Atrizes de Supergirl e Arrow defendem mulheres vítimas de assédio sexual

Imagem: The CW

As atrizes Melissa Benoist e Chyler Leigh, da série Supergirl, e Emily Rickards, que interpreta Felicity na série Arrow, usaram as redes sociais para se posicionarem em prol das vítimas de abusos sexuais pelos executivos de Hollywood. Querem “mudar a regra” que permite a impunidade aos agressores.

Os comentários foram depois que o produtor executivo de Arrow, Andrew Kreisberg, foi acusado de assédio sexual e afastado da Warner.

No Twitter, Benoist diz apoiar a igualdade e a causa feminista. Confira tradução abaixo:

Eu sou uma mulher que protagoniza uma série que fala sobre igualdade e feminismo, empoderamento e lutar pelo que é certo. Eu sempre tentei que minhas ações pessoais também fossem assim. Infelizmente, a série e minha carreira fazem parte de uma indústria que nem sempre espelha esses sentimentos. É de partir o coração e às vezes me sinto desamparada. Sei que não sou a única a me sentir assim, mas sou otimista. Eu acredito que uma última chance é possível e quando alguém é maltratado, é preciso um local seguro para falar a verdade e ser ouvido. E quando pessoas cometem crimes ou assediam outras pessoas, elas devem sempre serem responsáveis pelos seus atos – não importa qual meio trabalhem, ou quanto poder elas têm. Eu já falei sobre isso no passado – publicamente e não publicamente – e continuarei falando. Todas nós deveríamos, sem medo ou vergonha. Esta semana, retornarei às gravações de Supergirl ainda mais comprometida para fazer parte da mudança, escutando quando as pessoas falarem e me recusando a aceitar um ambiente que seja nada menos que seguro, respeitoso e colaborativo. – Melissa. “

Chyler Leigh postou uma foto no Instagram e citou Maya Angelou, escritora e ativista dos direitos das mulheres: “Toda vez que uma mulher se defende sozinha, sem saber se era possível, ela defende todas as mulheres”.

Emily Rickards postou no Twitter, pouco depois que Marc Guggenheim, produtor da série que a atriz está atualmente, dizer que existe “sexismo reverso” e que acusar todos os homens com a mancha de Weinstein não é a solução.

A atriz declarou: “Para os homens que cometem assédio, que perpetuam a cultura do estupro, que fingem não ver o que acontece e reclamam sobre ‘sexismo reverso’: vocês são fracos e cúmplices. Para os homens que encontraram a força para falar, para as mulheres que ajudam umas às outras e para as mulheres que estão encontrando suas vozes: você pode. Vocês são heroínas.”

Fonte: TV Line

Comments

comments

About analuiza