Arrow – 5×18 – Disbanded

Imagem: IMDb/Divulgação

Continua após as recomendações

O team Arrow foi dissolvido. A tortura psicológica de Chase tem mostrado resultados perigosos agora que Oliver está quebrado. E assim começamos mais um grande episódio de Arrow, mostrando que somente com a união do grupo eles conseguirão trazer Oliver de volta como o grande herói de Star City, mesmo que sem a alcunha de Arqueiro Verde por enquanto.

Continua após a publicidade

Eu realmente preciso rever as duas primeiras temporadas da série. Chegamos a um ponto que não temos mais como não comparar a qualidade deste quinto ano com as temporadas inicias. O tom deste episódio colaborou para isso, tanto que a trilha alterada da abertura da série ilustrou bem o momento em que os personagens se encontravam.

A amizade entre Oliver e Diggle se estende desde o piloto da série, tendo seus altos e baixos, o que a tornou numa das mais fortes dentro do universo da DC na TV. Os roteiros dos últimos episódios trouxeram uma vertente muito interessante para o Oliver, assim como para Diggle neste episódio. Diggle em nenhum momento desistiu de trazer Oliver de volta e mostrar a ele como Chase conseguiu afetar sua mente, prejudicando assim seus relacionamentos, liderança e espírito heroico. Soou natural, certeiro e conexo com o que o episódio estava propondo.

O retorno da Bratva e Anatoly no presente já era aguardado nesta temporada e acabou que aconteceu de uma forma nada propícia para a cidade e o team Arrow. Afinal de contas, a estada deles na cidade não acabou da melhor forma, o que deixa uma ponta para um futuro retorno da irmandade, talvez um não tão agradável. Foi interessante acompanhar paralelamente dois lados de Anatoly, nos flashbacks e no presente, onde em um temos sua amizade e união com Oliver e em outro onde se encaram como inimigos. Anatoly teve um grande crescimento e importância nesta temporada e talvez está tenha sido a sua despedida desta temporada, não sabemos ainda o que pode vir a acontecer.

Felicity continua a mostrar aos poucos o rumo que sua personagem tem tomado, seja expressando uma opinião diferente nos diálogos, seja agindo por trás da equipe. Tudo indica que ela possa abandonar o team Arrow em breve, deixando Curtis em seu lugar, mas dai fica a dúvida sobre onde a personagem poderá ser levada na série.

Tivemos bons momentos da equipe neste episódio. A ação presente no episódio foi ótimo como o esperado. As lutas foram bem coreografadas e temos tido algumas sequências que se destacam, como a cena no flashback onde Oliver, já com a roupa verde, invade um corredor iluminado por uma luz verde, ou mesmo na cena onde Dinah e Rene enfrentam os capangas de Anatoly para resgatar os reféns. Arrow não seria Arrow se a qualidade das lutas não fossem altas.

A identidade de Prometheus finalmente veio a público e agora Chase se tornou inimigo declarado de Star City. Diferente do que tem acontecido em The Flash, a decisão de revelar a identidade do vilão cedo cria a oportunidade de desenvolver e trabalhar vertentes interessantes como tem acontecido. Chase tem se provado cada vez mais um vilão louco e sádico. Sua fuga na cena final do episódio foi muito boa.

Arrow agora entra em seu último hiato antes dos últimos episódios da temporada e já espero ansioso para o que está por acontecer. O enredo de Prometheus cresceu e se tornou algo incrível dentro da série e agora não sabemos o que mais ele poderá fazer. Oliver voltou, ainda não como Arqueiro Verde, mas já se preparando para o confronto final com seu maior desafio desde o Exterminador. Acredito que a quinta temporada poderá nos surpreender ainda mais.

EASTER EGGS:

– “Adrian Chase, winter is here!“: Felicity usa a frase de Game of Thrones, brincando que uma ameaça pode estar chegando para Adrian Chase.

– “We’re not in Russia anymore.“: A fala de Anatoly é um referência a fala “We’re not in Kansas anymore.” de Dorothy em O Mágico de Oz (1939).

Tags Arrow
Avatar

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.

No comments

Add yours