Top Mix: Séries que não deveriam passar do piloto

mas o q

Continua após a publicidade

 

Oláááá! Mais um Top Mix na área, e hoje iremos novamente colocar a boca no trombone, falando daquelas séries que não deveriam ter passado do piloto. Para se ter um bom piloto, ou qualquer outro episódio, deve-se, primeiramente ter uma boa história, um bom roteiro, uma boa edição, mas mais do que os demais episódios, deve conter algumas explicações a mais, pois é o primeiro contato do telespectador com a série. Logo, a primeira impressão é o que fica. O piloto tem que ser, portanto, superior a qualquer outro episódio, pois deve “prender” o telespectador para este continuar tendo interesse em assistir a série. No entanto, existem muitas séries boas com pilotos ruins, que não começaram tão bem assim, ou deixaram a desejar no início, falamos disso em outro post (se você não viu, clique aqui). Mas hoje, porém, não falaremos exatamente de pilotos bons ou ruins, mas séries que, por mais que tiveram um piloto satisfatório e alcançou o objetivo almejado, possuem outros episódios que deixaram muito a desejar, fazendo com que a série nem precisasse ter continuado. Perdeu o foco, decepcionou, whatever… séries que deveriam ter repensado melhor na continuação, porque a ideia não foi boa.

Assim, convidei alguns colaboradores para falar um pouquinho, na opinião deles, destas séries que não somos obrigadas a ver a continuação, ou melhor, as séries que não deveriam passar do piloto! Vem comigo, vem!

(Por Paula Reis)

 Empire

 

10) Empire

Séries são aprovadas ou canceladas de diversas maneiras. Às vezes um piloto é encomendado e, dependendo da qualidade do episódio, a série pode ir em frente ou não. De vez em quando, também, um programa é renovado logo para segunda temporada antes mesmo da produção do piloto. O que aconteceu com Empire, eu ainda não entendi. Como que um piloto como o desta série foi aprovado? Como que ninguém percebeu a bagunça que era o primeiro episódio? Apesar do sucesso estrondoso e dos elogios de grande parte do público, não consigo sequer vislumbrar – muito menos entender – as qualidades deste programa. Os atributos são questionáveis: Lee Daniels, o diretor do piloto, não sabe mesclar as cenas musicais com as demais sequências, jogando-as sem propósito no meio da trama. Além disso, o modo como as cenas são elaboradas e dirigidas é vergonhoso; os “números” musicais parecem videoclipes (aí você me pergunta: “qual o problema nisso?”. E eu respondo: “Isso deveria ser uma série de TV, não um videoclipe barato!”). A trama é digna das novelas mais pobres e banais, apelando para o melodrama com facilidade absurda. Nem Terrence Howard e Taraji P. Henson, grandes e talentosos profissionais, estão bem. Nada funciona: nem a trama, nem o elenco, nem a música cantada aos berros. Não deveria passar do piloto. Ou melhor: não deveria existir de modo algum. (Por Matheus Pereira)

 

The-Affair-Season-1-Cast-Promotional-Photos

 

9) The Affair

Não, eu gosto da série. Mas então que diabos ela está fazendo aqui? O piloto é ruim? Não, de maneira nenhuma. Então porque falar de The Affair? Pois bem, eu curti a primeira temporada do drama estreante. Achei super merecido os prêmios que ganhou (Globos de Ouro), desbancando outras séries consagradas (não era para tanto). Mas está aí, The Affair seria melhor como filme do que como série, é a minha opinião. O piloto é tão denso, tão profundo, que acho que bastava. Já os demais episódios me pareceu ser mais do mesmo, de uma lado contando a versão dela, na outra metade a versão dele de tudo o que já tínhamos visto na primeira metade. Ficou meio chato isso. A ideia é ótima, mas seria melhor empregada em um filme. A produção da série é excelente, a história também, os atores, os pensamentos dos personagens… Como acabamos nos envolvendo com Noah e Alison é impressionante. Mas acredito que para uma série a coisa toda ficou muito arrastada e repetitiva, que fiquei com sono em alguns momentos. Logo, a minha proposta seria resumir tudo, do piloto até o último episódio da temporada, até agora, em um uma produção cinematográfica. Acredito que ficaria muito melhor. Por isso digo, que como série, The Affair não deveria passar do piloto, não porque é ruim, mas porque já basta um roteiro de duas/três horas. (Por Paula Reis) 

 

the vampire diaries

 

8) The Vampire Diaries

Pegando onda na modinha de Crepúsculo, a CW decidiu investir num seriado sobre uma humana que se apaixonaria por um vampiro: The Vampire Diaries. A série logo foi um sucesso e grande parte disso veio por conta do triângulo amoroso entre Elena, Stefan e Damon. A primeira temporada foi impecável, talvez por ainda estar na moda, porém, depois de 6 temporadas e muitas mortes, confusões, ressurreições, o seriado foi perdendo a sua essência e vem se arrastando episódio pós episódio. É normal isso acontecer na CW, pois o canal nunca sabe a hora de terminar seus seriados (aka Smallville e Supernatural), porém sabemos muito bem que essa moda de vampiros acabou exatamente quando  Kristen Stewart traiu Robert Pattinson (seu namorado na época) com o diretor casado de Branca de Neve e o Caçador. Muitos fãs já abandonaram a série e, outros (como eu), só esperam que Damon e Elena se casem e sejam felizes para sempre. O seriado já deu muita audiência para a CW, mas hoje, diante de tanta confusão e um spin-off melhor que a série principal, a série merece ser encerrada enquanto os fãs ainda lembrem dela. Sem Klaus, sem Katherine e sem um plot condutor da temporada, TVD é apenas um seriado qualquer dentre a nova modinha: Super Heróis. Por isso, vamos terminar o seriado enquanto ainda resta memórias para os fãs e torcermos para que a CW deixe de lado esse problema que tem de desapego com suas séries, ou talvez seria melhor se TVD não tivesse passado do piloto. (Por Gabriella Siggia)

 trueblood-wide

 

7) True Blood

Tem um motivo só para TB não ter passado do piloto: É uma série muito escrota, não retrata vampiros, nem romance, nem selvageria, nem nada. Não serve para NADA! Não agrega na sua vida, nem na sua história, não te faz sentir nem melhor nem pior. Só para deixar claro, não consegui ir muito além. Se bem me lembro, tentei ver o 1×02 e tive que parar senão iria vomitar, de tédio! Depois vi alguns perdidos na HBO e percebi O QUANTO FUI FELIZ NÃO INDO PaRA FRENTE. Como ganhou um Emmy? Não tenho idéia, HBO deve ter pago muito por isso. Ou eles pensaram, vamos dar esse Drama para eles, porque é um drama assistir isso! É nojento, protagonistas sem expressão na cara, uma meleca. Anna Paquin me incomoda um pouco, não sei, ela tem algo bem errado na vida, talvez devesse ter ficado só em X-men. Talvez o problema esteja na adaptação do livro, talvez eles tenham pego um livro em chinês e não conseguiram traduzir, sei lá. Ou realmente eles mudaram o livro e cagaram no roteiro como ocorre em 85% das adaptações, segundo estudos conduzidos por mim mesma. Parabéns HBO por cancelar Looking e manter essa porcaria de TB no ar tanto tempo, pa-ra-béns! Se você assistiu por guilty pleasure eu perdoo! (Por Caroline Marques)

 pll

 

6) Pretty Little Liars

Pretty Little Liars até que tem um piloto aceitável e dentre suas cinco temporadas, a primeira é realmente a melhor, pois tem bem mais ação e bem menos enrolação que todas as outras. No entanto, não recomendo que ninguém passe do piloto de PLL pelo simples motivo que a partir dali você será feito de otário para o resto da vida. Você passará a criar teorias, perder seu sono, imaginar cenários destruidores que fazem sentido para descobrir a identidade secreta de –A e jogar tudo para o ar quando se der conta que a série na realidade não faz sentido nenhum e você só está perdendo bastante tempo da sua vida. Acreditem em mim. Passem longe. Vão ver The Lying Game que mesmo sem final ainda é melhor que PLL. (Por Walter Hugo)

 Joey

 

5) Joey

Friends encerrou em grande estilo após dez temporadas, com alguns altos e baixos como qualquer produção. Porém, seu final foi algo tão impecável e redondo, que devia ter ficado apenas naquilo. Infelizmente, isso não acabou acontecendo, e os produtores decidiram fazer um spin-off de um dos personagens mais cativantes e favoritos do sexteto. Estava na cara que Joey não seria sucesso, ainda mais quando eles tiveram a “genial” ideia de lançá-la apenas poucos meses depois que sua progenitora. Sem Rachel, Chandler, Ross, Phoebe e Monica, o protagonista da nova atração ficou totalmente “perdido na alagoinha” e o flop então se tornando algo inevitável. Joey Tribbiani não merecia essa morte tão horrível, portanto Joey não deveria ter passado do piloto. (Por Eduardo Nogueira)

 ringue-mix-revenge

 

4) Revenge

Revenge é aquele tipo de série que você julga pela capa. Sim. A primeira temporada da série foi até bacaninha, mas depois foi só derrocada. A série acabou se perdendo em meio a troca de showrunners, troca de plot principal e uma dança das cadeiras no elenco, fazendo-a se tornar um caso de chacota para quem acompanha o universo das séries de TV. Por estes e outros casos, muitos fãs devem pensar que teria sido melhor ela nem passar do piloto. Para completar o pacote, a emissora ABC insiste em levar a trama que não tem mais para onde correr. Desgastar mais ainda um produto já desgastado é fazer os fãs sofrerem demais. (Por Anderson Narciso)

 THE BEAUTIFUL LIFE

 

3) The Beautiful Life

A série foi aguardada principalmente pelos fãs da saudosa Marissa Cooper, icônica personagem de Mischa Barton em The O.C., por ser o primeiro trabalho da atriz na TV desde então. Mas pensa numa coisa que tinha TUDO para dar errado. Muito prazer, atende ao nome de The Beautful Life. A atração tinha outros rostos conhecidos do público, e criação de ninguém menos que Ashton Kutcher. Apesar de tudo isso citado, pensa em algo extremamente ruim, assim é a série. Roteiro pífio, atuações piores ainda e uma audiência decepcionante são a prova clara de que ela não devia ter passado do piloto, e literalmente foi isso que aconteceu. Após os baixíssimos números de sua estreia, a CW insistiu em transmitir o segundo episódio e depois do desastre ter se repetido, The Beautiful Life foi então oficialmente cancelada, sendo considerada até hoje o maior fracasso da emissora. (Por Eduardo Nogueira)

 MP

 

2) Marco Polo

Eu estava apostando bastante na nova série da Netflix. Já fazia algum tempo que falava da produção aqui no site, participei da entrevista coletiva com o elenco, vi o piloto antes na CCXP/14 e a expectativa realmente era grande. Mas infelizmente a série deixou a desejar. Acho que o primeiro erro foi a pretensão de ser a Game of Thrones da Netflix. Opa, peraí, Netflix, a série mal começou e vocês já estão comparando, vamos com calma. Segundo, que a série parece que prometia muita ação e agitação, mas apareceu muito arrastada, faltando conteúdo, sendo as lutas apenas as partes boas do episódio. Confesso que desde o piloto eu fiquei um pouco com sono de assistir, não sei explicar direito o porque, pois os atores eram sensacionais, nenhum americano, todos dispostos a dar o seu melhor. Acredito que não foi culpa deles. A bela atuação de Lorenzo Richelmy foi o ponto forte, mas a forma que abordaram a parte da história de aventuras de Marco Polo, que não era tão conhecida, que não foi muito feliz. O roteiro era bem confuso e muitas vezes dava para ficar perdido na série. Acho também que a série não agradou o grande público, não se vê muitos falando de MP por aí, houve muitas críticas. Até a própria Netflix resolveu priorizar outras produções, apesar de já ter renovado o show para a segunda temporada. Pode ser que eles mudem o formato, mas acho difícil. Se continuar do mesmo modo, posso dizer que Marco Polo não deveria ter passado do piloto. Uma pena, pois é a produção mais cara da Netflix de todos os tempos. (Por Paula Reis)

 The-following

 

1) The Following

Se existe uma série que com certeza não deveria ter passado do piloto esta série é The Following. O motivo? Pois bem: ela adora fazer o espectador se sentir um completo imbecil, mas quem acaba soando a imbecilidade é ela própria. A história que mostra uma espécie de terrorista messiânico e seus seguidores fura seu roteiro quase todo o episódio, nos transmitindo um sentimento de que “não, isso não poderia acontecer”. Quando que o F.B.I. se tornou tão burro a ponto de cair nas armadilhas de Joe Carrol? Porque de acordo com o roteiro, o serviço norte americano é um dos mais incompetentes do mundo. Lamentável que Kevin Williamson tenha produzido algo que saiu de seu controle, pois até o próprio criador viu a furada que escreveu e abandonou o barco. Seria melhor ter ido ver o filme do Pelé. Ou não ter passado do piloto. (Por Anderson Narciso)

E aí, concorda com a seleção? Você tem alguma série que acha que não deveria passar do piloto? Deixe nos comentários.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

10 comments

Add yours
  1. Daniele
    Daniele 1 abril, 2015 at 18:05 Responder

    Uma palavra define Marco Polo:

    ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ

  2. Avatar
    Walter Hugo 1 abril, 2015 at 18:18 Responder

    Estou profundamente ofendido com a presença de Vampire Diaries, Revanche <3 (meu amor da zoeira) e Empire (que é bem interessante até). E sim, eu vejo TVD pq eu gosto de sofrer e gosto de rir um pouco de vez em quando. SDDS TVD S02

      • Avatar
        Walter Hugo 1 abril, 2015 at 21:19 Responder

        “Hello John Goodbye John”
        “Paralisada da cintura para baixo e… Morta”
        “Acha que eu não tenho um plano B no caso do meu plano falhar? E um C, D… Bom, sabe como funciona o alfabeto, não sabe?”
        “Não tem problema amar os dois. Eu amei”
        “Eu voltarei por você, Stefan”
        “Fugi do Klaus por 500 anos”

        ISSO SIM É UMA PERSONAGEM RAINHA

  3. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 1 abril, 2015 at 20:06 Responder

    Olha concordei com muitas, mas discordei de outras. Vai me desculpar, mas os argumentos de TVD foram na minha opinião nada convincentes. Que a série não é mais a mesma, isso é fato, porém ela teve três temporadas espetaculares, com tramas redondas e foi a partir da quarta que tudo começou desandar. A quarta e quinta temporada foram mega sofríveis, e a sexta está sendo algo bem ok, e já conseguiu superar suas duas antecessoras juntas. Ela precisa terminar? COM CERTEZA, mas dizer que não devia passar do piloto, desculpa mas não rolou.
    Revenge teve vários altos e baixos, sendo a segunda temporada a pior da série, mas também não achei as justificativas tão convincentes assim.
    Podem me chamar de xiita, pois não tenho vergonha alguma em dizer que gosto das duas séries, e tanto uma quanto a outra merece e muito acabar, mas…

      • Eduardo Nogueira
        Eduardo Nogueira 1 abril, 2015 at 21:24 Responder

        Mas até que ela está “aceitável” nessa sexta temporada, estou conseguindo aturá-la, pq na quarta com aqueles “No, I Can’t”, a vontade de dar um tiro falava alto.

        • Avatar
          Walter Hugo 1 abril, 2015 at 21:27 Responder

          Ah não, Elena pra mim continua horrível auehauheauea, mas talvez isso seja pelo fato de Caroline e Bonnie estarem com plots importantes essa temporada, o que antes elas não tinham.

Post a new comment