Crítica: 7×14 de Chicago PD destacou Rojas em difícil caso

Critica Chicago 7x14

Episódio de Chicago PD trouxe trama bastante difícil para personagem

Chicago PD veio com mais um episódio, e desta vez um rosto mais recente da série ganhou destaque. Um velho amigo de Rojas a encontrou e pediu um simples favor – ajuda para encontrar o amigo Roberto Pena, que estava desaparecido. E o que parecia simples se tornou um caso complexo, digno da equipe da inteligência.

Por meio desse caso conseguimos conhecer melhor Vanessa Rojas, e foi um daqueles episódios que valeu a pena.

O desaparecido

Logo depois que Atwater concordou em ajudar Rojas nas buscas do Pena, já avisaram que haviam encontrado um corpo. Então foi possível ver uma dupla que parece funcionar. Os dois trabalham bem juntos, e Rojas se sente confortável com ele – até mesmo para revelar detalhes do seu trabalho anterior e de sua vida. Com a descoberta do corpo, Rojas conversou com Voight para ver se seria possível pegar o caso, que não era pessoal para ela, mas de certa forma, importante.

Continua após a publicidade

Voight concordou, colocando Jay e Hailey juntos nessa. O caso acabou envolvendo uma pessoa com doença mental, e Rojas revela já ter trabalhado com pessoas que tem condições semelhantes. Também, que teve uma infância difícil, e morou na rua. Além da revelação sobre as janelas abertas. Pequenos detalhes que podemos ir guardando sobre ela. Vanessa Rojas se mostrou muito competente em interrogatórios, e nada explosiva, mesmo com um caso mais próximo dela.

O caso

O que parecia ser um acerto de contas por roubo de drogas, se tornou um beco quase sem saída. Informações duvidosas vieram das pistas de Sammy, amigo que não era amigo, com sérios problemas. Os remédios para ele era veneno, e a mente dele estava confusa. O comportamento dele divergiu da investigação, e isso atrasou todos. Ele parecia estar recusando ajuda, mas Rojas foi paciente com ele.

E então surgiu Eduardo, velho conhecido da polícia, que queria uma nova identidade. Ele queria do jeito difícil, e portanto resolveu roubar uma identidade, a de Roberto. E quando o descobriram, ele já estava com passagem para o México.

As atitudes do chefe em Chicago PD

Voight também deu um show de empatia no episódio, com o caso de Ruzek e Kim. Ele perguntou para os dois, se estão bem para trabalhar e Ruzek estava visivelmente confuso. Porém, Kim me pareceu muito abalada, e ainda acho que veremos os desdobramentos disso mais para frente. Acredito que ela possa se afastar por um tempo, ou ainda, aceitar o undercover. Todavia

Eu queria dizer que estou amando Chicago PD, mas queria estar gostando mais. Pontos positivos merecem ser ressaltados, como conhecer melhor Rojas – que foi importante nesse episódio. Alguns fãs comentaram que sentiram um clima entre eles, porém espero que eles parem de tentar fazer casais nessa série, pelo menos por algum tempo. Mas acho que está faltando algo. E vocês?

E no próximo episódio: Crossover! Preparados para uma epidemia? Confira o vídeo abaixo. Além disso, continuem acompanhando todas as novidades de Chicago PD aqui no Mix de Séries. Até a próxima!

 

Nota do episódio8
Crítica do décimo quarto episódio da sétima temporada de Chicago PD, intitulado "Center Mass", exibido nos Estados Unidos pelo canal NBC.
8
Tags Chicago PD
Caroline Marques

Caroline Marques

Engenheira de Alimentos, mestre em química de alimentos, um tanto quanto viciada em séries, filmes e livros. Fã de Hannibal, Dexter, Grey's Anatomy, Demolidor, Sherlock e Stranger Things. Reviewer de Chicago PD.

No comments

Add yours