Chicago Fire – 3×09 – Arrest in Transit

capture-20141130-025212

Continua após as recomendações

Sabe quando seu vício em uma série chega a ser a um nível em que até prevemos o que vai acontecer, e quando acontece, ficamos sem entender o porque?! Eu já estava prevendo muito do que ia acontecer nesse episódio e quando aconteceu eu fiquei me perguntando porque. Não acredito nisso. Depois desse tempo todo, como isso acontece só agora? São várias perguntas, principalmente em séries em que ficamos envolvidos com os personagens e torcendo para que no final tudo dê certo. Nesse 3×09 tenho três exemplos disso.

O primeiro é com Severide. Finalmente tivemos uma explicação razoável porque Britanny casou em Vegas com o bombeiro, “rostinho bonito”, sofrimento, válvula de escape. Quando Severide perdeu a melhor amiga, sua válvula era a bebida, balada, muita doideira e para Britanny, sua válvula foi o próprio Severide. Demorou, mas a ficha dele caiu e vamos ter como eu iniciei a review do 3×06, (o que acontece em Vegas, termina em separação). Já era previsto, até os companheiros de 51º apostaram quantas semanas o casamento ia durar, no entanto, estava dando tanto certo que vai ser uma pena ver os dois se separando.

Continua após a publicidade

O segundo momento é entre Dawson e Casey. Era mais que inevitável que a relação deles abalaria, quando algo acontecesse no batalhão. A bombeira fez um trabalho extraordinário em um resgate, quando um caminhão cheio de ácido estava entortando e eles precisavam agir rápido para controlar o derramamento e a contaminação. Ela foi ágil e esperta, contudo não teve permissão do tenente e acabou ficando em péssima situação. Todos do 51º sabem do romance deles, mas o problema é com o pessoal de fora, principalmente com outros comandantes. Que eles iriam brigar e que a relação iria esfriar, eu sabia, mas nunca pensei que Casey fosse tão cabeça dura e daria costas a Dawson.

4O terceiro momento é quando Peter Mills vê Dawson isolada e chateada com o dia que ela teve. Ele faz aquela cara de: quer um ombro amigo para chorar? E ainda sinto alguma coisa por você. Posso estar enganada, mas nos últimos episódios ele olhou para ela diferente, dando mais atenção. Ele sabe como é complicado a relação do casal, por mais amigo que ele seja, eu senti como se ele quisesse um flashback, sei lá! E já imaginava que na primeira oportunidade que Dawson aceitasse o ombro para chorar, iria acabar em confusão. Mas vamos ver mais só no 3×10.

Em si tratando de confusão, temos o gangster que está na cola do Peter Mills. Como ele vai se livrar dessa? Temos também Mouch, que foi namorar a mulher mais brava da história das séries de TV, garantindo para gente altas risadas. E para terminar, um novo romance surge no 51º. Acho que pode dar certo hein. A personagem da Sylvie ganhou mesmo espaço na série e acho difícil ela sair. Ficou esquecido o caso do Newhouse com o traficante, o andamento do Molly’s II. E eles não tem mostrado muito a gravidez da Donna e Chefe Bolden, foi tema no episódio anterior, mas sem muito destaque. O mais legal desse episódio foi quando Severide mostra o batalhão para Britanny e conta toda história do incêndio que a cidade sofreu, unindo história com a ficção.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours