VideoMix: Sem Cortes – Os 5 Melhores Planos-sequência da TV

VideoMix2509

Alguns dizem que o corte é a morte de uma cena, a quebra da realidade, a prova de que o filme/série de TV é apenas uma peça de ficção. Talvez seja por isso que vários diretores sejam devotos dos planos-sequência. O plano-sequência é a filmagem de uma ação contínua, sem cortes, geralmente durando mais de um minuto. Tudo é feito em um take, sem pausas. É uma das melhores formas de imprimir veracidade a uma cena.

Nossas vidas, afinal, não possuem cortes, não são editadas de forma que tudo fique organizado e bonito. Tudo acontece em sequência, em uma sucessão de cenas inesperadas. Com isso em mente, vários artistas criaram sequências magníficas no cinema e na televisão. Filmes e episódios inteiros foram feitos em um só take, com poucos ou nenhum corte. O último vencedor do Oscar, Birdman, foi inteiramente filmado em longos planos que, juntos, dão a sensação de que a história é contada de uma só vez, sem pausas. VideoMix de hoje separou cinco cenas sem cortes que marcaram o mundo das séries de TV.

Continua após a publicidade

1 – True Detective, Ep.: Who Goes There. Dir.: Cary Fukunaga

Um dos mais notórios planos-sequência dos últimos anos vem da primeira temporada de True Detective. Dirigido por Cary Fukunaga, o episódio traz uma longa sequência de seis minutos sem cortes e muita ação misturada com tensão. É um momento fantástico e foi um dos grandes motivos que levaram o diretor a vencer o Emmy de Melhor Direção em 2014.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=s_HuFuKiq8U[/youtube]

2 – Daredevil, Ep.: Cut Man. Dir.: Phil Abraham

O segundo capítulo de Daredevil trouxe uma sequência de tirar o fôlego. O Demolidor, ainda em seu traje negro, invade um prédio e quebra o pau em um estreito corredor. Uma cena de luta pra ninguém botar defeito.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=PJi6Ip9iVMU[/youtube]

3 – Game of Thrones, Ep.: The Watchers on the Wall. Dir.: Neil Marshall

Não é um plano-sequência muito longo, mas a escala épica é tão grande que a cena merece destaque na lista. O momento mostra o ápice da batalha do nono episódio da quarta temporada de Game of Thrones.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=2c3ZNQPWxvk[/youtube]

4 – ER, Ep.: Motherhood. Dir.: Quentin Tarantino

Pouca gente sabe, mas Quentin Tarantino dirigiu um episódio da primeira temporada de ER, uma série marcada por ter várias sequências sem cortes que traziam o cotidiano do plantão médico de forma dinâmica e marcante. A cena abaixo é apenas uma dentre os ótimos momentos da série.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=otIFD3YOsH0[/youtube]

5 – The X-Files, Ep.: Triangle. Dir.: Chris Carter

O terceiro capítulo da sexta temporada de The X-Files pode ser resumido em uma palavra: ousadia. Em 1998, Chris Carter foi além das convenções e concebeu um episódio rodado com base em longos takes. É claro que existem vários cortes escondidos nas sequências, mas o trabalho de câmera é notável. Abaixo vai apenas um breve momento do episódio.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=V7_Hn5oiO0w[/youtube]

Matheus Pereira

Matheus Pereira

Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.

5 comments

Add yours
  1. Caroline Marques
    Caroline Marques 25 setembro, 2015 at 00:32 Responder

    Ctza que aquele tiroteio de TD S2 ep 4 não foi desse tipo de sequência?! Eles elogiaram tanto a cena por ser assim corrida!

    • Matheus Pereira
      Matheus Pereira 25 setembro, 2015 at 14:46 Responder

      Aquela cena da S2 foi mesmo ótima, Carol, mas não foi filmada em plano-sequência. A ideia do post foi reunir só cenas sem cortes, filmadas de uma só vez. Procurei a cena no youtube, para assisir novamente, e ela é realmente filmada do modo convencional, com várias câmeras e diversos cortes. É ágil e dinâmica, mas não em sequência.

    • Matheus Pereira
      Matheus Pereira 25 setembro, 2015 at 16:51 Responder

      ER foi uma das séries mais ousadas, tecnicamente falando. Não tinha empecilho. Aquela conversa de que TV não tem a mesma qualidade de Cinema, ou que não tem condições de fazer algo novo e bom, nunca existiu pra série. Com pouco recurso e prazos limitados, eles faziam grandes cenas. O próprio piloto tem ótimos planos-sequência. Este da lista é um dos mais famosos por ser dirigido pelo Tarantino pouco depois de ter feito sucesso com Pulp Fiction.

Post a new comment