Vitória de Donald Trump será tema de nova minissérie da HBO

Imagem: The New Yorker

Uma das eleições mais não-convencionais, surpreendentes e inexplicáveis que os Estados Unidos (talvez o mundo) já tenha visto, será tema de uma nova minissérie da HBO. O projeto, entretanto, pretende mostrar como Donald Trump foi do candidato desacreditado ao cargo mais importante e poderoso do mundo.

Jay Roach ficará responsável pela direção, onde fará a produção executiva com Tom Hanks e Gary Goetzman. As partes já trabalharam juntas num dos melhores trabalhos da televisão americana, o telefilme Game Change, sobre a campanha eleitoral de 2008 que venceu vários Emmys, inclusive para Julianne Moore por interpretar Sarah Palin.

Continua após a publicidade

A base do projeto será o terceiro livro, ainda inédito, de Mark Halperin e John Heilemann da série Game Change, onde além das eleições de 2008, também falou sobre a campanha de 2012 e que, agora, propõe um olhar na de 2016.

Mesmo que ainda não possua roteirista contratado, é provável que Danny Strong, o mesmo de Game Change e co-criador de Empire, seja chamado para o projeto. “Nós estamos muito contentes em dar continuidade ao relacionamento de Mark Halperin e John Heilemann, cujos livros lançaram um padrão da cobertura política e a melhor forma de narrar uma campanha presidencial,” disse Len Amato, Presidente da HBO Films, em nota à imprensa.

“Reunindo o diretor e produtores executivos de Game Change, Jay Roach, Tom Hanks e Gary Goetzman com Mark e John para um projeto baseado no seu livro inédito, promete-se um olhar único e de impacto nos eventos da política americana moderna,” concluiu o executivo.

Já existe outro projeto roteirizado cujo tema será a campanha de 2016. Ryan Murphy recentemente afirmou que a próxima temporada de American Horror Story usará o pleito eleitoral do ano passado como base para sua história, apesar de não trazer atores interpretando nem Hillary Clinton nem Donald Trump.

Anunciou-se também, segundo a Vulture, que uma minissérie da equipe do longa A Hora Mais Escura também usará as eleições de 2016 como base, mas ainda sem um canal definido para sua exibição quiça uma previsão de estreia.

Fonte: Deadline

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours