VideoMix: 5 cenas que deixarão saudades de Californication

Depois de 7 temporadas, Californication chegou ao fim na semana passada, com um dos melhores episódios já exibidos ao longo da série. Criada por Tom Kapinos (Dawson’s Creek), a série conta a história de Hank Moody (David Duchovny, de Arquivo X), um escritor nova iorquino viciado em sexo e com uma conturbada relação com sua ex-namorada Karen (Natascha McElhone, de O Show de Truman) e sua filha, Becca (Madeleine Martin).

Continua após as recomendações

Com locação em Los Angeles, Californication tinha um roteiro dividido entre cenas de sexo que chegavam a ser engraçadas e cenas dramáticas, com ótimos diálogos entre os personagens. É por isso que o VideoMix dessa semana lembra 5 cenas importantes do seriado ao longo desses 7 anos. (e todas com o objetivo de fazer você parar de ler esse texto, ir assistir a série e se apaixonar por Hank Moody).

 

Continua após a publicidade

  • Diálogos entre Hank e Becca (02×07 – “In a Lonely Place”)

A relação entre Hanky e sua filha Becca sempre foi complicada. Ela sempre foi o motivo no qual Hank continuava em busca da felicidade ao lado de sua amada, Karen. Ao longo das temporadas e com o crescimento da personagem, os diálogos entre eles dois foram ficando cada vez melhores. Nesse, vemos Becca ainda criança dando uma “lição de moral” em Hank sobre paternidade

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=1TTON4qRshQ [/youtube]

 

  • Charlie Runkle (05×05 – “The Ride Along”)

Charlie Runkle é, além de agente, o melhor amigo de Hank. Em 7 temporadas, o personagem se mete em tanta confusão que as vezes é impossível não sentir pena. Uma delas é quando, junto com Samurai, ele e Hank decidem dar uma volta pela cidade com a viatura da polícia… Pena que as coisas não terminaram tão boas assim pra Charlie, que acabou sendo enganado por uma prostituta, OHWAIT!

 

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=wj_zXoq1fgc[/youtube]

 

  • Morte de Lew Ashby (02×12 – “La Petite Mort” )

Lew Ashby foi um dos melhores personagens que passou pela trama. Ex-integrante de uma banda de rock, Lew procura por Hank para que ele escreva sua biografia. Nesse meio tempo, descobrimos que Lew é um Hank do mundo da música e que ambos compartilham a mesma frustração de não consiguirem permanecer ao lado da pessoa amada.

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=9GVypc1NIQc[/youtube]

 

  • Carta de Hank para Karen (02×10 –  “In Utero”)

Em um dos melhores episódios da série, vemos um flashback do relacionamento entre Karen e Hank, quando ela descobre que está grávida e que Kurt Cobain havia morrido. No final, temos uma linda carta de amor de Hank para Karen, que se tornou um marco na série e mostrou quem era Hank Moody, um cara bagunçado e cheio de incertezas quanto ao futuro.

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=lPetLkhLoC0&hd=1[/youtube]

 

  • Prisão de Hank (03×12 – “Mia Culpa”)

Ao longo de 3 temporadas, vimos a história de Hank e Mia, uma garota que ele conhece no piloto da série e acaba descobrindo que ela nada mais é que a filha do novo namorado de Karen. Depois de várias confusões, obra literária roubada e ameaças, Mia decide processar Hank por estupro. Isso tudo sem Karen saber. Em uma cena linda, com Rocket Man (música que virou símbolo do personagem), e uma aflição no peito, Hank conta para Karen toda a história e acaba sendo preso. Pra mim, é a melhor cena de todo o seriado.

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=hTT3FeS0UaQ&hd=1[/youtube]

 

E pra vocês? Qual a melhor cena de Californication? Deixe sua opinião nos comentários e até a próxima semana!

 

Avatar

2 comments

Add yours
  1. Avatar
    Rubens Rodrigues 8 julho, 2014 at 08:49 Responder

    Que ótima seleção, Luana!

    In Untero e Mia Culpa realmente são os melhores episódios da série, na minha opinião. Tanto pelo apelo dramático quanto pelo que eles significam para o desenvolvimento da trama. Lembrar de Lew Ashby é essencial. Foi um dos melhores personagens que já passaram pela série, como você citou, e ajudou a fazer uma temporada memorável.

    E o que falar de Becca? A relação dela com o Hank é o mais importante de tudo. No meio da relação dele com Karen, e os problemas que ele (sempre) arranja, é a Becca que estabelece o equilíbrio. Com seu bom senso ela muitas vezes acabou se mostrando a mais “adulta” no meio dessa bagunça toda.

    Californication durou mais do que devia, acredito que é válido pensar assim. Não dá pra esquecer, porém, que a série entregou várias temporadas de qualidade que pelo menos pra mim marcaram época. A trilha sonora sensacional, de vez em quando servindo como auto referência, também marcou bastante. Vai deixar saudades!

  2. Avatar
    Rubens Rodrigues 8 julho, 2014 at 08:49 Responder

    Que ótima seleção, Luana!

    In Untero e Mia Culpa realmente são os melhores episódios da série, na minha opinião. Tanto pelo apelo dramático quanto pelo que eles significam para o desenvolvimento da trama. Lembrar de Lew Ashby é essencial. Foi um dos melhores personagens que já passaram pela série, como você citou, e ajudou a fazer uma temporada memorável.

    E o que falar de Becca? A relação dela com o Hank é o mais importante de tudo. No meio da relação dele com Karen, e os problemas que ele (sempre) arranja, é a Becca que estabelece o equilíbrio. Com seu bom senso ela muitas vezes acabou se mostrando a mais “adulta” no meio dessa bagunça toda.

    Californication durou mais do que devia, acredito que é válido pensar assim. Não dá pra esquecer, porém, que a série entregou várias temporadas de qualidade que pelo menos pra mim marcaram época. A trilha sonora sensacional, de vez em quando servindo como auto referência, também marcou bastante. Vai deixar saudades!

Post a new comment