A sangrenta abertura de Demolidor

Demolidor chegou, minha gente!

A série produzida em parceria Marvel e Netflix chegou ao catálogo do serviço de streaming explodindo a minha e a sua cabeça. Em 13 episódios, a série conta a história Matthew Michael Murdock (Charlie Cox) que, ainda na adolescência, um acidente envolvendo um caminhão que carregava lixos tóxicos o deixou cego e fez com que ele desenvolvesse vários sentidos. Quando Matt decide vestir o uniforme e adotar o nome “Demolidor” (Daredevil), leva uma vida dupla: é advogado durante o dia, e, à noite, protege as ruas de Hell’s Kitchen, seu bairro em Nova York.

Baseado na história em quadrinhos criada por Frank Miller e Klaus Janson , a série conta com detalhes e de forma fiel a narrativa contada nas HQ’s, além de easter eggs do universo Marvel. E uma dessas referências a esse universo nós encontramos logo de cara na abertura espetacular da série.

A abertura molda-se através do sangue escorrendo e formando uma sequência de 8 imagens que trazem referências aos quadrinhos e à vida de Matt Murdock. A primeira delas é a da deusa Têmis, a guardiã dos juramentos dos homens e da lei e símbolo da justiça. Têmis possui características marcantes, como a balança, a venda e a espada.

Continua após a publicidade

 

ref1

 

A balança significa equilibrio nos julgamentos, entre aplicar e fazer a lei. A espada significa a aplicação da lei, em sua forma direta. E a venda é uma característica filosófica, significando a imparcialidade e o preceito de “Faça-se justiça sem exergar a quem”.

 

ref2

 

Logo em seguida vemos a imagem de uma caixa d’água. É comum encontrarmos esses tanques em Nova Iorque, local onde se passa a história do Demolidor, logo elas aparecem diversas vezes na história do personagem, inclusive em capas de HQ. Matt sempre acaba passando ou parando em alguma, no decorrer da história. Nas histórias em quadrinho, Matt aparece diversas vezes dentro de um tanque desses, relaxando, pois seus super poderes são inibidos com a água.

 

Daredevil_Vol_2_40

 

Em seguida, vemos a formação de diversos prédios. Logo de cara temos o prédio principal de Wilson Fisk, mais conhecido como o Rei do Crime, dono da máfia de Hell’s Kitchen e vilão do Demolidor na séries de quadrinhos.

 

ref3

 

Os prédios seguintes retratam o bairro onde Matt Murdock cresceu. Possíveis centros de tráfico, organização do crime ou apenas prédios simples, tudo muito bem relacionado ao universo do Demolidor. Por fim, vemos uma ponte, que possívelmente seja a Brooklyn Bridge, que liga Manhattan a Nova Iorque. Em Daredevil #260, acontece algo com Matt relacionado a uma ponte… Será uma informação futura entregue pela Netflix?

 

refponte

 

Uma das últimas imagens relaciona-se com a religiosidade do personagem. Em diversos momentos vemos Matt Murdock frequentando o confessionário da igreja para pedir perdão pelos seus pecados. A imagem apresenta dois elementos principais: a cruz e a estátua chorando.

 

ref7

 

A cruz é um elemento constante nos quadrinhos do Demolidor. No filme de Ben Affleck de 2003, a saga do “Diabo da Guarda” , que melhor ilustra a fé do personagem, foi referenciada. Uma estátua chorando é sinal de tragédia. E não podia ser diferente na vida do personagem mais amargurado da Marvel. Todas as pessoas que Matt ama acabam sofrendo de alguma forma na mão de seus inimigos. Sem falar na lista de mulheres que já passaram por sua vida…

 

1124625

 

Por fim, vemos a formação da clássica máscara do Demolidor. O sangue escorrendo forma os chifres e o corpo vermelho, formando a imagem final da abertura, junto com a fonte clássica do título.

 

ref8

 

 

Você pode assistir a abertura de Daredevil aqui. E corre lá para maratonar a série!

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=KFYFh8w4758[/youtube]

 

Avatar

4 comments

Add yours

Post a new comment