Arrow – 3×06 – Guilty

arrow-arsenal

Continua após as recomendações

O sexto episódio de Arrow foi uma grata surpresa a todos. A sinopse era desanimadora, mas o episódio superou todas as previsões negativas. A trama girou em torno do relacionamento de Oliver Queen com seu parceiro, Roy Harper.  Paralelo a isso, Ted Grant é acusado de assassinato.

Roy confidencia a Felicity que acredita que ele tenha sido o assassino de Sara, pois tem recordações de tê-la assassinado e porque acredita que ainda possa haver resquícios do Mirakuru no qual foi exposto por Slade na temporada passada em seu organismo. Enquanto isso, cadáveres são encontradas na academia de Ted, e Oliver Queen discute com Laurel sobre sua inocência.

Continua após a publicidade

Roy declara a Laurel que matou Sara, que fica chocada, mas após Oliver ensinar-lhe a canalizar suas recordações de forma assertiva (como ele mesmo aprendeu nos flashbacks graças a Katanna), descobre-se que Roy na verdade havia assassinado um policial durante os eventos da segunda temporada e estava sendo observados por Sara e Oliver.

arrow-guilty-lanceLaurel e Ted são raptados pelo serial killer que estava tentando incriminar o Pantera, e ele se revela como um ex-parceiro de Ted no passado, que o ajudava a combater o crime pelas ruas. Após Laurel acionar Felicity ocultamente, que fala a Oliver a localização exata do casal, o Arqueiro parte em busca dos mesmos salvando-os do homicida.

Oliver fala para Ted que o erro dele em relação a seu ex-parceiro não foi em tê-lo abandonado, mas em ter perdido a fé nele, ao mesmo tempo que promete a Roy que jamais o abandonará.

Laurel continua treinando na academia de Ted e cada vez está mais disposta em seguir os passos de Sara na vida de vigilante, mesmo Oliver sendo extremamente contra essa ideia.

No fim do episódio, uma nova vilã surge se denominando como Cúpido e assassina o ex-parceiro de Ted, dando uma prévia do que estará por vir no próximo episódio.

Nenhum comentário

Adicione o seu

Tags Arrow