Crítica: Chicago Fire apresenta mais do mesmo no episódio 6×10

Imagem: SpoilerTV/NBC/Divulgação

Continua após as recomendações

Alô, Dick Wolf, dá pra fazer melhor, né? Quando a gente acha que as coisas começam a caminhar, recebemos isso. É de chorar um episódio desses após 6 temporadas de sucesso.

Continua após a publicidade

Depois de passar por tanto perrengue, Gabby não aprendeu a ter limites ainda. É claro que ela queria ajudar a menina e isso é válido, mas vejo uma grande diferença em tentar ajudar e arrastar a garota pra sua casa sem nem consultar o marido. Gente, isso é um casamento ou o quê? Achei muito legal como Casey se impôs com a Tina para ajudar a mulher, mas eles já perderam o Louie antes e ainda vão insistir na Bria, que tem seus dias contados dentro da casa. Se o capitão acertou por um lado, por outro errou feio.

Casey acabou se ressentindo com Severide, que só queria ajudar, por estar tão próximo de Gabby. O bombeiro entendeu e se afastou, mas se deu muito bem com Bria, aliás, bem até demais, não acharam? A garota parece um pouco deslumbrada com ele, coitada. Já Stella chamou a atenção dele com o Zach e até desmarcou com o nosso novo crush, só pra ir ao evento.

Evento que deixou Kelly um pouco nervoso… Todos vimos como ele ficou com a promoção de Casey, aquele idiota não precisava jogar na cara. O problema é que Severide tem um talento nato e tende a se destacar, mas ele é extremamente feliz fazendo exatamente o que faz, o que nos leva a um impasse, não é mesmo?

A necessidade de encaixar Otis, Cruz e Mouch com destaque me incomoda um pouco. A história do Slamigan foi ok, mas não precisava de tudo aquilo. Com certeza nós não precisamos de Brett e Cruz novamente, eu estava tão esperançosa com a Pilar e me jogam essa, pelo amor de Deus.

Os plots não estão se desenvolvendo como esperado

Pra ser bem sincera, não sei opinar muito sobre esse episódio. O chamado da mulher presa no triturador foi chato e Gabby só mostrou que não tem papas na língua de jeito nenhum, não tem como te defender, né, linda. Seguimos esperando algo de melhor de uma série que sempre nos ofereceu tanto. Para acharmos o chamado do Kelly e do Zach o mais interessante, o negócio está feio mesmo.

Nota: Hermann está fazendo figuração nesses episódios, só pode.

Nota2: A Stella larga o Zach só pra ir fazer cena com o Kelly. Te valoriza mulher.

Ao que tudo indica, no próximo episódio teremos problemas entre o tenente e o capitão. Vamos ver! Confiram a promo aqui e nos vemos na próxima review. Até lá!

Nenhum comentário

Adicione o seu