Audiência – Análise de 19/05 a 25/05: Casamento Real, The Middle, The Flash e mais

Audiência, Análise de Audiência, Audiência do Casamento Real, The Middle, The Flash, Billboard Music Awards, Law & Order_ SVU
Imagem: Will Heath/NBC; Ben Stansall/AP; ABC/Michael Ansell; Reuters/Divulgação; NBC/Divulgação; CW/Divulgação

Como de costume, temos muito o que analisar nesta semana. Isso porque foi última semana da temporada 2017-2018 (foi intenso, né?), o que significa muitos finais de temporadas e algumas estreias de Summer.

Dentre os nossos destaques, temos os números do Casamento Real, a Series Finale de The Middle, sem contar com os finais de RoseanneThe FlashAmericna Idol e o The Voice. Sem, claro, deixar de comentar o que aconteceu na primeira exibição do Billboard Music Awards na NBC. Preparados?

Então vamos aos números.

ABC

A exibição de American Idol no domingo despencou 0.4 em relação a semana passada, deixando o programa nos medianos 1.3 no demo às vésperas da sua Season Finale. No lead-outDeception caiu (0.1) para 0.6, mostrando que a decisão da ABC em cancela-la foi provavelmente acertada.

Já na segunda-feira, tivemos uma noite ocupada. Às 2oh, a Season Finale da micro temporada de Dancing with the Stars fez 1.1 no demo, além de atrair a maior plateia da noite: 8.77 milhões de telespectadores. Em seguida, o final da 1ª temporada do revival de American Idol fez 1.6 no demográfico alvo, um pulo de 0.3 em comparação com o domingo.

A terça-feira foi um dia especial na ABC. Mesmo que a noite tenha começado com um Season Low para Roseanne (2.5) ao cair 0.1 em relação a semana anterior, tivemos o Series Finale de The Middle. Apoiada por uma grande campanha de marketing e uma maratona que ocorreu durante toda o dia na Freeform, a comédia terminou com 1.8 e 1.6 às 20h30 e 21h, respectivamente. Esse são os seus melhores números desde o início abril. Significamente maiores que o final da 7ª temporada (1.2) e na linha do término do 6º ano (1.6).

E ainda,

Ainda na terça-feira, a Season Finale de Splitting Up Together registrou 1.0, o que nos mostra seu incrível caso de estabilidade há quase quatro semanas. Vale ressaltar que este foi seu melhor total de telespectadores desde 01º de março. Já às 22h, o Season Finale de For The People manteve os números do demo da semana anterior (0.5). A série jurídica, vale lembrar, terminou sua primeira temporada com uma média de 0.63. O único original da quinta-feira foi What Would You Do? que fez 0.8, os mesmos da Season Premiere.

Na sexta-feira, a “estreia” de Quantico no dia fez 0.4, uma estabilidade em comparação com sua última exibição (03/03), onde marcou 0.4 no demográfico alvo. Esse resultado faz com que se pergunte qual seria o futuro de Quantico hoje se desde o princípio fosse exibida nesta dia. Até porque o drama marcou a sua *segunda* melhor audiência no total de telespectadores desta temporada: 2.67 milhões de telespectadores.

NBC

Imagem: NBC/Divulgação

No sábado, a Season Finale (estrelada) de mais uma excelente temporada do Saturday Night Live fez 1.9 no demográfico alvo (18-49 anos) em 25 mercados de mídia. Esses foram os melhores números do humorístico desde 07 de abril (2.0 no demo alvo 18-49 anos), quando Chadwick Boseman foi o apresentador.

Billboard Music Awards fez 2.4 no demográfico alvo, uma queda de apenas 0.2 em comparação com a exibição da ABC em 2017. Números positivos para NBC uma vez que conseguiram promover todas as pratas da casa (elenco de This Is Us; Padma Lakshmi do Top Chef; Andy Cohen do Bravo), além de fazer uma cobertura completa ao usar seus braços na TV a cabo.

Na segunda, a primeira parte da final do The Voice fez 1.5 (-0.1), enquanto Running Wild continua caindo ao oscilar de 0.8 para 0.7, mas vale lembrar que o reality show sempre funcionou melhor na Summer Season do que na temporada regular. No dia seguinte, a Season Finale do The Voice fez 1.5, os mesmos números do dia anterior, mas bem longe das finais passadas: 2.0/13ª temporada; 1.9/12ª temporada; 2.4/11ª temporada; 2.1/10ª temporada.

Por fim, 

Season Finale de duas horas de duração de Law & Order: SVU foi bem. A série cresceu 0.2 em relação a semana anterior (1.0 x 1.2), mas apresentou uma pequena queda dos 1.3 registrados na final de 2017. Já na quinta-feira, a NBC exibiu uma noite especial. Começando com Celebrity Ninja Warrior (0.8), seguindo com Hollywood Game Night (0.8) e concluindo com o tão divulgado Red Nose Day (0.5). Números que parecem brincadeira de criança perto do que a atração faz no Reino Unido.

Na sexta-feira, a NBC exibiu dois episódios da ainda não cancelada ChampionsSeason (ou Series?) Finale marcou 0.4/0.3, uma manutenção e uma leve queda, respectivamente, em comparação com sua última exibição (05/03), onde marcou 0.40 no demográfico alvo. Vale lembrar que a comédia destacou-se também no seu total de telespectadores. Foram 1.90 milhão de pessoas (às 20h), o segundo melhor da noite e a melhor marca desde 04 de maio.

FOX

Numa noite recheada de finais na Fox, dois episódios de Bob’s Burgers marcarem 0.7 e 0.7, em ambos os horários. The Simpsons fez 0.8, que são 0.1 a menos daqueles de 2017. O último episódio de Brooklyn Nine-Nine na Fox fez 0.8, que são os mesmos da semana anterior, mas acima daqueles números de 2017 (0.7 e 0.6). Por fim, Family Guy caiu 0.1 em relação a semana anterior (0.8 x 0.9) e 0.2 a menos que a Season Finale de 2017.

Na segunda-feira, o Miss USA continua perdendo fôlego e relevância. A competição de beleza marcou 0.6 no demográfico alvo, uma queda de 0.2 em comparação com 2017 (quando foi exibida num domingo) e de 0.5 com os números de 2016. No número total de telespectadores, ainda mais problemas. Foram 2.9 milhões no ano passado e apenas 2.3 milhões neste.

O comentado (e impactante) Season Finale de Empire fez 1.7 no demográfico alvo, uma subida de 0.1 em relação a semana anterior, mas uma queda impressionante de 0.8 em comparação com a despedida de 2017. Em seguida, o final de Star fez 1.3, mesmos números do seu episódio mais recente e uma reprise do que o drama fez no seu final do ano passado.

Continua após a publicidade

CBS

Season Finale de duas horas de NCIS: Los Angeles marcou 0.8, que são os mesmos números da semana anterior, mas 0.4 a menos daqueles registrados em 2017. Já para a despedida de Madam Secretary, a série fez 0.6, os mesmos da semana anterior, mas que são 0.1 inferiores com os números do ano passado.

Rodeado de reprises na segunda-feira, a Season Finale de Man with a Plan fez 1.0, enquanto Elementary caiu de 0.6 para fracos 0.5. Único inédito na terça-feira, o Season Finale de NCIS fez 1.3, que são 0.1 a mais do que na semana passada, mas inferiores aos do ano anterior (1.5).

Na quarta-feira, o final da temporada de Survivor foi frustrante. O reality show perdeu 0.1 em relação a semana anterior, mas um tombo de 0.5 comparado com 2017. Isso mesmo, 0.5 de queda. Por fim, nas preliminares de sexta-feira, Undercover Boss: Celebrity Edition marcou 0.5, uma queda em comparação com a semana anterior, onde marcou 0.60 no demo alvo.

Continua após a publicidade

CW

Mesmo com o lead-in da partida de Baseball entre Glenbard North e o Hoffman Estates, exibida pela WPIX 11 (afiliada no mercado de Nova York), Supergirl (0.4) e iZombie (0.2) caíram 0.1 em relação a semana anterior. Esta foi a última exibição das duas na temporada regular, isto é na próxima semana elas entram na Summer Season. Será interessante ver como que a série estrelada pro Melissa Benoist funciona.

Na terça-feira a aguardada Season Finale de The Flash fez ótimos 0.8, seus melhores números desde fevereiro. Entretanto, é abaixo dos 1.1 feitos em 2017. Em seguida, The 100 repetiu seus 0.3 da semana passada. Na sexta-feira, Life Sentence repetiu seus 0.1 da semana anterior, enquanto a estreia da 2ª temporada de My Last Days repetiu os 0.2 do primeiro ano.

Ano da Mulher: Edição 2018

Stacey Abrams, Hillary Clinton, Lupe Valdez, Eleições, NY Dem Convention
Imagem: Jorge Sanhueza-Lyon/ Kut; AP Photo/Julie Jacobson (02)

Na terça-feira (22) foram realizadas uma nova rodada de primárias, desta vez em quatro estados do Sul: Kentucky; Georgia, Texas e Arkansas. Embora apenas os mercados de Atlanta, Houston e Dallas sejam importantes, o Mix de Séries apurou que nenhuma afiliada interrompeu a programação nacional para trazer resultados em tempo real. Toda cobertura foi feita nos telejornais locais a partir das 23h.

Outro evento político da semana, desta vez na quarta-feira 23, foi o início das convenções partidárias de ambos os partidos no estado de Nova York, sem contar como uma parada do presidente em Long Island. Nenhum dos eventos teve cobertura ao vivo, onde os destaques, incluindo a fala de Hillary Clinton e Donald Trump (!!!), restrita aos telejornais locais.

TV a Cabo

Imagem: Divulgação

No sábado, um quentíssimo (perdão pelo trocadilho) Fahrenheit 451 foi visto por 1.10 milhão de pessoas sendo estas 0.26 no demográfico alvo. Se levarmos em conta a tabela que idealizamos em abril, o telefilme estaria em sétimo lugar, empatado com Henrietta Lacks, na lista dos filmes mais assistidos da HBO nos últimos anos.

Vencendo a concorrência com folga, Fear The Walking Dead derrapou poucos 0.03 para 0.082, sendo que em seguida Into The Badlands teve uma pequena queda para 0.38. Na HBO, o tão comentando episódio de Westworld perdeu fôlego ao cair 0.04 para 0.59. Killing Eve perdeu 0.03 para 0.11.

Já na Showtime, a noite começou com a Season Finale (excepcional) de The Circus com 0.03 no demográfico, seguiu com I’m Dying Up Here caindo para 0.05 e terminou com Billions perdendo 0.04 para 0.24. Por fim, os comentados, porém pouco assistindos, Sweetbitter (0.05) e Vida (0.03) continuam dando dor de cabeça para Starz com esses números lineares medonhos.

Na terça-feira, The Last O.G. segurou nos 0.42, enquanto Legion caiu de 0.04 para 0.18 e Genius teve um pequeno tropeço para 0.06. O penúltimo episódio de The Americans cresceu ótimos 0.06 para 0.19. Colony teve um pequeno crescimento para 0.17. No Syfy, a cancelada (ou não?The Expanse cresceu 0.020 para 0.17, enquanto a já renovada Krypton perdeu ainda mais fôlego ao cair 0.05 para 0.14.

Na quinta-feira, RuPaul’s Drag Race subiu 0.02 para 0.35, enquanto a Season Finale da renovada Siren subiu para 0.21.

Quem precisa desse demográfico alvo?

The Good, the Bad and the Crazy Famous In Love-2
Imagem: Freeform/Divulgação

Famous In Love é um caso interessante para explicar a que há mais de um demográfico alvo na TV americana. O penúltimo episódio da segunda temporada fez 0.11 em 18-49 anos, o que é algo aparentemente desastroso. Entretanto, a Freeform recentemente divulgou uma noite (extremamente) elogiosa acerca dos números da série.

Na audiência acumulada de três dias (ou L+3), o drama é um arrasa quarteirão em toda TV a cabo. Isso mesmo. Em mulheres entre 18-34 anos, a série atingiu recentemente uma Season High ao atrair 128 mil telespectadoras e 0.37 nesse demo.  Já em adultos entre 18-49 anos, o episódio oito foi visto por 306 mil pessoas e 0.24 no demo.

Em questões de telespectadores totais, outro número impressionante – 539 mil pessoas, a melhor marca da atração nas suas duas temporadas.

Dear Madam Speaker,

Pelosi, Town Hall, CNN
Imagem: Mediaite/Divulgação

Na quarta-feira (23), a CNN exibiu uma Town Hall com a futura presidente da Câmara, líder da minoria da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi. Mediado por Chris Cuomo, como uma forma de introduzir seu novo programa Cuomo In PrimeTime, a atração atraiu 742 mil telespectadores; 0.22 (25-54 anos) e 0.14 (18-49 anos).

Esses números são bem menores que os registrados em fevereiro. Quando a emissora fez o tão comentando Stand Up, que marcou 0.71 (18-49 anos), 0.91 (25-54 anos) e 2.9 milhões de telespectadores. Na verdade, esse encontro com Nancy Pelosi foi um dos eventos menos assistidos da CNN desde quando eles começaram a investir em tal programação. É bom lembrar que o atual presidente da Câmara, Paul Ryan, foi convidado para participar do mesmo tipo de programa, mas assim que ele tomar coragem para aparecer, traremos os números para vocês.

Continua após a publicidade

Internacionais

Imagem: Divulgação (06)

No sábado (19) Britain’s Got Talent marcou uma nova Series Low com uma média de 6.6 milhões de telespectadores, uma queda de 200 mil pessoas em relação a semana anterior. Já no domingo, Bake Off: The Professionals atraiu menos de 02 milhões de pessoas, enquanto a estreia da 2ª temporada de The Handmaid’s Tale atraiu a atenção de 1.3 milhão de pessoas. A estreia da minissérie A Very English Scandal foi vista por 4.6 milhões de pessoas.

Ainda no domingo, o The Voice Australia cresceu um pouquinho mais. Desta vez ficando em terceiro lugar em todo o dia, ao ser assistido por 885 mil pessoas nas cinco maiores regiões metropolitanas. O reality show venceu outro – o MasterChef Australia, exibido no país de segunda à sexta, mas que possui um incrível entre os telespectadores do Ten Network.

MasterChef Spain continua com problemas. Na verdade, desde quando o Supervivientes: Conexión Honduras estreou na Telecinco. A competição culinária teve 14.7% no share e atraiu 2.31 milhões de pessoas, enquanto a concorrência fez muito melhor: 20.1% de participação e 2.67 milhões de telespectadores.

Na Coréia do Sul, Suits (슈츠) impressionou mais uma vez. Na quarta-feira (23), a série atraiu um demográfico de 9.5 em Seoul enquanto ao redor do país foram 9.9 no demo (uma grandiosa Series High) e 1.56 milhão de pessoas. Já na quinta (24) foram 9.2 no demo da capital e 9.6 no demográfico e 1.55 milhão de pessoas no país.

Análise Especial da Semana: Casamento Real

The Royal Wedding
Imagem: WPA POOL

Sábado foi um dia para recordar. Por uma série de motivos. A mais importante delas, entretanto, foi o Casamento Real. Evento que não só parou Windsor, como também a imprensa do mundo inteiro. Na verdade, já era de se esperar uma vez que toda a semana as emissoras lembravam que estávamos convidados para a transmissão. Mas será mesmo que a audiência correspondeu? Veremos abaixo que de fato, as pessoas queriam sim assistir.

Estados Unidos

Segundo a Nielsen, 29.2 milhões de pessoas assistiram o casamento. Tais números são significamente superiores àqueles registrados em 2011, no matrimônio do Príncipe Willian e Kate Middleton: 22.8 milhões. Onze. Repito. ONZE canais da TV americana exibiram o evento ao vivo: ABC, CBS, NBC, Telemundo; Univísion, BBC America,  CNN, E!, Fox News, MSNBC e TLC.

  • NBC:  6.41 milhões de telespectadores; 2.3 no demográfico de 25-54 anos
  • ABC: 6.34 milhões de telespectadores; 1.9 no demográfico de 25-54 anos
  • CBS: 4.78 milhões de telespectadores; 1.3 no demográfico de 25-54 anos
  • Fox News: 1.94 milhão de telespectadores; 0.42 no demográfico de 25-54 anos
  • CNN:  1.79 milhão de telespectadores; 0.60 no demográfico de 25-54 anos
  • MSNBC: 994 mil telespectadores; 0.24 no demográfico de 25-54 anos

Conquistas individuais

Na TV aberta, o momento foi da NBC. Durante toda a semana que antecedeu o casamento (14-18/05), o Today Show (4.15 milhões/média) venceu tanto o Good Morning America (4.14 milhões/média) quanto o CBS This Morning (3.31 milhões/média). O motivo desses grandes números? A NBC enviou todos os âncoras para Windor, inclusive Megyn Kelly.

Fox News se tornar o canal a cabo mais (uma média de 1.94 milhão), enquanto a CNN venceu com volta entre os telespectadores mais jovens e o demográfico de 25-54 anos. A plataformas digitais do Cable News Network bateram recorde. Foram 22 milhões de acessos no sábado, incluindo 17 milhões de visualizações nos vídeos e de 1.9 milhão sintonizando no casamento através da ferramenta do “ao vivo” do canal.

O E! também teve um dia para recordar, em que a cobertura linear feita pela emissora atraiu 5.1 milhões de telespectadores. Porém, os grandes números estavam nas plataformas digitais. Segundo a emissora, o casamento gerou 105 milhões de engajamentos, superando qualquer outro eventos de 2018. O canal ficou em primeiro lugar nas redes sociais, gerando quase 20 milhões de curtidas, comentários e compartilhamentos. Tais números superam People, TMZ, Entertainment Tonigh! e outros.

Austrália & Reino Unido

No Reino Unido, praticamente todos os grandes canais comercias (claro) foram responsáveis pela exibição do casamento. Na BBC One, uma média de 8.7 milhões de telespectadores assistiram a cerimônia (entre 09h-14h do horário local), sendo registrado um pico de 13.1 milhões às 12h30.

Na ITV (que exibiu das 09h25 às 15h) atraiu uma média de 2.5 milhões de pessoas, sendo o pico por volta das 13h com 3.6 milhões. Na Sky News, BBC News e Sky One, cada um registrou uma média de pouco menos de 500 mil de telespectadores. Ao todo, 18 milhões de pessoas viram o casamento pela televisão, uma pequena queda em comparação com 2011, onde 19 milhões de pessoas assistiram.

Já na Austrália, que faz parte da commonwealth, teve um dia positivo. Quase 02 milhões de pessoas assistiram no Seven Network, enquanto pouco mais de 1.5 milhão conferiram o evento no rival, o Nine Network.

Brasil

A televisão brasileira também se destacou na cobertura. Na TV a cabo, os destaques ficaram com a GloboNews (simultânea com a Globo), que apresentou 225% a mais do que a média de audiência para o horário normal de sábado. O GNT, que ficou em quarto lugar geral de toda TV do Brasil, venceu a cobertura no que se refere ao público feminino das classes AB, mais conhecidas também como a elite. Já a BandNews ficou no 13º lugar geral de toda TV a cabo com a transmissão do casamento.

O que veremos na próxima semana: a força (ou a falta dela) do Season Premiere de The Bachelorette; os playoffs da Stanley Cup; o retorno de America’s Got Talent; o Series Finale de The Americans e a audiência da cobertura do plebiscito para descriminalização do aborto na Irlanda.

About Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.