Mix Music: 7 canções que a ciência não explica sua existência em Black Mirror

Imagem: Netflix

Sucesso absoluto de crítica e público, Black Mirror é um seriado inteligente que consegue nos deixar com a pulga atrás da orelha depois de assistir cada episódio. Criado por  Charlie Brooker, e centrada em temas obscuros e satíricos que examinam a sociedade moderna, particularmente a respeito das consequências imprevistas das novas tecnologias, Black Mirror é uma série antológica de ficção científica.

Abordando temas bastante controversos e com um elenco estrelar, o seriado consegue ir além da imaginação e é totalmente viciante. E foi pensando nisso que decidimos montar esse Mix Music sobre as 7 canções que a ciência não explica a sua existência, músicas estas que tocaram em algum episódio de Black Mirror.

Preparados? É só apertarem o play e sentirem a música entrar.

1) “I Have a Dream” – ABBA (1×02)

Um dos hits do grupo ABBA tocou no segundo episódio da primeira temporada, quando conhecemos a história de Bing, um homem solitário. E é exatamente quando ele está terminando seu banho que ele escuta “I have a dream” e toda a sua vida muda.

 

2) “I Wish It Could Be Christmas Everyday” – Wizzard (2×04)

Black Mirror é bastante ousado, e na segunda temporada decidiu fazer um episódio focado no natal. E não é que tivemos uma grande surpresa quando o sucesso de Wizzard encera o episódio? Uma excelente música natalina num episódio bastante diferente.

 

3) “Don’t Be So Hard On Yourself” – Jess Glynne (3×03)

A cantora britânica Jess Gleynne também teve sua chance de brilhar com uma de suas canções no seriado. Considerada a melhor temporada até agora, a terceira temporada de Black Mirror ftrouxe episódios inteligentes e escutar “Don’t Be So Hard On Yourself” tocando no quarto da irmã de Kenny só deu aquela vontade de dançar até não poder mais.

Continua após a publicidade

4) “Heaven is a Place on Earth” – Belinda Carlisle (3×04)

Considerado o melhor episódio até agora de Black Mirror, “San Junipero” tinha que aparecer nesse Mix Music com a música de Belinda Carlisle que só deixou a história de Kelly e Yorkie mais épica. Esse clássico tocou no início do episódio e no final, deixando-nos emocionados e com aquele sorriso bobo no rosto.

 

5) “I’m a Mother” – Pretenders (4×02)

Um episódio dirigido por Jodie Foster deveria ser, no mínimo, surpreendente. Porém, ele foi mais do que isso: foi emocionante e pudemos sentir o drama daquela mãe. E para encerrar com chave de ouro o episódio, nada mais justo do que tocar esse clássico do grupo Pretenders que ainda diz no título “Eu sou uma mãe”. Sensacional!

 

6) “Panic” – The Smiths (4×04)

É incrível o quanto o seriado consegue se reinventar e nos mostrar episódios totalmente impactantes. E a música de The Smiths só deixou aquele ‘encontro’ de Amy e Frank mais emocionante, ainda mais quando eles percebem que tem 99,8% de combinação no bar.

Continua após a publicidade

7) “Spread Your Love” – Black Rebel Motorcycle Club (4×06)

E para encerrar esse Mix Musicnada melhor do que uma canção bem rock & roll digna de um episódio focado no Halloween. “Spread Your Love” toca na festa de Halloween mais estranha vista num seriado e que conduz o episódio mais bizarro de Black Mirror.

 

Leia mais sobre outras trilhas sonoras na Mix Music

About Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.