Top Mix: Os melhores chefes das séries de TV

Imagem: Mix de Séries
Imagem: Mix de Séries
Imagens: CW/ABC/NBC/Divulgação. Montagem: Mix de Séries

 

Continua após publicidade

Olá! Todo mundo tem um chefe, né?! Ao menos quase todo mundo. Sabemos que é um cargo complicado, pois para ser um chefe respeitado, deve se impor muitas vezes, o que acaba não agradando muita gente. Mas os bons chefes mesmo conseguem ser legais e exigentes ao mesmo tempo, conseguem formar uma boa equipe e liderá-la sem problemas de relacionamento. Lógico, que nem tudo é perfeito, mas em geral os chefes bem sucedidos são aqueles que se dão bem com os seus subordinados. Nas séries, a coisa se repete. Dá para garimpar aquele chefe gente boa, justo, honesto, exigente e bom de serviço. Já falamos por aqui sobre os piores chefes (confira aqui). Então, é a hora de dar o mérito para aqueles que realmente merecem o título de melhores chefes da televisão! Vem comigo?

Continua após a publicidade

(Por Paula Reis)

Continua após publicidade

 

Imagem: Zee Cafe
Imagem: Zee Cafe

10) Jules Cobb (Cougar Town)

Continua após publicidade

A protagonista de Cougar Town, apesar de ser uma amante assumida de vinho, tinha como profissão atuar como corretora de imóveis. Jules tinha um escritório, mas não trabalhava sozinha. Laurie era toda destrambelhada, mas uma pessoa de bom coração. E as duas não tinham apenas uma relação profissional, mas também de amizade e companheirismo. Durante as seis temporadas da série, a personagem nunca se portou precisamente como uma chefe, sem contar que servia de inspiração para a loira, um grande modelo de referência. A aproximação delas foi tanta, que as duas terminaram a série como sogra e nora. (Por Eduardo Nogueira)

 

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!
Imagem: Arquivo Pessoal
Imagem: CW/Divulgação

9) Karen Roe (One Tree Hill)

Dona do badalado Karen’s Cafe, a mãe de Lucas Scott é uma mulher de garra. Se já não bastasse se tornar mãe adolescente e ter criado o filho sozinha, a personagem  montou seu próprio negócio, sendo ele sua principal fonte de sustento. Quando OTH estreou, Haley ajudava a mãe do melhor amigo a tocar o seu negócio. Karen sempre foi bem maleável e jamais foi de ser uma pessoa autoritária com a garota, muito pelo contrário, sempre a incentivava, e sem contar que ela sabia separar o lado pessoal do profissional. Nada contente, na segunda temporada foi fundado o TRIC, a badalada casa noturna onde muita coisa se passou naquele lugar até o series finale, o qual Karen depositou toda sua confiança em Peyton para conduzir o novo empreendimento. Como não amar uma chefe dessas? (Por Eduardo Nogueira)

 

Imagem: Mix de Séries
Imagem: ABC/Divulgação

8) Phill Coulson (Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D.)

Quem é fã de HQ e assistiu todos os filmes de super herói da Marvel sabe muito bem a importância da SHIELD. Então, não foi nenhuma surpresa quando decidiram fazer um seriado focado nessa agência de super heróis. Porém, precisávamos de um chefe digno para o cargo e ninguém melhor do que Phill, um super fã do Capitão América. Ele é mais do que o chefão da turma, é um cara legal, leal e honesto. A forma como Phill lidera sua equipe é maestral e ele sabe ser uma pessoa justa e brincalhona, além de enfrentar a HYDRA com unhas e dentes, bem como proteger as pessoas que ele se importa. (Por Gabriella Siggia)

 

Imagem: Mix de Séries
Imagem: CBS/Divulgação

7) Will Gardner (The Good Wife)

The Good Wife já terminou, mas como não esquecer de um dos melhores chefes no ramo jurídico que tivemos no mundo das séries. Will Gardner formou-se em Georgetown University, da mesma forma que Alicia, e desde o início batalhou muito para construir sua carreira e firmar-se no mercado. Um passo grande foi tomado, quando ele decidiu juntar-se à Diane e comandar um dos maiores escritórios de advocacia de Chicago. Justo, honesto e gente boa, ele é um chefe que todos gostaríamos de ter. Reconhece o esforço do funcionário e o premia pela sua dedicação. Will permitiu que Alicia, e tantos outros, crescessem dentro da LG, até criarem suas próprias asas para voarem sozinhos. Pode ser que ele ficou um pouco chateado com isso e se sentiu traído, mas nunca deixou de reconhecer um bom advogado. Will Gardner é tão bom chefe que corre o risco de se apaixonar por ele… Alicia que o diga. (Por Paula Reis)

 

Imagem: Zap2It
Imagem: Zap2It

6) Sharon Goodwin (Chicago Med)

Chefe Administrativa da Clínica de Operações Chicago Med, Sharon é uma verdadeira leoa quando o assunto é defender sua equipe médica. Por comandar o maior hospital da cidade, a personagem tem uma pressão grande em cima dela, porém a forma como ela conduz isso a seus subordinados é algo magistral. Sem ser carrasca, ela exige o melhor de cada funcionário seu, porém sempre balanceando tudo com uma boa dose de humanidade. Sharon sabe muito bem separar o pessoal do profissional, e mesmo quando precisa ser rígida e dura com alguém, acaba inevitavelmente se portando como uma mãezona e tanto. Se a equipe de Chicago Med é tão motivada, com certeza o principal fator disso é a líder deles, pois chefe já é algo bem antiquado, pelo menos em relação a mesma. (Por Eduardo Nogueira)

 

Imagem: Marble On Top
Imagem: Marble On Top

5) Jessica Pearson (Suits)

Quem poderia imaginar que uma mulher negra poderia comandar um escritório de advocacia nos EUA? E de quebra mostrar seu poder de diva para qualquer oposição? Pois bem, somente Jessica pode comandar a PSL, aturar os chiliques de Louis, colocar Harvey na linha e acobertar toda a história de Mike em prol da reputação da firma. Não é atoa que Rachel sonha em ser uma Jessica 2.0, embora esse sonho esteja bem distante de se concretizar. A verdade é que Jessica é uma rainha, é uma chefona capaz de tudo para proteger seus amigos e aliados, mas se pisarem no calo dela, o furacão Jessica chega para acabar com sua vida e carreira. (Por Gabriella Siggia)

 

Imagem: Mix de Séries
Imagem: ABC/Divulgação

4) Olivia Pope (Scandal)

Nossa gladiadora-mãe já pode pedir música no Fantástico pelas vezes que se colocou na reta por suas crias. Olivia Pope pode não usar chapéu branco 24h por dia, nem ser unânime em suas estratégias e decisões, mas é inegável o quanto ela faz por seus funcionários, ou melhor, pela sua família. Liderar a OPA e aquelas pessoas mega complicadas não é tarefa nada fácil, e Liv flutua entre o pulso firme da chefe e o zelo de mãe, sempre dando um jeito de salvar mais uma alma. E vem daí toda a gratidão e devoção que seus associados têm por ela. Huck, Abby, Harrison, Stephen, Quinn, Marcus, e até David e Jake podem entrar nesse balaio, todos em algum momento da vida foram salvos por ela. Todos são os pintinhos debaixo das asas da galinha. E como Olivia defende ferrenhamente seus filhotes! Porque se tem algo em que ninguém toca é na família dela. Obviamente que nem tudo são flores e de vez em sempre rola um desentendimento aqui, umas movimentações por baixo dos panos ali, uma cria rebelde acolá. Atividades normais no dia-a-dia da OPA, os altos e baixos de qualquer negócio em família. (Por Melina Galante)

 

Imagem: Canal Sony
Imagem: Canal Sony

3) Richard Webber (Grey’s Anatomy)

O eterno Chief tem um coração de ouro e uma vocação nata para liderança. É incrível o quanto esse homem é querido e idolatrado por seus amigos e por outros médicos. Ele pode não ser mais o Chefe da Cirurgia, mas continua sendo aquela pessoa que todos procuram para pedir conselhos. Bailey, sua pupila, ainda tem muito o que aprender com esse mestre, mas sabemos que toda vez que surge um problema é para ele que corre. Richard é mais do que um Chief, é um pai que muitos queriam ter, um avô para os mais novos e um exemplo de líder para todos os chefes da cirurgia. Uma coisa é certa: um Rei jamais perde sua Coroa! (Por Gabriella Siggia)

 

Imagem: Mix de Séries
Imagem: CW/Divulgação

2) Lorelai Gilmore (Gilmore Girls)

Quem não gostaria de ter Lorelai Gilmore como chefe? Talvez por ter trilhado uma carreira no ramo hoteleiro, indo de camareira à gerente do Independe Inn e depois abrindo seu próprio negócio, o Dragonfly Inn, Lorelai sempre lidou com seus funcionários, parceiros e fornecedores com muita paciência, compreensão e jogo de cintura. E olha que ela precisou! Dos clientes excêntricos aos funcionários complicados (Michel <3), passando pelas chatices de Taylor Doose, cada dia é uma surpresa na vida profissional da nossa garota Gilmore. Isso sem contar os dias em que Kirk resolve aparecer para vender produtos, oferecer serviços ou ganhar experiência no ramo hoteleiro. E ainda teve que lidar com um incêndio devastador e com todo o estresse que são a reforma e a abertura de um estabelecimento, além de altos e baixos nas finanças – que não foram poucos. Quase uma Mulher-Maravilha, como a própria às vezes gosta de achar que é. Lorelai ainda dá os melhores discursos motivacionais e as melhores palestras sobre assédio sexual no ambiente de trabalho. Com tudo isso, repito a pergunta, quem não gostaria de tê-la como chefe? (Por Melina Galante)

 

Imagem: Mix de Séries
Imagem: NBC/Divulgação

1) Hank Voight (Chicago P.D.)

Ajoelhem-se perante O CARA, ou também conhecido como o dono de Chicago! Voight comanda o departamento da Unidade de Inteligência da polícia de Chicago, e desde que assumiu tal função, a equipe dele vem obtendo êxito em resolver a maioria dos casos que lhe são designados. O personagem pode utilizar de métodos não convencionais e tampouco amigáveis para isso, mas é incrível a forma como ele conduz seus subordinados. Autoritário, Voight busca sempre a excelência na resolução dos casos, mas se engana quem pensa que ele faz tudo isso sentado em sua mesa, com uma xícara de café na mão, cigarro na boca e mandando em todo mundo. Muito pelo contrário, ele anda junto com seus detetives, e se arrisca por cada um. Mexe com o cara, mas não com sua equipe, pois acima de tudo o personagem é um verdadeiro paizão para Lindsay (principalmente), Halstead, Ruzek, etc, e os defende com unhas e dentes, sem medir esforços. Um líder motivacional, mesmo com seu jeito ríspido muitas vezes de ser, Voight não desiste jamais de nenhum deles, e mesmo quando ameaça de fazer isso, sempre volta atrás em sua decisão. (Por Eduardo Nogueira)

 

Imagem: Banco de Séries
Imagem: ABC/Divulgação

Menção Honrosa: Annalise Keating (How to Get Away With Murder)

A rainha Annalise não poderia ficar de fora desta lista e merece uma super menção honrosa. Viola Davis arrasa nas suas interpretações e consegue nos transmitir o poder de uma das melhores advogadas da TV. Chefe excelente, Annalise sabe o que faz, cuida dos seus alunos, dos seus estagiários e até dos seus funcionários. Boonie e Frank tem que muito o que agradecer Keating por ter entrado na vida deles. Já Wes, Connor, Michaela, Asher e Laurel, talvez, ainda não reconheçam a professora como a melhor chefe, por tudo que já aconteceu com eles. Tudo bem, ela tem medidas extremas e muitas vezes age sem pensar. Mas temos que ver que ela só quer proteger seus pupilos a qualquer custo e que nem ela e nem eles vão parar atrás das grades. Não podemos negar que ela é boa no que faz e ensina tudo muito bem aos Keating Five. (Por Paula Reis)

 

Imagem: Mix de Séries
Imagem: Netflix/Divulgação

Menção Honrosa 2: Pablo Escobar (Narcos)

Acho que Pablo Escobar é o mais controverso de todos neste top, mas exatamente por isso ele recebe esta menção honrosa. Em termos de ser boa gente, com certeza Pablo não  é – nem tem como defender.  Mas pensando pelo lado de chefia, ele é um exemplo de liderança. Escobar só conseguiu ser o maior narcotraficante e ter o dinheiro que teve porque soube comandar seus subordinados muito bem. Ele nem precisa dizer nada, todos obedecem. E ele é justo, dá casa, comida, roupa lavada, mulheres, dinheiro e tudo o que o funcionário quer e merece. Valoriza a fidelidade e tem seus capachos. Mas ouse contrariar o homem; o resultado pode ser fatal. Por medo ou respeito, a verdade é que vimos muitos seguidores de Pablo, em Narcos. Assim, temos que reconhecer que ele é um bom chefe, apesar de não ser bom para a sociedade. (Por Paula Reis)

 

E aí, ótimos chefes ou não? Lembra de mais algum que merecia estar nesta lista? Deixe nos comentários!