A volta às telas de Missão Impossível

mission impossible1

Continua após as recomendações

 

Tom Cruise + anos 1990 + filme de ação e temos a versão cinematográfica da série de 1966, Missão Impossível.

Continua após a publicidade

Tanto o filme quanto o seriado contam as histórias dos agentes da Impossible Missions Force (IMF), profissionais freelancers com diferentes características, como ser assassino profissional ou especialista em comércio, que os capacitam para as missões. No longa de 1996, o personagem principal é Ethan Hunt, interpretado por Tom Cruise (no auge da sua lindeza), que é o principal suspeito da IMF de ser um agente duplo. Logo, sua missão é achar quem é o verdadeiro traidor da organização. Quem está presente como recrutador da equipe de Hunt é Jim Phelps, aquele que foi protagonista da série e uma vez interpretado por Peter Graves, feito aqui por Jon Voight (pai da bicuda Angelina Jolie).

Para fazer esse texto lá fui eu assistir as duas produções citadas. Ao ver o seriado, gostei, mas não tanto assim. Foi o tipo de coisa legal de se ver para conhecimento geral. Não é ruim, mas também não se tornou uma das minhas séries favoritas. Já o filme, eu tinha assistido uma vez apenas. Adoro o terceiro da franquia, mas o primeiro mesmo eu assisti uma única vez (sim, mereço um tapa). Então, tratei de sentar na frente do meu PC (para assistir e escrever as anotações), e dei o play. Fiquei parando o filme a cada dois minutos. A primeira cena aparece Emilio Estevez (o que me agradou muito, já que eu tenho um carinho inexplicável por ele), voltei com o play e paro de novo: os três minutos do filme nem chegaram e já estava pausando pela segunda vez para anotar a aparição de Tom Cruise “utilizando a pele de outro homem”, o que eu achei incrível, pois tal arte era feita apenas por um dos agentes lá nos anos 60.

Mais para frente outro enter, porque não podia deixar de escrever sobre a cena em que o cara que a equipe de Hunt está atrás entra em uma sala, senta na frente do computador E COLOCA UM DISQUETE NO PC. Aiiii anos 1990 e sua incrível e avançada tecnologia. (Um beijo. Saudades.) Bom, o filme continua e quem aparece? O sr. Conrad Grayson (Henry Czerny), aqui como Eugene Kittridge, um dos líderes da IMF. Mas olhaaaa, o Grayson pai está quase irreconhecível, com bochechas grandes, olhar de bobo,  daqueles que engana… pois nem parece que tinha acabado de “derrubar” um avião. Mas nós conhecemos seu passado sr. Grayson.

 

conrad

 

Li que no lançamento do Missão Impossível, com Cruise como protagonista e produtor, tiveram diversas críticas controversas e até números baixos de pontuação dos críticos. Porém, fiquei pensando “COMO NÃO ACHAR ESSE FILME SENSACIONAL?”  A cena do restaurante em que Hunt explode o aquário é maravilhosa, me lembrou até de Máquina Mortífera, e cheguei à conclusão de que eu gosto dos aquários sendo estourados. xD E a cena clássica do Tom Cruise pendurado pela corda tentando não deixar nenhuma gota de suor cair na sala que é altamente monitorada por sensores e lasers e todos os paranauês chega a ser mais tensa que muitos filmes de terror. Dá para afirmar que só essa cena tira mais o fôlego do que qualquer capítulo das sete temporadas da série homônima.

 

img4ff35f2d2a0fa

 

Falando em série, uma curiosidade que só fiquei ciente ao buscar mais informações sobre Missão Impossível é que de 1988 a 1990 houve uma refilmagem do seriado, que trouxe Peter Graves no papel, mais uma vez, de Jim Phelps.

É indiscutível que de todos os projetos de mesmo nome, a versão cinematográfica com Cruise é a que faz mais sucesso e a que mais desencadeou dinheiro, fama, ação, tecnologia e sei lá mais outras tantas coisas, e por ser tão bom, mas tão bom, aparentemente ninguém quer largar mão da produção, já que neste momento está sendo rodado o quinto filme da franquia, que está previsto para ser lançado no dia 25 de dezembro de 2015. Ai presente bom, viu?

E você? Já assistiu algum episódio da clássica série ou ficou apenas nos filmes de Cruise?

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours