Will & Grace: quando os gays chegaram ao horário nobre livre de estereótipos

willandgrace

Continua após publicidade

                                                 Imagem: Divulgação/NBC

Continua após a publicidade

Em tempos de crise de criatividade na televisão americana é impossível não sentir saudades de 1998, quando a NBC deu um passo super ousado e colocou no ar uma das mais bem sucedidas comédias que já foi ao ar: Will & Grace. Retratando a amizade entre o advogado Will Truman (Eric McCormack) e a decoradora Grace Adler (Debra Messing), a série se diferenciou por ser a primeira trama a ter um protagonista assumidamente gay. E o melhor: longe dos estereótipos que até então eram costumeiros nos personagens homossexuais. Will era bem sucedido, não afeminado, não promíscuo e quase bem resolvido.

Continua após publicidade

São os conflitos entre um homem gay e sua melhor amiga que deram a tônica à trama. Problemas de relacionamento, familiares e profissionais eram os catalisadores da história, que também contava com um grande trunfo: personagens de apoio sensacionais. Como não sentir saudades de Jack e Karen, os outros integrantes da turma, que sempre nos faziam rir com sua completa falta de noção?

Jack (Sean Hayes) era um ator sempre em busca dos holofotes, e formava uma dupla impagável com a socialite Karen, que trabalhava como secretária de Grace como uma espécie de hobby. A personagem era politicamente incorreta, engraçadíssima e perfeitamente interpretada por Megan Mullally.

Continua após publicidade

A série, que era filmada em um teatro com a presença da plateia, conquistou o público de tal maneira que era fácil convencer  super astros a fazerem participações especiais. Sente o naipe de quem deu as caras nos episódios ao longo de oito temporadas: Madonna, Cher, Britney Spears, Elton John, Ellen Degeneres, Kevin Bacon, Jennifer Lopez e Janet Jackson, entre outros.

O último episódio foi ao ar no dia 18 de maio de 2006, e desde então os quatro atores principais nunca mais conseguiram se destacar da mesma maneira – embora Megan Mullally seja figurinha fácil em sitcons como Parks and Recreation. Recentemente, surgiram boatos de que uma reunião do elenco iria acontecer, mas assim como com Friends, se mostraram falsos. Infelizmente, a gente só vai ficar na saudade.