Blindspot – 3×07 – Fix My Present Havoc

Imagem: NBC/Divulgação

Preciso dizer que tivemos um grande episódio e, mais uma vez, Blindspot nos deixou de boca aberta com suas revelações.

A abertura do episódio já chegou explodindo com a noite do assassinato de Stuart. Finalmente descobrimos tudo que aconteceu, e que a pessoa que o matou foi Hirst. Ela fez o que fez para se proteger, já que ele encontrou algumas coisas que estavam ligadas a ela sem saber. Fix My Present Havoc já começou mostrando que seria um grande episódio.

O caso da semana, mais uma vez, foi cortesia de Roman que mandou um presente contendo uma pista sobre a tatuagem da molécula, a mesma que Stuart trabalhava antes de morrer. A investigação levou a equipe a confrontar uma clínica que trabalha com testes de câncer e uma médica louca que resolve começar uma epidemia para depois lucrar com a venda do antídoto. A equipe precisou correr contra o tempo para impedir um incidente em grande escala.

Falando em Roman, embora ele não apareça muito fisicamente, ele sabe se fazer presente. Pela maneira que tem agido, começo a desconfiar que ele tenha um parceiro. São muitos detalhes e muitas coisas que uma pessoa sozinha não conseguiria fazer, ainda mais estando longe. Só espero que não venham com o velho plot de “há um traidor entre nós”, de novo!

Podemos dizer que o episódio foi equilibrado focando em Hirst e na equipe. Essa mulher está revelando aos poucos quem realmente é. Acredito que tenha muita história escondida e que ela está, literalmente matando para proteger. Hirst usou Eric Vance, o misterioso homem sem uma orelha, ameaçando tirar seu marido do teste contra o câncer. O ex-soldado só queria proteger o marido e tentar salvá-lo da doença. Ele era o homem que fazia o trabalho sujo para Hirst e dessa forma ela conseguiu corromper a agencia e manipular pessoas assim como alguns casos e é claro, o bobo do Reade com seu passado de drogas. No final das contas, Eric Vance foi um peão no jogo dela.

Foi muito prazeroso ver a nossa equipe trabalhando unida como nos velhos tempos. Patterson fazendo seu trabalho e passando coordenadas e informações. Reade e Zapata investigando juntos e Jane e Kurt partindo para ação.

Imagem: NBC/Divulgação

Falando em Reade e Zapata, esse trabalho de campo acabou aproximando os dois e ela não perdeu a oportunidade de fazer perguntas ao amigo que ele não consegue ou não pode responder ainda. E mais uma vez rolou um clima entre eles e Reade fugiu. Sério, ou eles se pegam de uma vez ou é melhor mudar a trama desses dois.

Trazer a filha de Kurt e Allie foi interessante para o episodio e para a trama. Ele tem esse passado, uma ex e uma filha, então elas precisam aparecer vez ou outra. Allie se juntou a Kurt e Jane na investigação e foi bom ver os três trabalhando juntos. E eu tive que rir da reação de Kurt ao ver os ratos. São essas pequenas coisas que humanizam os personagens e trazem para perto da nossa realidade.

Outro ponto positivo do episódio foi o pesadelo de Kurt que está ligado diretamente aos eventos de Berlim, que eu espero que seja revelado muito em breve. Ele começa a carregar o peso do segredo ao mesmo tempo que Jane decide ir atrás de informações sobre a filha. A cena do pesadelo foi bem tensa.

Quando Eric apresentou muitas informações contra Hirst e a equipe decidiu protegê-lo para abrir um processo contra a diretora, eu já senti que estava muito fácil derrubar essa mulher e não me surpreendeu ele ter sido assassinado no final do episódio. Ela sabe que está sendo investigada e está eliminando as pontas soltas. Agora eles não tem mais nada contra ela.

Estou adorando como aos poucos o roteiro vem desenvolvendo essa personagem tão complexa que começa a dividir o posto de antagonista com Roman. Hirst é uma personagem misteriosa que desde a estreia da temporada mostrou que teria potencial.

Tivemos um grande episódio que jogou na nossa cara tudo que gostamos, uma boa historia. Um episódio sólido que trouxe nossa equipe original trabalhando unida, que desvendou a morte de Stuart e trouxe uma grande reviravolta sobre Hirst. Agora que ela sabe que sua equipe está contra ela é questão de tempo até ela começar a eliminar um a um. Ao que tudo indica seu primeiro alvo será Zapata.

Parece que tudo começa a se encaixar para o caos que nos espera nos próximos episódios.

Fix My Present Havoc

Nota do episódio - 9

9

Review do sétimo episódio da terceira temporada de Blindspot, da NBC, intitulado "Fix My Present Havoc".

User Rating: Be the first one !

About Yuri Alves

Yuri Alves
Bacharel em Direito, fascinado pelo universo dos heróis e um viciado por séries e filmes. Um escritor a procura de seu espaço. Amante dos livros e da boa música. A série da sua vida, The OC. No Mix, é responsável pela review da série Midnight, Texas, The Defenders e Dynasty.