Top Mix: As piores sogras das séries de TV

cassandra

Continua após publicidade

Olá! Ao falar de sogras sempre pensamos em algo ruim, por que será? Deve ser porque a maioria delas são super protetoras e se recusam dividir o amor do seu filho com mais alguém. Consequentemente, são controladoras e infernizam a vida da nora/genro. Mas nem todas são assim, existem aquelas mais flexíveis e que amam suas noras/genros também e sabem que jamais vão perder seus filhinhos lindos. Hahaha. Amanhã, dia 28 de abril, é o dia da sogra, aproveite para cumprimentar a sua… Dê um bom presente – não de grego – para a parente agregada que mais está presente na sua vida e que você não pode escolher rs. Mas lembre-se, quando a sua namorada/esposa for mais velha, ela será igual a sua sogra!

Continua após a publicidade

Em uma singela homenagem, hoje o Top Mix traz uma lista das piores sogras das séries de TV. A exemplo clássico, quero dedicar este post à Cassandra, de Sai De Baixo, sogra do Caco Antibes, que sofreu bastante, mas no fundo amava aquela jararaca!

Continua após publicidade

Feliz dia da sogra, sogrinhas! <3

(Por Paula Reis)

Continua após publicidade

 

Imagem: Netflix / Divulgação10) Emily Gilmore (Gilmore Girls)

Emily é o tipo de mãe controladora, que acha que pode mandar em tudo e decidir o futuro da filha, e porque não o futuro da neta também?! Consequentemente, acaba que a matriarca Gilmore quer definir quem Lorelai pode namorar, ou não, e julgar toda a sua vida. Ter um bebê, quando nova, foi a pior coisa que Lorelai fez, segundo Emily. Mas depois que Christopher, o pai de Rory, ficou bem sucedido, ele seria um ótimo partido, agora mais maduro, na opinião da mãe de Lorelai. Jamais Luke, ou outros pretendentes de Lorelai, tem chance e sossego, tendo Emily como sogra, ainda mais nos jantares de sexta-feira. Ela inferniza a vida da filha, imagina do genro. Luke para ela está longe de ser o genro ideal, que isso, apenas o dono de uma lanchonete. Pobre, Luke! No final das contas, Emily ficou até sem genro para pentelhar. Filha de peixe, peixinho é. Lorelai não fica muito atrás no quesito mãe participativa demais. Lógico que ela dá muito mais liberdade à Rory, mas talvez por ciúmes, ela sempre cisma no início com os namorados da filha, Dean, Jess, Logan… Mas depois ela percebe que o então namorado é uma boa pessoa e Rory gosta mesmo dele, então deixa a filha curtir e acaba se apegando também. Emily poderia aprender um pouco a ser uma sogra mais flexível como Lorelai. Ambas querem participar muito da vida das filhas e são super protetoras, mas isso tudo no fundo é amor! (Por Paula Reis)

 

beverly-goldberg9) Beverly Goldberg (The Goldbergs)

Não podemos considerar Beverly uma megera, mas a matriarca da série The Goldbergs, com seu jeito super protetora de ser, consegue fazer dela uma sogra insuportável. A prova mais evidente é em relação ao namoro de seu filho do meio, Barry, com a bela Lainey. A loira até que tenta se segurar, mas quando menos espera já está ali envolvida no relacionamento dos dois. Nessa terceira temporada, inclusive, rolou um episódio onde o foco foi exatamente esse, em que na tentativa de se aproximar da nora, a personagem acabou ficando grudada demais à adolescente, o que gerou uma situação bem desconfortável para o jovem. Isso porque nem falamos do namoro de seu caçula e protagonista da série, Adam, com Dana. Vendo o garoto como seu eterno bebê, Beverly é meio que exigente, mesmo vez ou outra mostrando-se compreensiva ao relacionamento. Quero nem ver quando chegar a vez de Erica. (Por Eduardo Nogueira)

 

catherine-reign8) Catherine de’ Medici (Reign)

A (ex) Rainha da França, Catherine de’ Medici, é uma bitch de categoria, capaz de tudo para proteger seu reino e separar seu filho Francis de Mary. A mulher contratou um bruxo, fez magia negra, pagou por assassinos rivais para assustar sua futura nora, entre outras coisas. Dizem que até acordo com o diabo essa mulher fez, o que eu não duvido nenhum pouco. O problema é que ela jamais imaginaria que seu marido fosse morrer e deixaria as coisas mais interessantes para sua futura nora e rival. Por mais que durante anos ela teve que aceitar ser a oficial, enquanto seu marido tinha uma amante favorita, Catherine nunca deixou a peteca cair e divou enquanto reinou na França. Mas bastou Francis se casar com Mary para que ela mostrasse a sua verdadeira face e se tornasse uma sogra maligna, repleta de cartas na manga e com muito destemor. A justificativa dela era que se Francis se casasse com Mary, ele iria morrer e ela como mãe iria impedir que isso acontecesse, mesmo que significasse matar em nome dessa causa. Eu até entendo essa neura dela, ainda mais porque naquela época não havia televisão e nem internet para se distrair, mas nada que justificasse o fato de Catherine perseguir sua nora como ela fez. (Por Gabriella Siggia)

 

jackie-florrick7) Jackie Florrick (The Good Wife)

Jackie é o tipo de sogra bem clichê: tradicional, conservadora, clássica, protetora, controladora, ama seu filho(a) e, para ser sua nora/genro, deve estar à sua altura. Jackie é tão protetora do seu filho lindo e perfeito que, quando Peter foi preso por corrupção e por se envolver com prostitutas, ela tentou de todas as maneiras retirar as acusações e se recusava a aceitar que seu filhinho tinha feito aquilo. Já Alicia, traída, se afastou um pouco, o que deixou Jackie enfurecida. A sogrinha cuidava dos filhos de Alicia, enquanto ela tinha que ir trabalhar. Logo, Alicia teve que enfrentar por muito tempo a megera na sua própria casa. Jackie mexia nas coisas de Alicia, tirava autoridade dela perante os filhos e queria controlar tudo ao seu redor. Durante toda a série, Jackie amolou não só Alicia, mas também Eli Gold e todos da vida de Peter. Mãe protetora demais dá nisso…. ela só sossegou um pouco mais quando encontrou um novo namorado. Santa Alicia e de quem teve que conviver com Jackie durante sete temporadas! (Por Paula Reis)

 

Moira_arrow6) Moira Queen (Arrow)

Moira Queen exerceu por pouco tempo a função de sogra. Quando soube que Oliver seria pai, a megera tratou de se fazer amiga do “affair” de Ollie – que ainda era irresponsável e não tinha ido parar na Ilha – para logo depois obrigá-la a omitir a gravidez, desaparecer e aceitar um cheque que desse para sustentar o seu neto. Isso é que é assumir com classe o papel de sogra, hein!? Obviamente que, anos depois, a verdade veio à tona, Oliver descobriu que seu filho ainda estava vivo, e que sua ex-namorada não havia descontado cheque nenhum. As ações de Moira foram contestadas, mas claro que tudo é amenizado por um “ela estava apenas defendendo o seu filho”. (Por Anderson Narciso)

 

marie-barone5) Marie Barone (Everybody Loves Raymond)

Mãe de Ray e Robert, Marie sempre foi uma pessoa muito difícil de lidar. Dona de um temperamento extremamente forte, a matriarca da família Barone sempre tratou seus dois filhos como crianças. Por conta disso, ela sempre viveu em altos conflitos com sua nora Debra, esposa de Ray. Um dos principais motivos que a fazia ser uma verdadeira sogra infernal, era o fato de como a personagem de Patricia Heaton tratava seu “bibelô” mais novo, sendo essa a mais realista possível, como um adulto. Marie sempre foi contra a tais atitudes da nora, e nunca escondeu o favoritismo por Amy, esposa de seu filho mais velho. Por conta de seu jeito mega ácido de ser, um de seus grandes destaques durante os anos em que Everybody Loves Raymond esteve no ar, eram justamente quando ela assumia seu fardo de sogra peçonhenta. Poor Debra! (Por Eduardo Nogueira)

 

Julie_Cooper_O.C.4) Julie Cooper (The O.C.)

Não sei o que é pior, ter uma mãe como Julie, ou uma sogra como ela. Fora Luke, a sra. Cooper sempre implicou com os namorados de Marissa. Na fase lésbica da menina, Julie fez questão de cutucar Alex e garantir que a filha só estava com ela para implicar com a mãe. O mesmo se deu com D.J., o jardineiro que ela demitiu quando descobriu que estava se envolvendo com a garota. Claro que, na implicância com Volchok, Julie estava mais do que certa, mas o que podemos falar sobre a raiva sem fim que a mulher tinha de Ryan? Enquanto pode infernizar a vida dos pombinhos, Julie infernizou. A implicância com o garoto era tão grande que nem a amizade com Sandy e Kirsten fazia com que ela parasse com as armações. Mas a pior atitude de Julie foi quando a mulher teve um affair com, nada mais, nada menos, que o ex-namorado da filha. Mas aí, vamos concordar que, para Luke, péssima sogra ela não foi, ? Só se levar em conta o fim do rolo dos pombinhos. Enfim, no final da historia, sabemos que Julie só queria proteger sua filha querida, mesmo que dos modos meio tortos dela. Pena que não conseguiu, não é? (Por Fernanda Azevedo)

 

catherine avery3) Catherine Avery (Grey’s Anatomy)

Mais conhecida como a poderosa Mama Avery, Dra, Catherine parece ser uma pessoa bacana, sensata e justa. Mas só parece, pois quando conhecemos a verdadeira Mama Avery, podemos ver que de bacana, sensata e justa ela não tem nada. Ela é poderosa, pena que usa seu poder para manipular resultados – nunca esqueceremos o fato da Cristina Yang não ter ganhado o Prêmio Harper Avery – e até mesmo fazer planos mirabolantes para proteger seu império. Se não bastasse tudo isso, ela vive se fazendo de falsiane e enganou a todos com seu discurso de avó coruja, para depois mostrar a verdadeira cara e provar que ela tem poder e, por isso, sua ex nora iria ficar com o seu bebê, afinal, ele tem sangue Avery e não pode ficar com uma ex caipira virgem que mentiu para seu filho Jackson. Para a sorte da April e a nossa, Jackson não puxou a mãe e mostrou que existem esperanças para o único casal sobrevivente de Grey’s Anatomy, Japril. O problema é que April ganharia uma sogra como Catherine Avery de brinde e sabemos o quanto essa garota já sofreu depois que perdeu o Samuel. Porém, algo me diz que Shonda Rhimes deve ter criado essa sogra megera como um alter ego de sua real personalidade, a Shondanás. Ou vocês acham coincidência a Mama Avery ser tão poderosa assim? (Por Gabriella Siggia)

 

o-CERSEI-LANNISTER2) Cersei Lannister (Game of Thrones)

Se engana quem pensa que as rixas com sogras são advindas da modernidade. Mama Queen Lannister vira uma verdadeira leoa quando o assunto são seus queridos e adoráveis filhos. No meio de notícias sobre dragões e walkers, ela ainda arruma tempo para realizar seu serviço de “boa” mãe. Dentre todas as coisas que Cersei é apaixonada, como uma taça de vinho, ou seu irmão (opa, oi!?), as únicas que ela não abre mão de forma alguma são seus filhos e sua posição de rainha. E não é fácil se interessar por Joffrey ou Tommen sem sofrer a ira da sogra. Sansa que o diga, pois sofreu poucas e boas nas mãos da mãe e do filho. Já Margaery tende a ser mais esperta do que a antiga pretendente. O medo da profecia de que uma garota mais jovem e bela viria a roubar sua posição de rainha persiste nos sonhos da bela mulher. Ainda assim, depois dos acontecimentos da quinta temporada, o retorno de GoT promete uma Cersei um tanto quanto diferenciada… Sempre observadora e manipuladora, Cersei volta agora como Bloody Mary da Inglaterra, ou seja, com sede de sangue e vingança. Como não amar uma pessoa dessas, acredito que seja o sonho de sogra de toda mulher deste mundo… sqn (Por Lucas Franco)

 

revenge-chair1) Victoria Grayson (Revenge)

É claro que nossa eterna e saudosa rainha de Hamptons não podia ficar de fora do topo dessa lista. Uma das características que traçavam o perfil de vilã em Victoria Grayson era justamente seu jeito peçonhento de tratar os companheiros de seus filhos. A personagem sempre interferiu nos relacionamentos deles, até de seu primogênito Patrick, com quem só foi ter contato quando ele já era adulto. O rapaz, em sua participação na terceira temporada, chegou a se envolver com Nolan, e é claro que a megera teve que meter o pitaco, semeando a discórdia no casal. Em relação à caçula Charlotte, a coisa foi mais intensa, pois ela não aprovava de jeito nenhum a relação da adolescente com Declan, irmão de Jack. A vilã fazia de tudo para colocar na cabeça da filha que o rapaz era um interesseiro, e que só queria saber de seu dinheiro. Mesmo tendo sido uma pedra no sapato do casal jovem, nada se compara ao que ela fez a seu filho predileto, Daniel. Com a chegada de Emily Thorne em Hamptons, é claro que o santo das duas personagens não bateu e, durante três anos, Victoria fez de tudo e mais um pouco para destruir o relacionamento dos dois, que a princípio era apenas o fio condutor do plano de vingança da protagonista. Para separar os dois, a vilã com a ajuda de Charlotte trouxe de volta a vida do rapaz Sara, sua antiga namorada, que após um acidente ocasionado por ele, veio a ficar paraplégica durante algum tempo. Victoria chegou a contratar os serviços da moça para o chá bar do casal, no intuito de gerar a discórdia entre eles, mesmo nunca tendo gostado da jovem, afinal de contas ela vinha de uma família pobre. Em um de seus rompimentos com Ems, o rapaz chegou a namorar Ashley, ex assistente de sua mãe, o que também não teve aprovação da personagem. De todas as mulheres que Daniel se envolveu durante as quatro temporadas da série, a única que realmente obteve o amém de Queen Vic foi a chata e sem sal da Margaux, que se aliou à vilã, após a morte dele, para derrubar Emily de uma vez por todas. (Por Eduardo Nogueira)

 

E aí, qual destas sogras é a sua preferida? Tem alguma pior que estas? Deixe nos comentários e até semana que vem!