de Joey Potter, o grande amor de seu melhor amigo, além de enfrentá-lo num duelo de velas lá na 3ª temporada. Se Pacey tivesse que escolher um esporte para competir nas Olimpíadas, seria a vela, pois só ele para conhecer tão bem um barco. Falando nisso, o amor pelo barco era tanto que ele já morou na casa flutuante em alguns episódios e sempre demostrou a sua paixão por ele. (Por Gabriella Siggia)

 

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo Pessoal

7) Emily Fields (Pretty Little Liars)

Emily Fields é a esportista da turma em PLL, ama natação e é bastante competitiva. Por sempre estar nadando, seu estilo é mais básico e casual, mas não deixa de ser elegante e vaidosa como suas amigas. Entre uma braçada e outra, seu coração sofre pela Alisson, mas é o esporte sua verdadeira paixão. Emily faz parte do time de natação da escola e quer fazer faculdade na área. Sua especialidade é o nado borboleta. Apesar de ter este espírito competidor é bastante amiga e companheira. Foi com o esporte que ela aprendeu a ser persistente, correr atrás dos seus sonhos e objetivos. (Por Paula Reis)

 

Imagem: Wine Stained Life

Imagem: Wine Stained Life

6) Nathan Scott (One Tree Hill)

Nathan Scott era um bad boy e astro do time de basquete da escola. Faz parte da mais rica família da cidade, tem um meio irmão que odeia e ainda tem que dividir com ele o amor pelo esporte e pela Peyton. Mas bastou conhecer Haley James para que a vida do Nathan mudasse da água para o vinho. De bad boy à pai de família e um marido desejável por todas as garotas, Nathan lutou para ter seu nome no hall da fama do basquete. A cada tentativa de ganhar um espaço na NBA, nós torcíamos por ele. Demorou seis temporadas para ele realizar seu sonho e, depois perceber que seu verdadeiro sonho já tinha se concretizado: ter uma família linda e perfeita como a dele. A solução foi sair das quadras para encontrar novos garotos com o mesmo dom dele. Uma sábia decisão vinda de alguém que largou o esporte em prol da família e sua verdadeira felicidade. (Por Gabriella Siggia)

 

Imagem: TV Series Finale

Imagem: TV Series Finale

5) The League

Alguns poderiam dizer que o que os personagens de The League, da FX, fazem não é esporte, pois de fato ninguém sai correndo atrás da bola para fazer o gol. No entanto, no jogo virtual de futebol americano há tudo que se espera de um bom esporte: competição, garra, torcida, espírito de equipe e muita estratégia. A série é bem diferente de tudo que já vimos, pois há comédia e semi-improviso sobre esportes, mas é nela que conseguimos ver o que um jogo pode proporcionar, como os seis amigos se divertem e fazem de tudo para vencer. Mesclando a competição com as situações do dia a dia, se pode notar as peripécias que cada um faz para resolver os problemas da vida e ganhar o game. A Liga segue as temporadas de acordo com as temporadas do campeonato de futebol americano da NFL e a cada temporada é escolhido uma casa para o jogo fantasia. O mais legal de tudo é que muitas celebridades e pessoas importantes participaram já do show, inclusive atletas da NFL. Os personagens de The League talvez podem não ser levados tanto a sério, devido ao teor irônico da série, mas no esporte, a coisa é séria de verdade! (Por Paula Reis)

 

Imagem: CBS

Imagem: CBS

4) Kono Kalakaua (Hawaii Five-O)

Acho que de todos os esportistas listados hoje aqui, a história de Kono é a mais triste. Kono teve uma relação bem estreita com o surf. Aprendeu com a mãe, que também era surfista, tudo sobre o esporte. Mas infelizmente sofreu muito quando sua mãe morreu de aneurisma. Kono se tornou expert em surf, transformando em atleta profissional. Porém, mais uma tragédia afastou ela do que ela ama. Uma fratura no joelho causou uma lesão que impossibilita ela de competir profissionalmente. Um sonho que teve que ser abandonado. Mas as coisas acontecem porque devem acontecer, pois foi como oficial de polícia, que ela se reinventou, depois que teve que largar o surf. Ela é prima de Chin Ho Kelly e nasceu no Havaí. Apesar de toda reviravolta em sua vida, a paixão pelo esporte nunca morreu e as ondas furadas sempre serão lembradas por ela. (Por Paula Reis)

 

Imagem: Geek Tyrant

Imagem: Geek Tyrant

3) Clark Kent (Smallville)

Em Smallville, apesar de descobrir aos poucos seus poderes e habilidades no decorrer da série, o que Clark Kent mais queria na vida dele, pelo menos nas primeiras temporadas, era ser um garoto normal. Quando começou a descobrir suas habilidades, o personagem então decidiu entrar para o time de futebol americano do colégio. Apesar de seus pais, principalmente Jonathan, terem sido absolutamente contra a ideia, Clark não abaixou a cabeça e seguiu seu sonho. Tudo bem que muito disso se deve também ao fato de chamar a atenção de Lana, mas foi no esporte que ele encontrou a motivação de se sentir humano, igual a todos aqueles que amava e vivia ao seu redor. Esse plot então foi até a quarta temporada, a qual teve um episódio que ele chegou a fazer teste para entrar numa Universidade por conta de suas habilidades com o futebol americano. A carreira esportiva do nosso herói durou pouco, mas muito bem proveitosa, sem dúvidas. (Por Eduardo Nogueira)

 

Imagem: EW

Imagem: EW

2) Jason Street (Friday Night Lights)

Jason Street é o reflexo perfeito de um amante dos esportes. Quarterback do time de futebol americano do Panthers, ele se entrega com emoção ao jogo e dedicação aos seus companheiros. Jason é do tipo que se apaixona pelo que joga todos os dias e se torna cada vez melhor. Em Friday Night Lights, ficava evidente a cada episódio o seu amor pelo esporte e pelo futebol, e foi triste vê-lo perder a chance de brilhar. Na série, Jason, que é um dos melhores jogadores do time, sofre um acidente e fica paraplégico, mas isso não faz com que ele desanime. Sua paixão pelo futebol faz que com que ele se erga, crie novos objetivos e novas esperanças. Ele se torna técnico do time que ele tanto amava e prova que o esporte une e só faz bem para aqueles que participam. (Por Jeh Mari)

 

Imagem: About Face

Imagem: About Face

1) Glee

Mais do que canções que marcaram gerações, Glee apresentou um pouco a ligação dos seus personagens ao esporte, seja pelo futebol americano, ou pela beleza de suas cheerleaders. Bem típico de filmes e séries escolares americanas, temos toda a abordagem à escala de popularidade relacionada ao esporte. Jogadores e líderes de torcida são sempre um exemplo de beleza e destaque para toda a escola, e na série não foi diferente. O divertido foi ver membros de clubes tão importantes se unirem a nerds em busca de um mesmo sonho: a música. O esporte nunca ficou de lado durante os primeiros anos da série. Quem não se lembra da entrada de Kurt para o time e da performance de “Single Ladies”. Ou então do episódio que passou no Superbowl, onde eles fizeram uma grande apresentação de “Heads Will Roll” com “Thriller“. Um dos grandes pontos da série se baseou na divisão de verba e atenção entre os esportes e as artes, discussão que perdurou por diversas temporadas e que no fim não teve uma conclusão precisa. Mas acredito que todos se lembram da icônica Sue Sylvester e dos seus planos para destruir o Glee Club. Seja por esporte ou pela música, a série passou uma grande mensagem de harmonia e paz entre as tribos escolares através da arte. (Por Lucas Franco)

 

Imagem: Arquivo pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

Menção Honrosa: Oliver Queen (Arrow)

Passando de playboy milionário a humilde vigilante, Oliver Queen teve cinco anos de inferno para tomar rumo em sua vida. E não foi com todo o conforto do mundo que o rapaz se tornou o famoso arqueiro. Seus anos de luta, seja em Lian Yu, seja na China, seja em Nanda Parbat, representaram grande aprendizado “esportivo” na vida do rapaz. A todo momento vemos as habilidades de Oliver com o arco. E mesmo sendo um esporte quase incomum aqui, a sutileza e tranquilidade necessárias ao rapaz, influenciam diretamente sua habilidade com o instrumento. Mas também sabemos que o rapaz possui uma grande habilidade de luta. A precisão da flecha combinada aos rápidos movimentos conferem grandes cenas ao seriado (pena que não posso falar o mesmo da atuação…). E a escolinha do professor Oliver só aumenta com o tempo, fazendo com que o Team Arrow absorva as mesmas habilidades do mestre. Com uma quinta temporada que fecha o arco do passado de Oliver, veremos o encerramento da historia Lian Yu e a forma que Oliver conseguiu driblar todos os mistérios do local para voltar a vida e usar de suas habilidades para vingar a morte de seu pai. Como todo esse caráter esportivo é um grande ponto positivo na série, espero que tenhamos uma abordagem ainda maior das cenas de luta e um pouco mais de incentivo financeiro para efeitos especiais relacionados a sua habilidade de arqueiro nesse quinto ano. (Por Lucas Franco)

 

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo Pessoal

Menção Honrosa 2: Barry Allen (The Flash)

O homem mais rápido do mundo poderia muito bem ganhar uma Medalha de Ouro pela sua rapidez na corrida, não? O problema é que sempre apareceria algum outro velocista que correria mais rápido que Barry. Essa não é a única ironia. Por mais que Barry seja the fast man alive, ele vive chegando atrasado no trabalho, é desajustado e um verdadeiro representante nerd. E como todo mundo sabe, nerd gosta mesmo de ficar em frente à TV, assistindo seriados, comendo muitas besteiras e lendo HQ, mas não suporta praticar nenhum esporte simplesmente por ser péssimo. Sheldon Cooper que nos diga. Por tais motivos, seria mais fácil ver Barry correndo numa Olimpíada ou numa Maratona só para prender o mais novo velocista de Central City, ou correr atrás da Iris West. (Por Gabriella Siggia)