Young Sheldon: mesmo sem Big Bang Theory, série está marcando boa audiência

Young Sheldon

Mesmo sem a ‘série mãe’, comédia vai “muito bem, obrigado”

Quando a CBS anunciou a produção de Young Sheldon em 2017, muitos analistas corretamente previram que o canal estava pensando num futuro sem The Big Bang Theory. O futuro chegou com a temporada 2019-2020 e o resultado é, como esperado, bastante sólido e acima da média da emissora.

À luz do que a série faz linearmente, isto é a audiência que conquista exibida na televisão tradicional, seus números são competitivos. Extraindo o Thursday Night Football, inegavelmente a líder da noite, a comédia venceu Grey’s Anatomy no total de telespectadores por uma margem bastante saudável. Foram 7,94 milhões contra 5,74 milhões de telespectadores da série médica.

Já no demográfico alvo de 18 a 49 anos, aquele grupo de pessoas que mais interessa aos anunciantes, o spin-off de Big Bang ficou em segundo lugar, extraindo os esportes, com uma distância de 0.2 para Grey’s Anatomy (1.2). Além disso, lembra-se que toda a grade de programação da CBS na quinta-feira vem registrando números respeitáveis. Principalmente se compararmos com o desastre que a NBC vem se mostrando.

Continua após a publicidade

The Unicorn, o lead-out de Young Sheldon, está atualmente com uma média de 0.75. Seguido de Mom com 0.8, Carol’s Second Act fazendo 0.70 e a recém renovada Evil com 0.62.

Claro que isso não chega perto do estouro que The Big Bang Theory fazia, mas já é uma certeza de que Young Sheldon deverá continuar este legado por mais alguns anos na TV. E você, acompanha a série?

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours