Top Mix: Shipps que nunca existirão

 

family guy simpsons

 

Olá! Um bom seriador sempre tem seus amores platônicos. Mas não digo seu com algum personagem, mas entre os personagens mesmo. O verdadeiro fã sonha que um casal fique junto e torce fielmente a temporada toda para que isso aconteça. Isto é shippar. A gíria, que virou moda, atualmente caiu na boca do povo, e todo o ser que fala e se movimenta, o pessoal já está shippando. É só tirar foto junto que já vira meme. E nas séries isso acontece muito. Vai dizer que não tem aquela dupla que você queria que ficasse juntos, mas isso nunca aconteceu? Pois é. Também sofremos destes amores platônicos, e hoje o Top Mix vem falar justamente deles. Destes casais que tinham tudo para ficar juntos, tem um fandom enorme torcendo para isso, mas a união nunca existirá. A verdade é que o amor é lindo e a gente quer que todo mundo se pegue e fique junto. Sentimos melhor e torcemos incondicionalmente até para shipp impossível. Hahaha. Juntamos as iniciais dos personagens e formamos um nome para o casal, que no fundo só está na nossa cabeça… ou não!

bob esponja apaixonado

Então, vem comigo conferir os shipps que nunca existirão! E aproveite que o dia dos namorados está aí, para concretizar seu próprio shipp na vida real! s2 s2

(Por Paula Reis)

 

chloe-clark

 

10) Chloe e Clark (Smallville)

Quando Smallville estreou, Chloe era cegamente apaixonada por Clark, porém sem ser correspondida já que o rapaz morria de amores por Lana Lang. Durante os três primeiros anos a loira fazia de tudo para ser notada, e por conta de seus esforços, os shipps da série não eram totalmente centrados em Clana (Clark + Lana) ou Clois (Clark + Lois). Muitos, por um bom tempo, torciam era mesmo para que Chlark desse certo, pois até o protagonista ter o seu previsível final feliz ao lado de Lois Lane, a nossa nerd então tinha o perfil da pessoa exata em completá-lo no âmbito amoroso. A torcida por esse shipp teve momentos mais constantes quando fomos solidários a Chloe no final da primeira temporada, quando ela então é abandonada por Clark no baile de formatura, cujo motivo foi salvar Lana de um tornado. Ou então na segunda temporada, quando o rapaz fica doente e ela faz uma incrível declaração de amor em um momento em que o protagonista está delirando em febre, onde um dos trechos é marcado até hoje, em que ela diz “sou o amor da sua vida disfarçada de sua melhor amiga”. Enfim, Chloe e Clark poderiam ter formado um casal super bacana sim, mas a incrível amizade e companheirismo entre eles no decorrer da série nos fez conformar sobre a impossibilidade dessa ideia. (Por Eduardo Nogueira)

 

peggy-don

 

9) Peggy e Don (Mad Men)

Alguns podem discordar, mas os dois são muito shippáveis. O fato é que nas primeiras temporadas, torci muito para que eles ficassem juntos, pois ambos têm uma afinidade absurda. Quando assisti The Suitcase (melhor episódio de Mad Men) jurava que Peggy e Don finalmente iriam ficar juntos, mas foi ledo engano. Não sei se eles tivessem ficado juntos, essa química iria permanecer, ou se o relacionamento iria mudar bruscamente. Lembro que quando vi a primeira temporada, não curti muito o romance dela com o Pete, porque queria mesmo que ela ficasse com o Don. Está aí um shipp que nunca existirá. (Por Daniele Duarte)

 

alicia-finn

 

8) Alicia e Finn (The Good Wife)

Após a triste perda de Will, todos os fãs de The Good Wife desejavam um novo amor para Alicia. Daí apareceu Finn na vida dela e muitos shippavam, inclusive eu. Um dos motivos é que, pela primeira vez, Alicinha se mostrava poderosa e a frente do seu parceiro, podendo fazer o que ela quisesse que ele obedeceria. Finn aprendeu muito como advogar melhor com ela. E ele foi um tremendo de um companheiro para Alicia, neste momento de levantar e enxugar as lágrimas. Mas com ele indo e voltando com a ex mulher, Alicia se distraindo com Elfman, as coisas esfriaram um pouco. No momento que eu achei que finalmente eles ficariam juntos, quando eles formam uma sociedade de advogados, Finn coloca tudo por água abaixo. Infelizmente, já fiquei sabendo que o ator que interpreta Finn não aparecerá na sétima temporada, então podemos dizer que Finnlicia é um shipp que realmente nunca existirá, mas que na minha opinião, os diretores poderiam ter dado um gostinho para gente, e para Alicia também. Ela merecia. (Por Paula Reis)

 

daryl-carol

 

7) Daryl e Carol (The Walking Dead)

Caryl (Carol + Darly) é um dos shipps mais aguardados para os fãs de TWD. Todos nós torcemos para que ocorra um dia, mas até agora nossos queridos roteiristas não deram nenhuma confirmação de que isso um dia vá acontecer na série. A relação entre eles vêm sendo trabalhada desde o desaparecimento da Sophia, lá na segunda temporada. E desde então, eles ficam cada vez mais próximos, como no primeiro episódio da terceira temporada em que ela o chama para transar. Sendo intensificado no episódio “Consumed” da quinta temporada. A verdade é que ambos acabam se identificando pela história de vida um do outro. Ela que sempre sofreu violência doméstica e foi obrigada a ficar calada por muitos anos, ele que viveu a margem da bandidagem junto com o irmão. Talvez seja até um sentimento maternal, tendo em vista que ela é bem mais velha, mas isso não impede de que role algo futuramente. E nesse apocalipse zumbi, eles aprenderam a sobreviver, tanto sozinhos como em grupos. Prova disso foi o crescimento dos dois (principalmente de Carol), e que rende grandes cenas na série. Provavelmente, não é a ideia dos produtores ficar formando casal na série, pois como eles dizem bem, é uma série que fala sobre sobrevivência. Mas se o Gleen conseguiu encontrar alguém, e até o Rick nessa temporada está flertando. Por que não dar uma chance para eles? #EuShippo. (Por Diogo Azis)

 

quinn-rachel

 

6) Quinn e Rachel (Glee)

Os mais variados shipps marcam as seis temporadas de Glee, mas um dos mais fortes com certeza foi Faberry, ou seja, Quinn Fabray e Rachel Berry. Era óbvio que um romance entre as duas estaria fora de cogitação para os produtores, ainda mais que Quinn e Rachel, basicamente, dividiram romances na primeira temporada, mas a vida real acabou se misturando com a ficção. O fato de Lea Michelle e Dianna Agron morarem juntas foi o pretexto para os fãs desejarem suas personagens num casal. Não tem como negar, se você foi fã de Glee, em algum momento quis que a dinâmica entre elas fosse mais do que amizade. Bom, pelo menos teríamos duetos memoráveis, como foi I feel pretty / Unpretty. Mas, como é de conhecimento popular, quanto maior a paixão, maior ainda é a decepção. Reza a lenda que Lea e Dianna não se suportam, e a loira, por conta disso, entrou na lista negra de Ryan Murphy. Parece até romance Shakesperiano. (Por Leo Sousa)

 

Brienne-Jaime

 

5) Brienne e Jamie (Game Of Thrones)

Jaime Lannister não é a pessoa mais gente boa da série, e nem de longe a que tem melhor caráter. No entanto, aprendemos a gostar do Regicida, ao conhecer melhor sua história, quando ele conta para Brienne porque ele é assim hoje. Assim, como nós, Brienne também passou a admirar Jaim. No entanto, ela é um pouco orgulhosa para admitir isso. Jaime também já expressou, em diversas ações, que se importa com a guerreira, tanto é que arriscou sua vida muitas vezes por causa dela. É uma dupla sensacional, que durante a terceira temporada inteira eu ficava torcendo para aparecer mais cenas deles juntos. Sei que a possibilidade deles ficarem juntos é mínima, ainda mais agora que eles não se encontram como antes. Mas só de Jaime dar uma espada de aço valiriano para Brienne, um escudeiro (Podrick) para acompanhá-la, e Cersei já morrer de ciúmes, durante a quarta temporada, já é um sinal que eles são super shippáveis! (Por Paula Reis)

 

catherine-warrick

 

4) Catherine e Warrick (CSI)

Catherine (Marg Helgenberger) e Warrick (Gary Dourdan) tinham tudo pra ser um shipp mais que f*da. Carisma, charme, clima, fandom. Só que não foram. Eles sempre estavam unidos por uma eventual circunstância, seja ela do plot dos personagens, ou do caso que ambos trabalhavam. O mais perto que eles chegaram de um beijo, foi quando Cath quase caiu em cima de Warrick em uma cena de crime. Nem um beijinho, carinho a mais, nada. Ficamos à mercê da produção, que preferiu evoluir (e mais tarde estragar) o romance de Grissom e Sara (aliás, que devem terminar sendo endgame com o decorrer do telefilme que será feito para encerrar a série). Lamentavelmente, esse shipp não deu certo. Provavelmente, seria um dos mais fofos de toda a franquia (e olha que quatro séries têm shipps pra caramba). (Por Ana Maria de Oliveira)

 

sherlock-john

 

3) Sherlock e John (Sherlock)

A série Sherlock é responsável por um lindo shipp: Johnlock. Ao colocarmos o nome desse shipp no Google, o resultado da busca será inúmeros tumblrs, montagens, etc. E por quê isso? Porque, além da química nas cenas, Sherlock Holmes e John Watson são melhores amigos e perfeitos um para o outro. O bromance é incrível, eles se completam. Mas seria mais incrível ainda, se o shipp realmente acontecesse como todo fandom deseja. Este burburinho de que Sherlock tem um caso com John já acontece desde antes da série. Nos livros de Conan Doyle, nada é direto, mas sempre tem os que dizem que eles tiveram um relacionamento. A discussão é tanta que para acabar com isso, a série Elementary, que trata também da adaptação dos livros, colocou uma mulher no papel do fiel amigo, só para afirmar que se houver qualquer caso, Sherlock não é gay. Na verdade, eu não me importo com nada disso. Só sei que eles são ótimos juntos, super inteligentes, sempre entendem a sacada do outro, sentem ciúmes, sentem falta (vide terceira temporada) e por mais que queiram, não conseguem sentir raiva um do outro. Mesmo que a série acabe do jeito que está, Johnlock será um eterno shipp! (Por Paula Reis)

 

phoebe-joey

 

2) Phoebe e Joey (Friends)

As coisas são meio complexas quando o assunto é a dupla mais insana de Friends. Isso porque a torcida é bem dividida em relação ao shipp – que nunca existiu – formada por Phoebe e Joey. Vamos parar para pensar, a dupla é tão parecida, donos de um coração imenso e sempre estando ali um pelo outro. Eles podem não terem um romance como Ross e Rachel, ou Chandler e Monica, apesar de um rápido affair na primeira temporada quando ela se passou por sua irmã gêmea, mas mesmo assim eles são um casal. A química entre os dois é algo incrível, sempre que dividem a cena proporcionam a nós fãs da série momentos pra lá de inesquecíveis. O casamento de Phoebe foi muito bonito, e Mike é um cara bacana, mas queria sim, e me julguem por isso, imensamente que ela terminasse a série ao lado de Joey. A dupla foi um tapa bem dado na sociedade de que existe amizade sim entre homem e mulher sem segundas intenções, escapando de um possível clichê do sexteto terminar Friends como três casais formados. Apesar disso, não seria de mal algum se os produtores tivessem investido num romance entre eles, nem se fosse por apenas um arco de episódios. (Por Eduardo Nogueira)

 

hannibal-will

 

1) Hannibal e Will (Hannibal)

Como explicar o sentimento que o Hannibal Lecter nutre pelo Will Graham? Curiosidade? Amor? Amizade forte? Muita gente aposta em um tipo de “bromance” doentio, mas visto que para esse sentimento acontecer, tem que ser uma amizade forte entre dois homens, e eles podem ser tudo, menos amigos. Hannibal, que é dotado de zero sentimentos pela raça humana, tenta, sem muito êxito, “conquistar” Will, se abrindo para ele, mesmo que por entrelinhas, fazendo-o se afundar num poço de desconfiança, e sangue, para depois ele poder salvá-lo, e assim, demostrar os (pseudo) sentimentos que ele nutre pelo Graham. Will foi o mais próximo de um relacionamento sincero que Hannibal teve em toda a vida. Resta saber se ele se abriu por curiosidade pela mente perturbada do Will, por amor, ou apenas para poder destruí-lo e deixa-lo dependente, já que mesmo Will fantasiando matar ele das mais diversas formas, eles sempre voltam um para o outro, mesmo depois do Hannibal ter começado um relacionamento com a mulher que Will sempre gostou, só para provocar ele, já que até na hora do sexo, Hannibal pensava nele. Mas com a traição do Will, e aquele “último abraço” do Lecter, vamos ver como vai ficar todo esse sentimento inexplicado entre os dois, mas espero que eles façam as pazes logo, já que um não vive sem a loucura do outro. (Por Janyne Bib’s)

 

bailey-richard

 

Menção Honrosa: Bailey e Richard (Grey’s Anatomy)

Se existe um casal que nunca aconteceu, mas que sempre teve química suficiente para existir esse casal é Bailey e Richard. Sei que muitos acham essa hipótese uma loucura, mas sabemos muito bem que essa admiração que Bailey sente pelo eterno Chief é mais do que uma grande amizade. Lembro-me muito bem das trocas de olhares lá nas primeiras temporadas, das brincadeiras que rolavam nas redes sociais sobre uma hipótese de Bailey ser secretamente apaixonada por Richard. Como esquecer das tentativas de Richard em fazer com que Miranda Bailey fosse reconhecida no hospital? Embora os dois estejam casados, por hora, com duas pessoas bacanas, sabemos que Shondanás é capaz de tudo no quesito separar casais. Ou vocês esqueceram da vítima recente MerDer? Mesmo assim, não vejo uma relação de pai e filha entre Richard e Miranda, mas sim de uma paixonite causada na adolescência. Bailey sente uma admiração imensa por ele, e Richard vê o melhor na Bailey como muitos apaixonados vêem em suas namoradas. São grandes amigos, um dos melhores, mas se existe fumaça há fogo. E eu sei que, de uma maneira um pouco estranha, essa admiração nada mais é do que um verdadeiro amor. Um amor complicado de se transformar num casal, mas sincero o suficiente para reinar no seriado. Se eu fosse a Catherine, ou o Ben, ficaria com os olhos bem abertos, porque esse amor entre os dois poderia muito bem se transformar numa ardente paixão e num futuro casal de Grey’s Anatomy. Depois da tentativa de colocarem Meredith e George juntos, não duvido nada que surja Miranda Bailey e Richard Webbber no seriado. (Por Gabriella Siggia)

 

E aí, concordam com os shipps? Quem mais você shippa que nunca vão ficar juntos? Deixe nos comentários.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

10 comments

Add yours
  1. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 10 junho, 2015 at 09:07 Responder

    Nossa, se Phoebe e Joey tivesse existido eu teria ficado muuuuito puto. Não faria qualquer sentido. Afinal, a série se chama Friends e terminaria com três casais? A série era sobre amizade e não sobre relacionamentos. Tanto que Ross e Rachel foram ficar juntos só no final! Phoebe e Joey é a prova mais bonita que amizade entre mulher e homem existe sim.

    Já sobre Bailey e Richard… apenas não hahaha!

    E saudades “shippar” Clhoe e Clark, porque a Lara era uma songa monga!

    • Eduardo Nogueira
      Eduardo Nogueira 10 junho, 2015 at 09:50 Responder

      Ahh não precisa mesmo terminarem juntos, mas podia rolar sei lá um arco em que os dois ficassem juntos, depois terminassem e a amizade então continuaria. Shippo Phoebey mesmo, kkkkkk

      Em relação a Clark e Chloe, tb acho que deviam ter investido num arco de episódio com os dois engatando um romance. Ela era espetacular, sem falar que merecia um final feliz ao lado de alguém melhor do que Oliver Queen, pq né…

  2. Avatar
    Diogo Azis 10 junho, 2015 at 10:52 Responder

    Na torcida para que Caryl aconteça um dia! Hannibal e Will? Praticamente impossível hahaha..

    Bailey e Richard, não, apenas não! hahahaha

  3. Avatar
    Janyne Bib's 10 junho, 2015 at 17:31 Responder

    Alicia e Finn: Fui feita de otaria mais uma vez.
    Brienne e James: enquanto os dois viverem, continuarei shippando SIM!

    Bailey e Webber eh quase um incesto. sem chance!

Post a new comment