Chicago Fire: mais um ator deixa a 12ª temporada

Infelizmente, Chicago Fire tem mais uma baixa para a 12ª temporada: o último episódio do ator Rome Flynn foi ao ar.

Chicago Fire perdeu outro ator
Imagem: Divulgação.

A 12ª temporada de “Chicago Fire” enfrenta mais uma baixa significativa em seu elenco. Infelizmente, tivemos mais uma despedida de outro integrante da equipe do Chefe Boden do Corpo de Bombeiros 51.

Conhecido por sua capacidade de se reinventar e manter a qualidade mesmo com mudanças frequentes no elenco, “Chicago Fire” e as outras séries do universo “One Chicago” mostram resiliência diante das alterações. A saída de Blake Gallo no início do ano e a mudança de Sylvie Brett para Portland após seu casamento com Matt Casey foram eventos marcantes recentemente. Agora, o seriado passa por mais uma rodada de despedidas.

Rome Flynn, que interpretou Derrick Gibson na série, anunciou o fim de sua participação através de uma publicação em sua conta oficial no Instagram. Flynn entrou na série na 12ª temporada, com a missão de preencher a lacuna deixada por Gallo, trabalhando ao lado de Kylie Estevez. Seu personagem decide deixar o programa devido a questões pessoais que precisa resolver, uma saída que surpreendeu os fãs, especialmente porque Gibson estava apenas começando a se integrar à equipe do Corpo de Bombeiros 51.

Saiba mais sobre Chicago Fire:

Gibson, interpretado por Flynn, trouxe um grande potencial para “Chicago Fire” na 12ª temporada. Como a maioria dos novatos, ele encontrou dificuldades para se adaptar à dinâmica da equipe, que é extremamente unida sob a liderança do Chefe Boden. Contudo, com a ajuda de Sam Carver, que fez questão de se aproximar, Gibson começou a se estabelecer. Infelizmente, antes que pudesse encontrar completamente seu lugar na equipe, ele optou por sair para resolver suas questões iniciais, impedindo a série de explorar todo o seu potencial.

Chicago Fire 12 temporada
Imagem: Divulgação.

Havia uma grande expectativa em torno da possibilidade de Gibson e Carver se tornarem os novos Matt Casey e Kelly Severide, especialmente com a saída de Jesse Spencer e os rumores sobre a possível despedida de Taylor Kinney. A conversa vulnerável entre Carver e Gibson indicava o início de uma amizade promissora, que poderia liderar a série em seu próximo capítulo. No entanto, com a saída de Flynn, essa possibilidade se desvanece.

Com a partida de Gibson, “Chicago Fire” se vê novamente na busca por um substituto para o Corpo de Bombeiros 51. Dessa forma, recomeçando o ciclo de integração de novos membros ao elenco. A presença de Flynn e a singularidade de Gibson haviam despertado o interesse do público, e certamente seria interessante ver como seu personagem poderia contribuir ainda mais para a trama. Mas uma pena que isso não vai acontecer.

Sobre o autor
Avatar

Anderson Narciso

Diretor

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal que está no ar desde 2014.Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries.Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, entre outras.

Baixe nosso App Oficial

Logo Mix de Séries

Aproveite todo conteúdo do Mix diretamente celular. Baixe já, é de graça!