Xena, a inesquecível princesa guerreira

Pensar na infância, é lembrar de um milhão de coisas que nos causam uma nostalgia tremenda. É lembrar de como os momentos se desenrolaram, é lembrar do que você sentia, é lembrar da roupa que vestia, do cheiro… Não sei vocês, mas eu sou assim com memórias, quando realmente marcou, tudo que envolveu aquele momento retorna, como se fosse possível reviver o passado. E é esse tipo de lembrança que tenho (e acredito que muitos tenham também) com Xena, a nossa eterna Princesa Guerreira.

Naquele tempo, com toda aquela inocência, Xena até parecia uma série para crianças. E quem de nós, pelo menos as meninas, nunca se inspirou nela para enfrentar os probleminhas de colégio? Uma mulher forte, independente, líder nata, era o que muitas de nós gostaríamos de ser naquela época. O tempo passou, descobrimos que Xena na verdade não era para crianças, mas e daí? Continuamos amando aquela mulher poderosa.

 

Transmitida aqui pelo SBT e pela Record, Xena foi uma das séries de maior sucesso da televisão, tendo sido exibida em cerca de 108 países ao redor mundo. A série foi listada em décimo na lista das 25 Melhores Séries de Culto da História pela revista TV Guide, também sendo a primeira a reunir fãs em todo mundo (o chamado Fandom), que se conectavam pela Internet para discutir cada episódio e personagem. O Fandom continua ativo na Internet até hoje.

Continua após a publicidade

Com 134 episódios e 6 temporadas, a série que surgiu como um spin-off de Hércules,  foi transmitida entre 4 de setembro de 1995 – 18 de junho de 2001. Lançou para o estrelato, e LACROU em nossos corações (apenas para sempre) as lindas Lucy Lawless e Renée O’Connor. Principalmente Lucy que até hoje, mais de 10 anos depois, ainda causa furor ao aparecer em eventos voltados para os apaixonados por séries, como a Comic Con.

A série detalha as aventuras da ex-assassina Xena, que procura redimir-se em uma missão para compensar seu passado sangrento. Ela volta para sua terra natal, e é acompanhada em suas viagens por Gabrielle, uma jovem mulher que se torna sua melhor amiga, confiável aliada, e tudo mais. Porque sim gente, rolou vários beijos entre as duas, e a dúvida que surge agora é se alguma dessas cenas passou no SBT ou Record. Certamente não, mas para quem não viu nenhum trazemos aqui uma seleção.

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=tn4eky7n0Cg[/youtube]

 

Precursora em muitos sentidos, Xena é uma série para se amar. Vontade de fazer uma maratona hein!

Letícia Bastos

Letícia Bastos

Publicitária, social media, mangaká e dançarina em protestos. Também sou apaixonada por séries e admito que novelas são meu Guilty Pleasure. Apaixonada por comédias cult/pop/nerd, ainda pretendo fundar uma seita para os Adoradores de Arrested Development. Aqui no Mix sou editora de Realitys Show e escrevo as reviews de todos os realitys do mundo, como Masterchef BR, The X Factor UK e BR, The Voice US, AUS e BR, BBB e RuPauls Drag Race.

12 comments

Add yours
  1. Avatar
    Douglas Couto 6 junho, 2014 at 01:12 Responder

    Sempre tive vontade de pegar pra ver direito, acho que na aleatoriedade devo ter visto umas 4 temporadas. Muito bacana lembrar.

    • Avatar
      Douglas Couto 6 junho, 2014 at 01:22 Responder

      PS: Um dia desses ouvindo um top no Watch Mojo, fui ouvir eles falando de séries, quando do nada: ZENA. Eu ia morrer sem saber que pronunciava assim, mesmo sabendo que em inglês X tem som de Z. Já é tão normal ler Xena kkkkkkk

  2. Avatar
    Luana Siebra Andrade 6 junho, 2014 at 04:00 Responder

    Os gente, claro que a Gabrielle era só a melhor amiga/companheira da Xena hahaha. SBT nunca mostrou esse outro lado delas duas 😛
    Ótimo texto, Letícia! Relembrou minha infância corrompida pelo patrão Silvio Santos, hahaha

  3. Avatar
    Luana Siebra Andrade 6 junho, 2014 at 04:00 Responder

    Os gente, claro que a Gabrielle era só a melhor amiga/companheira da Xena hahaha. SBT nunca mostrou esse outro lado delas duas 😛
    Ótimo texto, Letícia! Relembrou minha infância corrompida pelo patrão Silvio Santos, hahaha

  4. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 6 junho, 2014 at 09:42 Responder

    Melhor texto do Memórias em Série disparado. E assim, Xena é um clássico. Me lembro que me amarrava assistir. Bacana é que, eu nao me lembro das cenas lesbicas ahhashasha tenho quase certeza que elas eram cortadas! Fiquei surpreso hahaha nao sabia disso.

    Parabéns Lê 😀

  5. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 6 junho, 2014 at 09:42 Responder

    Melhor texto do Memórias em Série disparado. E assim, Xena é um clássico. Me lembro que me amarrava assistir. Bacana é que, eu nao me lembro das cenas lesbicas ahhashasha tenho quase certeza que elas eram cortadas! Fiquei surpreso hahaha nao sabia disso.

    Parabéns Lê 😀

  6. Avatar
    Rubens Rodrigues 6 junho, 2014 at 19:50 Responder

    Nossa, Lê, boa lembrança! Muita gente vira o nariz pra Xena e eu não sei porquê, mas certamente é uma série que marcou bastante gente. Aliás, talvez nem seja a série em si, mas como você bem destacou no texto, é a figura da mulher poderosa que é sempre marcante. Acho a Lucy Lawless fantástica, e ela só fica mais linda com o tempo. Mostrou que realmente é uma ótima atriz em Spartacus e está sempre engajada em boas causas. Ótimo texto!

  7. Avatar
    Rubens Rodrigues 6 junho, 2014 at 19:50 Responder

    Nossa, Lê, boa lembrança! Muita gente vira o nariz pra Xena e eu não sei porquê, mas certamente é uma série que marcou bastante gente. Aliás, talvez nem seja a série em si, mas como você bem destacou no texto, é a figura da mulher poderosa que é sempre marcante. Acho a Lucy Lawless fantástica, e ela só fica mais linda com o tempo. Mostrou que realmente é uma ótima atriz em Spartacus e está sempre engajada em boas causas. Ótimo texto!

  8. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 6 junho, 2014 at 20:02 Responder

    Xena, o meu amor de pré-adolescente <3

    Excelente texto Let, o segundo melhor, pq o da Punky ainda tem um espaço especial pra mim

  9. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 6 junho, 2014 at 20:02 Responder

    Xena, o meu amor de pré-adolescente <3

    Excelente texto Let, o segundo melhor, pq o da Punky ainda tem um espaço especial pra mim

Post a new comment