A abertura nerd de The Big Bang Theory

No ar desde 2007 pela CBS, a abertura de The Big Bang Theory chama muita atenção. Ela marca bem o compasso do show, numa explosão rápida de imagens e cores cadenciadas pela música ágil e um aspecto bem “MTV” de videoclipe ao passar a informação. Assim como as piadas do show, tudo aqui acontece apressado, resumido e leve, mas muito colorido e brilhante. Uma explosão de cores diversas.

O tema, composto por Ed Robertson, vocalista da banda Barenaked Ladies, possui uma história curiosa. Ed já havia tentado emplacar algumas composições em outras séries e filmes, apenas para ser dispensado logo depois, por isso quando foi abordado por Chuck Lorre para que fizesse uma música para o show. Ele só topou ao saber que nenhum outro artista havia sido sondado. Por coincidência, ele havia lido um livro chamado Big Bang e improvisado, num dos seus shows, um rap sobre o assunto poucos dias antes.

Chamada universalmente (inclusive na capa do single) pelo evidente “The Big Bang Theory Theme”, o verdadeiro nome da faixa é “The History of Everything” e narra a criação e desenvolvimento do universo até os dias de hoje.

 

Continua após a publicidade

Big Bang theory single

Integridade artística: o nome do single da sua música é o nome do show que fez ela ficar famosa.

 

A grande atração da abertura, no entanto, é a sequência de 109 imagens que são retratadas em menos de 24 segundos. Uma linha do tempo na parte inferior da tela mostra a calma criação do universo com os planetas e estrelas,  e a medida que se aproximam da evolução da terra e da humanidade. O cantor faz um rap com diversos acontecimentos que são retratados com imagens que chegam a durar milésimos de segundo. Já houve muito debate na rede sobre o que representam cada uma delas.

 

Big Bang theory

O começo: uma mitose, anfibios saindo da água, dinossauros e a evolução do homem.

 

Algumas são bem óbvias…

 

Big Bang 2

Torre Eiffel, As pirâmides e Stonehenge. Monumentos fáceis de serem reconhecidos.

 

… outras tomam mais tempo para serem entendidas.

 

Big Bang 3

Um mapa antigo da baía de Massachusetts; o “Olho da Providência”, símbolo maçônico presente na nota de dólar; J Edward Simmons, e o Ford T, o primeiro carro a ser produzido em massa…

 

Graças ao processo de edição normal que as imagens passam, apenas achando a original torna possível identificar o que algumas delas representam.

Algumas desafiam qualquer pessoa que não presta atenção mesmo tendo assistido ao clipe por sete temporadas. A imagem de um senhor que aparece rapidamente, foi uma das mais discutidas até alguém achar a fonte, num livro de história. E pasmem, é alguém famoso! Trata-se de Theodore Roosevelt numa imagem pouco conhecida!

 

Big Bang Theory 5

Infelizmente, não posso reproduzir todas aqui, mas vale a pena ver o trabalho em reunir detalhes da história (americana, claro) e a velocidade com que são mostrados. O vídeo abaixo mostra a abertura em câmera lenta. Honestamente? Várias imagens que eu nunca tinha reparado!

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=iJsJNG8REb8[/youtube]

 

Finalmente, um detalhe que é possível perceber é que a abertura está datada (reforçando inclusive a idéia que ela passa em seu final de velocidade nas mudanças que acontecem na evolução do homem). A última imagem, o auge da evolução, antes dos fogos e da imagem dos atores é uma mulher tirando uma selfie na câmera digital. Olhem a câmera digital que ela segura!

 

camera

2007 (ano de estréia do show) ligou e pediu essa relíquia de volta…

 

Uma versão completa da música, com parte da introdução da série, pode ser vista aqui (com legendas em português) e ela é bem legal:

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=m9hpaxuR9l8[/youtube]

 

Mas a versão que aprendemos a amar está aí embaixo:

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=X41bA4l-h0w[/youtube]

 

 

 

 

 

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

15 comments

Add yours
  1. Avatar
    Tainara H. 2 julho, 2014 at 00:29 Responder

    A série já me cansou há muito tempo, mas essa abertura jamais. Tem bem a cara de abertura memorável que a gente vai ver daqui uns anos e lembrar da série e ficar com aquela nostalgia sofrível, haha. Acho uma das mais legais, bem propícia para o seriado, bem “grudenta” e pelo menos eu nunca senti necessidade de pular, muito pelo contrário. Enfim, não poderia ser melhor e mais adequada para um seriado desse tipo.

  2. Avatar
    Tainara H. 2 julho, 2014 at 00:29 Responder

    A série já me cansou há muito tempo, mas essa abertura jamais. Tem bem a cara de abertura memorável que a gente vai ver daqui uns anos e lembrar da série e ficar com aquela nostalgia sofrível, haha. Acho uma das mais legais, bem propícia para o seriado, bem “grudenta” e pelo menos eu nunca senti necessidade de pular, muito pelo contrário. Enfim, não poderia ser melhor e mais adequada para um seriado desse tipo.

  3. Avatar
    Paula Reis 2 julho, 2014 at 10:24 Responder

    Bem criativa e bem legal a abertura…combina demais com a série e toda a história… mas confesso q pulo ela as vezes….7 temporadas não é pouco para ouvir a musiquinha do big bang kkkkkkk

      • Avatar
        Tainara H. 2 julho, 2014 at 12:38 Responder

        Quem pula a abertura de Friends? =O Só falta alguém pular a de Parenthood também… Uma que eu pulo todas as vezes, sem exceção, é a de Six Feet Under. Além de ser sem graça parece eterna.

        • Anderson Narciso
          Anderson Narciso 2 julho, 2014 at 13:43 Responder

          hahahahha eu tb pulo a de six feet under. Eu só assisti a abertura de SFU uma vez. A de Parenthood? Impossível pular. E canto “Forever Young” toda vez hahaha

          • Avatar
            Paula Reis 2 julho, 2014 at 21:11

            hahahahaha friends não pode ne….game of thrones tbm nunca pulei…SFU ainda está na minha lista p assistir…mas já está anotado: abertura chata, pular! kkk

Post a new comment