Verdades Secretas 2 é mistura de equívocos e cenas picantes

Nova temporada do sucesso foi muito pedida e altamente questionada

Verdades Secretas Globoplay
Imagem: Divulgação/Globoplay
Continua após publicidade

Em 2015, a Globo conseguiu dar um novo ar ao seu horário das 23h, de novelas mais curtas. Verdades Secretas, de Walcyr Carrasco, atraiu um público diferente ao tradicional de folhetins e gerou repercussão maior do que o horário estava acostumado. Apostando na temática sensual e direção apaixonada de Mauro Mendonça Filho, foi sucesso imediato. Com forte apelo no público jovem e ligado na internet, a “novela-série” ganhou mais uma temporada, exclusiva para o Globoplay e o Brasil pergunta: precisava mesmo?

Continua após publicidade

Trama é pretexto

Muito da divulgação feita em torno da nova temporada gira em torno de um fator: s e x o. Assim, ficou fácil deduzir que o número de cenas picantes nesse novo ano seria maior e mais audacioso, por se tratar de um produto feito para o streaming. Mesmo assim, surpreendente foi descobrir que a história que pautava os novos episódios era quase inexistente. O folhetim exige que o público esteja muito interessado em assistir, independente de qualquer coisa, pois a trama criada em torno de Angel e companhia não prende nem aguça. Aliás, muitas vezes, nem tenta.

Atuação da Semana: Rômulo Estrela dribla texto ruim e brilha em Verdades  Secretas 2
Camila Queiroz e Rômulo Estrela em cena. Imagem: Divulgação/Globoplay

O primeiro sinal de boa fé do público é acreditar que levou seis anos para que alguém investigasse o desaparecimento de um milionário como Alex, protagonista da primeira temporada. Maior fé ainda vem ao acreditar que um investigador nada poderoso poderia facilmente começar essa mesma investigação, que pode ter sido impedida no passado por “gente poderosa”.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Leia também: Chicago Fire e Chicago Med estreiam novos episódios no Globoplay

Nada disso deve ser grande desafio, pois a narrativa do investigador vasculhando o passado da protagonista só serve para introduzir os talentos de Rômulo Estrela. E, mais importante ainda, a rotina frenética de pegação entre seu personagem e Angel.

Está motivado o suficiente?

Verdades Secretas 2': o perfil de Giovanna antes e depois da morte de Alex  | Verdades Secretas | Gshow
Imagem: Divulgação/Globoplay

Entre beijos e amassos, os personagens tentam seguir suas vidas. Uma que beira o escrachado é Giovanna, que é promovida de rebelde para totalmente transtornada. Filha do magnata assassinado, a moça tenta colocar as mãos na sua herança provando a morte do pai. Engraçado que as intenções da personagem são anunciadas em sua primeira cena na novela, confrontando a rival Angel. O fato se torna curioso pois a mesma personagem só descobre do que precisa fazer em sua segunda cena, a deixando apenas histérica em sua primeira aparição. Acontece.

Continua após publicidade

Justiça seja feita, a personagem não é a única que sofre de motivação oscilante agúda. A própria Angel de Camila Queiroz, abalada por tantas perdas em sua vida, se torna instável no quesito personalidade. Ora é fria, ora é gentil. As vezes está determinada na vida do book rosa, pois precisa do dinheiro. Em outras, só quer modelar. Até o sotaque do interior da coitada é flutuante, indo e voltando dependendo do clima da cena. Queiroz tenta, mas tem vezes que é difícil!

Continua após publicidade

Novos rostos

Gabriel Braga Nunes e Sergio Guizé entram em 'Verdades Secretas 2'; conheça  os personagens! | Verdades Secretas | Gshow
Imagem: Divulgação/Globoplay

Vale a pena dizer: nem tudo está perdido. Verdades Secretas 2 veio com um bom gás do elenco, tanto o antigo como os novatos, e boas linhas narrativas para explorar. Percy, por exemplo, personagem de Gabriel Braga Nunes, veio com a missão de ser o Christian Gray dos trópicos. Numa trama que gira em torno da sensualidade, nada mais justo do que explorar o universo dos fetiches e diferentes prazeres que existem nesse nosso mundo. Porém, a trama do personagem com Angel é totalmente preterida por qualquer cena da modelo com Rômulo Estrela sem camisa.

Continua após publicidade
Conheça Blanche, 'cafetina' da nova temporada de Verdades Secretas
Maria de Medeiros como Blanche. Imagem: Globoplay

Outra boa nova personagem é Blanche. A nova chefe da agência de modelos já nasceu injustiçada. Interpretada pela atriz portuguesa Maria de Medeiros, a personagem parece ser apenas um tapa buraco. Ocupando a função que era de Marieta Severo na primeira temporada, Blanche parece apenas repetir palavras que foram escritas com outra pesssoa em mente. Em vários momentos isso fica evidente, principalmente em algumas trocas com o carismático Visky (Rainer Cadete). Depois da negativa da veterana da Globo, que desejou se envolver com a nova novela das 21h, pouca coisa parece ter sido reescrita nos roteiros da temporada.

Continua após publicidade

História vão vingar?

Mesmo assim, algumas narrativas podem ser promissoras. A personagem Lara, da estreante Júlia Byrro, é uma aspirante a modelo com desejo de se vingar de Angel. No entanto, suas motivações contra a protagonista são fracas, sinceramente. Mas, por ser o único núcleo da temporada que até agora não girou em torno de apenas sexo, conseguiu um pequeno desenvolvimento que entusiasma o telespectador. Dessa forma, quem sabe, até torcer pela personagem será interessante.

Continua após publicidade

Vale mencionar, além disso, que a atuação de Maria Luísa Mendonça como mãe da jovem traz boa parte da credibilidade para o núcleo. As tramas de Walcyr sempre valorizam os atores experientes.

Verdades Secretas 2: Lara mata padrasto e sela destino terrível da mãe;  saiba qual· Notícias da TV
Júlia Byrro e Maria Luísa Mendonça. Imagem: Globoplay

Muito chão pela frente

Mesmo com tudo que foi dito, o público ainda tem no que acreditar. Entre um vacilo e outro, Verdades Secretas tenta acertar. No entanto, algumas vezes, apelando para o extremo. A estética adotada pela nova diretora, Amora Mautner, é um grande exemplo. O noir forçado goela abaixo do público é um contraste claro com a primeira temporada. Numa São Paulo escura e fabricada, Verdades Secretas 2 mais parece se passar em Gotham City. Entretanto, não se mostra claro o por quê da escolha, além de uma demonstração de que uma nova chefe está no pedaço.

Um alento para o público, Rainer Cadete faz milagre com seu Visky. Junção de alguns estereótipos de cada época em que a trama se passa, o personagem fica carismático e verossímil na mão do ator. Traz risadas mas nunca passa a sensação de algo não-humano, apenas um alívio cômico, como o Crô de Fina Estampa, por exemplo.

Assim, Verdades Secretas 2 erra, mas sempre parece ser na tentativa de acertar. Na maioria das vezes, pelo menos. Num ano de pouco conteúdo inédito para os fãs de novela, a trama entrega um produto brasileiro que diverte ao acompanhar, seja pelo drama dos personagens ou o drama de aguentar certos equívocos do roteiro. Acima de tudo, ele tenta e por isso vale a pena tentar também.

E então, você gostou da produção?

Nota: 3/5