Toy Boy: protagonista era jogador de futebol antes de viver stripper

Jesus Mosquera de Toy Boy, era jogador de futebol

Estrela de Toy Boy, série da Netflix, está com tudo!

Se o mundo dá voltas, esse é o lema de Jesús Mosquera, astro da série espanhola da Netflix – Toy Boy. Um dia, ele estava jogando futebol em um ginásio de Málaga, em Portugal. No outro, ele é um dos astros globais da Netflix.

O novato ator conseguiu o papel da série sensação no Brasil por um acaso – ele foi descoberto, como jogador de futebol, e convidado para fazer um teste de elenco. Inesperadamente, ele foi muito bem. Assim, em pouco tempo, ele estava dando vida a Hugo Beltrán, um stripper que é preso por um crime que não cometeu e que busca justiça para o verdadeiro culpado.

A série foi exibida na Espanha em 2019, pelo Canal Antena 3 – aquele mesmo que exibiu inicialmente La Casa de Papel. E a audiência não foi lá essas coisas. Tanto que a perspectiva era deixar a produção nestes 13 episódios. No entanto, do dia para noite, Toy Boy se tornou fenômeno global pela Netflix. No Brasil figura o primeiro lugar das mais assistidas desde quando estreou, no começo de março.

Estrela de Toy Boy ficou famoso

Um jornal português destacou que a fama de Mosquera já atravessou o Atlântico, mostrando algumas reações de jornalistas e fãs brasileiros. Considerado símbolo sexual, o ator de 27 de anos teve sua fama noticiada, sendo chamado de ídolo na América Latina.

Continua após a publicidade

Mas esse não era o destino que o ator havia planejado para si. Quando criança, ele era extremamente apaixonado por futebol. Foi então que, com 12 anos, Jesús Mosquera começou em ligas infantis. Logo em seguida passou a jogar para várias equipas espanholas, como o Athletic Bilbao e do Málaga B. Mas no ano passado, ele resolveu largar a carreira de futebolista após a oferta – tentadora – de viver um stripper na TV. Um movimento ousado, após ter sido visto por uma produtora de TV, mas que poderia lhe render frutos. Agora podemos falar que rendeu.

Para viver Hugo Beltrán, o ator precisou deixar a cidade Málaga, mudando-se para Madrid. Lá, precisou estudar danças e atuação, antes de filmar qualquer episódio da série. Mas o resultado foi surpreendente. Mosquera parece ser ator desde criancinha.

Símbolo sexual

Certamente, o fato de homens sarados, suados e de cueca na capa da série pode ter chamado atenção. Em uma das cenas, eles dançam como policiais em uma festa de despedida de solteira. Em outro momento, são convidados a satisfazer uma esposa – com o marido olhando. Não é para qualquer um protagonizar esses tipos de cena, mas Jesús Mosquera se sentiu extremamente confortável diante das câmeras. Claro, com muito estudo.

“Tirar a roupa é fácil. Qualquer um pode fazer. Mas dançar tem sido o maior problema pra mim. Estou fazendo aula há quase um ano para poder aprender estes passos, de 3 a 4 horas por dia. Tem sido uma experiência e tanto”, revelou o astro em entrevista ao MSN.

Toy Boy Jésus Mosquera série Netflix

Jésus Mosquera dançando em cena de Toy Boy. Imagem: Netflix/Divulgação.

Ele também garantiu que tirar a roupa na frente das câmeras foi um processo tranquilo. Tentamos levar como algo natural. A produção da série sempre tentou nos deixar confortáveis, e na verdade ficávamos empolgados ao ver que teríamos essas cenas, porque sempre sabíamos que viria confusão depois, brincou o ator.

Trama necessária em Toy Boy

Mas engana-se que Toy Boy seja apenas cenas sensuais. Aliás, elas são até poucas perto do exagero da sensualidade mostrada nos vídeos promocionais. Isso porque, Mosquera mostra outros talentos quando encarna o rapaz acusado injustamente de um crime que não cometeu. Para Jesús Mosquera, inclusive, a série faz um papel necessário de contar a visão do que é ser um stripper. “Na TV espanhola, nunca tinha visto isso. É uma trama arriscada, mas ao mesmo tempo necessária. As pessoas precisam entender que é uma profissão e o que eles passam. Toy Boy é muito mais do que uma série sensual”, destacou.

E com a intenção de mostrar ao público como é ser um stripper, a série embarca em uma história de mistério e assassinato. A trama é mais ou menos assim: Hugo é um stripper requisitado. Tem uma vida de festas e baladas. Mas um belo dia, após festejar com uma de suas amantes, ele acorda sem lembrar de nada do que aconteceu na noite anterior. É então que ele se vê sujo de sangue e próximo de um cadáver carbonizado – que seria o marido da amante. Sete anos se passa, e ele ficou preso – até conseguir uma liberdade condicional. A partir dali, decide fazer justiça contra quem ele acha que o incriminou: a amante.

Por mais que Toy Boy soe muito novela mexicana, por diversos momentos, a série convence para quem está apto a comprar a ideia. E embora algumas atuações possam parecer exageradas demais, Mosquera convence bem como protagonista. Mesmo parecendo um modelo de cuecas, daqueles que você vê em catálogos.

Em entrevistas ele garantiu: futebol agora, só na “pelada com amigos”. O ator quer mesmo investir na carreira e poderá, em breve, estar em um mais novo sucesso. Isso, se a Netflix não resolver renovar Toy Boy para um segundo ano. Público – e tanquinhos sarados – é o que não iria faltar.

Tags Toy Boy
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours