Confira as séries de maior audiência em 2018: Big Bang, This Is Us e mais

Audiência, Análise da Audiência, Roseanne, This Is Us, Segurança em Jogo
Audiência, Análise da Audiência, Roseanne, This Is Us, Segurança em Jogo

Imagem: Divulgação (04)

As séries de TV continuaram obtendo grandes audiências em 2018. Entretanto, uma mudança significativa aconteceu: The Big Bang Theory perdeu o posto de série mais vista da TV para a comédia Roseanne. Curiosamente, a mesma foi cancelada em março após polêmica envolvendo um caso de racismo da protagonista e produtora Roseanne Barr.

Abaixo, você confere uma análise: Quais foram as séries de maior audiência da ABC? E da CW? Mas e os números da TV mundial? Temos tudo isso e muito mais para celebrar esse período rico de televisão (e números) que foi 2018.

Top 10 das Maiores Audiências (em média) do ano:

1º. – Roseanne (20 milhões de telespectadores)

2º. – NBC Sunday Night Football (19.6 milhões de telespectadores)

3º. – The Big Bang Theory (18.3 milhões de telespectadores)

4º. – NCIS (16.7 milhões de telespectadores)

5º. – This Is Us (16.6 milhões de telespectadores)

6º. – Young Sheldon (16 milhões de telespectadores)

7º. – Manifest (15 milhões de telespectadores)

8º – The Good Doctor (14.5 milhões de telespectadores)

9º. – America’s Got Talent (14.3 milhões de telespectadores)

10º. – Bull (13.5 milhões de telespectadores)

Desta lista nós temos alguns destaques. O principal deles foi um título bastante controverso. Roseanne estreou com gigantescos 5.2 no demográfico alvo, números que a TV aberta encontra dificuldades para entregar até mesmo com a ajuda do Super Bowl. A comédia conseguiu registrar uma média impressionante de 20 milhões de telespectadores na sua primeira (e única) temporada. É verdade que ela foi tirada do ar por causa de uma controvérsia do mundo real, mas 2018 não teve pra ninguém.

Outro ponto interessante foi o Sunday Night Football. Não é segredo para ninguém o quanto que NFL sofreu na temporada passada com os ataques do presidente Donald Trump aos atletas que protestavam desigualdades sociais. A audiência despencou e a Fox News cravou que a liga caminhava ao ostracismo. Com um acordo de paz entre o comissionário e Trump, o novo ano traria um alívio que todos queriam. Assim, dos dezesseis jogos exibidos até o fechamento desta coluna, treze superaram a audiência de 2017 por boa margem.

Top 10 do Aumento de Audiência (em média) TV a Cabo quando somado o DVR:

1º. – Better Call Saul (crescimento de 429%)

2º. – The Sinner (crescimento de 352%)

3º. – Shameless (crescimento de 320%)

4º. – American Horror Story (crescimento de 313%)

5º. – Mayans M.C. (crescimento de 305%)

6º. – Yellowstone (crescimento de 280%)

7º. – The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story (crescimento de 271%)

8º. – Jersey Shore: Family Vacation (crescimento de 244%)

9º. – The Alienist (crescimento de 236%)

10º. – The Real Housewives Beverly Hills (crescimento de 222%)

Quem ganhou 2018:

Reality Shows

O grande destaque de 2018, ao meu ver foram os reality shows. Eu posso ser extremamente parcial na minha avaliação, porque é um dos meus gêneros preferidos, contudo acredito que o destaque não veio apenas dos Estados Unidos, como também do restante do mundo. Ame ou odeie, foi o ano dos reality shows e a audiência não me deixa mentir.

America’s Got Talent manteve-se firme como o principal programa da Summer Season. A franquia The Real Housewives continua como a maior audiência do Bravo. A FOX foi salva por eles na última temporada de verão com o crescimento do The Four, assim como a estabilidade do MasterChef e o incrível sucesso de 24 Hours to Hell and Back. Além disso, a CBS viu os números do Big Brother crescerem após alguns tropeços.

De acordo com a The Hollywood Reporter, a TV a Cabo americana apresentou uma ligeira queda em 2018. Quem desviou da queda? A MTV (graças ao retorno de Jersey Shore) e a A&E que também beneficia-se de um vasto conteúdo não roteirizado. Como menção honrosa, vale destacar os game shows da ABC durante a Summer Season que apesar da queda, venceram todos os domingos da temporada.

– Televisão Britânica

Outro destaque foi a TV britânica. É incrível como o conflito político em torno do Brexit resultou num ano de ouro para a televisão do Reino Unido. Comédia, drama e principalmente os reality shows mostraram que o público realmente se volta para a arte quando a realidade está sufocante, as pessoas recorrem ao entretenimento por um pouco de distração.

Em todas as áreas, tivemos destaques. A principal delas, contudo, foi de reality showsLove Island explodiu de uma forma espetacular, assim como I’m A Celebrity Get Me Out of Here! no final do ano. É importante ressaltar também a estabilidade do The X Factor UK, assim como Strictly Come Dancing The Great British Bake Off.

Mas o maior sucesso da terra da rainha veio da ala roteirizada com Bodyguard (ou Segurança em Jogo). A série da BBC One registrou a terceira maior audiência do Reino Unido em 2018. Foi uma média impressionante de 14.3 milhões de telespectadores através dos seis episódios.

– Roteirizados de Summer Season

Se em algum momento do ano os programas roteirizados destacaram-se mais do que os reality shows foi a Summer Season nos Estados Unidos. O Mix de Séries destaca: YellowstoneYoungerAnimal Kingdom, assim como PoseQueen of The South como as poucas produções que conseguiram destacar-se no pior período do ano para audiência. Ainda é importante destacar a reformulação criativa de Suits, que conseguiu estancar a queda de audiência que vinha sofrendo nos últimos meses.

Os Donos da Televisão

É verdade que a Shonda Rhimes foi para Netflix. Assim como Chuck Lorre produziu a elogiada (e premiada) The Kominsky Method. Mesmo assim eles se juntam a Dick Wolf e Greg Berlanti como aqueles que dominam a TV aberta e a cabo. Apesar da recente mudança, Rhimes ainda tem Grey’s AnatomyStation 19How To Get Away with Murder For The People. Lorre é responsável por The Big Bang TheoryYoung Sheldon Mom.

Já Wolf expande cada vez mais seu império. Atualmente o produtor tem a franquia Chicago (três séries), além de FBI Law & Order: SVU, sem contar com o recém aprovado Law & Order: Hate Crimes. Cuja estreia acontece, provavelmente, no ano que está por vir. Por fim, ninguém para Greg Berlanti.

São 14 séries: All American, Arrow, Black Lightning, Legends of TomorrowThe FlashRiverdaleSupergirlBlindspot, assim como God Friended Me, The Red LineO Mundo Sombrio de Sabrina, assim como Titans e Doom Patrol, além de You.

Os destaques da próxima semana: qual cobertura especial de Ano Novo levou a melhor; o retorno de The Blacklist e Gotham; assim os primeiros reality shows de 2019 e muito mais.

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours