Chicago Med: saída de médico fez a série ficar ruim; Entenda!

Chicago Med saída médico série ruim

O que aconteceu com a série?

Há pouco tempo, o portal americano One Chicago Center escreveu um artigo curioso sobre Chicago Med. Eles apontavam o quão a série ficou ruim após a saída do Dr. Connor Rhodes (Collin Donnell), no início da quinta temporada. E embora eu achasse que o personagem não fosse ser o grande responsável pela perda de qualidade da série, nós precisamos admitir: a série está cansativa.

Continua após publicidade

Talvez, fosse a hora dos próprios produtores admitirem esse erro para tentar reverter a situação. Mas, infelizmente, é triste ver uma série com poucas temporadas como Chicago Med se perder assim. Além disso, o pior de tudo é que a série tem um massivo potencial.

Continua após a publicidade

Impacto da perda do Dr. Rhodes

Pode ser que o problema tenha sido na construção da narrativa da série. Com isso, podemos voltar para a segunda temporada, quando a personagem Ava Bekker (Norma Kuhling) foi introduzida. Infelizmente, a série acabou forçando um relacionamento entre Connor e Ava, quando o outro interesse amoroso de Connor ainda estava em uma cama de hospital.

Continua após publicidade

Porém, a ideia de fazer Ava uma rival de Connor no hospital parecia interessante. Mas, infelizmente, o resultado não foi muito bem o esperado. Isso porque os produtores da série parecem sempre querer envolver a história de um médico com outro, para culminar em um relacionamento. No entanto, na maioria das vezes, o relacionamento acabava sendo tóxico, cansativo, e só fazendo os médicos brigarem entre si.

A grande reviravolta, porém, aconteceu quando os produtores resolveram tirar Connor. Na verdade, o ator Collin Donnel solicitou a saída do personagem. Aparentemente, até ele estava cansado da história, com apenas quatro temporadas no programa. E o que aconteceu? Resolveram colocar Ava como uma “psicopata”, matando o pai do médico. Tudo isso para fazê-lo ficar novamente com ela. Além disso, o ápice foi quando ela se mata na frente do amado, fazendo com que Connor precise “mudar de ares” após tantas tragédias.

Continua após publicidade
Dr. Rhodes deixou a série no início da quinta temporada. Imagem: Divulgação.

O que aconteceu com a série?

Se não sobrou nenhum espaço para Connor na série, é porque os roteiristas o encurralaram com reviravoltas cada vez mais “mirabolantes” na trama. Com isso, transformaram o médico especialista de Chicago Med em um simples “namorado de uma pessoa maluca”.

Sem o Dr. Rhodes, o nível de Chicago Med caiu drasticamente. Isso porque, enquanto o médico estava na série, ainda tínhamos um personagem carismático, o qual o público se identificava. Porém, agora, é difícil ter alguém nesse nível dentro da série. Honestamente, nenhum personagem é “amado” pelo público.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

E acredito que isso tenha acontecido porque os produtores passaram muito tempo investindo em conflitos pessoais “desnecessários”. O relacionamento de Natalie e Will, por exemplo, foi extremamente desgastado, até que os produtores cansaram e os separaram. O mesmo aconteceu com April e Ethan. Aliás, não satisfeitos, agora eles estão “trocando” de casais, criando novos interesses amorosos.

O Dr. Crockett Marcel, que entrou no lugar de Rhodes, é um bom médico. Mas, infelizmente, o personagem não chega perto do carisma do cirurgião original da série. E o casal que ele promete formar com Natalie parece ser tão sem graça quanto.

Não sei o que teria acontecido, caso a pandemia não tivesse sido inserida na trama. Ao final da quinta temporada, os roteirista pareciam extremamente perdidos, sem saber onde levar os personagens.

Assim, talvez fosse o momento de fazer um “reset” na série. Fazer que nem sua predecessora no canal NBC, ER – Plantão Médico e dar um foco nos casos extremamente interessantes. E, aos poucos, ir inserido os conflitos pessoais. No entanto, lembrar que se trata de uma série médica, e colocar os dilemas para os personagens de forma plausível, juntamente com os problemas do hospital.

Da mesma forma, parar de ficar fazendo que os médicos se tornem simples experimentos de conflitos amorosos. Pois isso já é feito de forma incrível por Grey’s Anatomy. Assim, caso Chicago Med ouse se firmar mesmo no campo dos problemas pessoais do médico, isso poderá fazer com que a série afaste o público e, em breve saia do ar.

E você, o que está achando de Chicago Med? A série perdeu qualidade? Concorda com nosso artigo? Então deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.