Twin Peaks – 3×06 – The Return – Part 6

Imagem: Showtime/ Divulgação
Imagem: Showtime/ Divulgação

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Esse foi o episódio mais fraco em minha opinião, porque foi bem monótono. A sensação que eu tive ao ver o episódio era de que ele não andava e ficava estagnado no mesmo lugar. A Part 6 começou com o Dougie Jones na saída do seu trabalho, desmemoriado e sem a menor noção da realidade. Jones desconhece o lugar onde mora e, por esta razão, os policiais foram chamados para levá-lo em casa. Essa falta de memória do Dougie/ Cooper tem uma explicação que parece ser simples, mas não é: ele ficou trancado no Black Lodge por 25 anos e, quando Cooper saiu de lá, tudo estava diferente. Não deve ser fácil se reintegrar a sociedade após ficar no Lodge durante tanto tempo.

Continua após a publicidade

Apesar de ter sido o episódio mais fraco dessa terceira temporada, Diane apareceu ~para a nossa alegria. Albert foi atrás de uma mulher que possa resolver todos os problemas do Cooper. Esta tal mulher é nada mais nada menos que Diane. Desde a primeira temporada, sempre desconfiei de que ela realmente existia e não era simplesmente uma invenção do Cooper, afinal, o modo como ele falava no gravador me fez desconfiar de que essa Diane era real.

Continua após publicidade

E não é que estava certa? Diane existe e deve ajudar o Albert e o Gordon a acharem o Cooper. Agora ficam mais incógnitas? Quem é Diane? Uma ex-namorada de Dale ou uma ex-colega de trabalho? Por que ela é tão importante assim na vida de Cooper? Será que Diane sabe das gravações que ele fez durante a investigação do assassinato de Laura Palmer? Como eles conseguiram encontrar a Diane? Conhecendo o trabalho de Lynch é capaz dele não revelar essas incógnitas.

Ainda sobre Diane: Acho que ela será de fato o papel fundamental nesse mistério do Dale Cooper. Ainda acho que será ela quem vai achá-lo e, assim sendo, acabará de vez com esse desaparecimento do Cooper. Acredito que ela seja uma agente da FBI e colaborá com o Albert e Cole. Espero que o reencontrem logo e que Cooper volte a ser como era antes, porque ele como Dougie Jones já está ficando chato e cansativo. Ao mesmo tempo, está sendo legal ver a lenta evolução dele ao conhecer ou até relembrar, embora de forma subconsciente, as pequenas coisas cotidianas como café e os arquivos.

Continua após publicidade

Aliás, esse episódio teve muito gore e violência, situações estas que não são tão corriqueiras assim. Apesar de Twin Peaks ter cenas de violência em alguns episódios, neste houve muito mais e foram cenas bem explícitas como a do atropelamento e do assassinato da mulher.

Sobre o atropelamento, quem atropelou o garoto foi o Richar Horne, que pelo sobrenome, deve ser filho da Audrey e do assassinato. E a outra cena gore do episódio foi o anão matando uma mulher desconhecida. Ambas as cenas foram bem esquisitas, gore e sangrentas e foi desconfortável assistir.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!