UnReal – 2×01 – War

UnReal War 1 MAIOR
Imagem: TV After Dark

 

Continua após publicidade

O segundo melhor drama de 2015, perdendo apenas para Mr. Robot, está de volta ainda mais maduro, mais delicioso, sofisticado e pasmem, ainda mais ácido e com vontade de ir cada vez mais longe, um sentimento que a televisão perdeu um pouco desde o fim de Mad Men Breaking Bad. Todavia, com todos os prêmios que UnReal recebera desde o fim do seu primeiro ano, que incluiu um Peabody AwardsAFI Awards Critic’s Choice Awards, nada mais natural do que o telespectador esperar ainda mais.

Continua após a publicidade
UnReal War 2
Imagem: TV After Dark

Dito e feito. Os roteiristas conseguiram trazer todo aquele clima dark e obscuro de volta, que se mostra mais sólido e bem acabado, o que é impressionante se levarmos em conta o clima já bastante carregado que a primeira temporada possuía. Porém, tamanho esforço acabou deixando a fotografia, pelo menos no início do episódio, simplesmente horrorosa não só porque não souberam como explorar a luz natural da cidade de Las Vegas, como também pelo fato de quase não vermos os atores em cena.

Continua após publicidade

Como falei anteriormente, um dos grandes destaques de UnReal é o roteiro que consegue navegar dentre uma série de problemas sociais, sem reciclar fórmulas, se apegar a clichês ou trazer o mais do mesmo ao telespectador. Para quem pensou que todas as boas ideias foram usadas no primeiro ano, com uma participante secretamente gay, outra assassinada, a insossa e até uma com problemas referentes sua rápida troca de personalidade, ficará bastante surpreso ao saber que não, a fonte está longe de secar. Quem aqui pensou que abordariam a falta de diversidade na televisão?

Confesso que fiquei arrepiado com toda aquela conversa sobre o poder e a importância da televisão na sociedade, reforçando ainda mais a minha adoração pelo roteiro por ironizar alguns problemas sociais que os Estados Unidos enfrentam. Ressalto que me desagrada um pouco essa briga de Rachel com o cameramen, mas gosto da ideia dessa rivalidade entre Quinn e Chad, acredito que podemos ver grandes cenas vindo desses dois ainda.

Continua após publicidade

Em suma, UnReal volta ainda melhor e com uma perspectiva de se firmar como um dos melhores e mais originais dramas na televisão americana. Há alguns problemas a serem corrigidos, mas se dermos uma olhada em tudo que vem sendo produzido atualmente, entenderemos que esses percalços que a série pode ter agora são meras dificuldades de percurso. O melhor de tudo? A terceira temporada já está confirmada para 2017.