Crítica: Chicago Fire melhora no episódio 6×11 e traz a amizade que a gente ama

Imagem: NBC/Divulgação
Imagem: NBC/Divulgação

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Pelo amor de Deus, Dick Wolf, é pra isso que a gente paga internet! Como esse episódio me surpreendeu de inúmeras formas, ainda que com um plot já utilizado anteriormente na série. Chicago Fire ainda consegue ser o que amamos.

Continua após a publicidade

Todos sabemos que Severide é destinado à grandeza. O homem é um bombeiro maravilhoso e tem um coração enorme. É que os produtores sempre tentam mostrá-lo, como alguém que não está feliz em sua posição, o que é mentira.

Continua após publicidade

Já vimos esse embate entre Casey e Severide antes, mas o plot foi reciclado de forma boa.

O capitão e sua mania de grandeza acabaram atrapalhando durante um chamado, o que não ajudou muito. Nem me digam quão horrível foi a cena do prisioneiro chutando o banco do delegado. Que dó, gente. É claro que o Kelly, sendo Kelly, não ia deixar essa barata, então foi atrás e derrubou o criminoso.

Aquele comandante amigo do Kelly é que não me desce mais, não adianta. Gostei mesmo que o Boden também colocou ele em seu devido lugar. Tem gente que é muito afrontosa, Deus me livre!

Continua após publicidade

Por outro lado, Hermann decepcionou nesse episódio. Ele que é o maior paizão fazer aquilo com a filha? Mereceu o que Trudy fez mesmo. Cruz também não animou em nada e, graças a Deus, desistiu de encontrar a Brett no spa. Ninguém pediu por isso,, Brasil.

Enquanto um foi humilde, o outro se arrependeu de dar ouvidos ao ego.

O Casey que se arrependeu do que fez sofreu retaliação dos colegas do falecido e deu dó, querendo ou não, ele só queria ajudar. Mas não podemos negar que ele tem deixado seu ego na frente de algumas decisões. Está fazendo errado, capitão.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Por fim, com um daqueles chamados que a gente ama, Kelly salvou o Zach, mas se colocou em perigo. E claro, o capitão não ia deixar ele sozinho e foi ajudar. A Gabby e a Stella já estavam apreensivas lá em baixo, enquanto a gente estava por aqui.

Lá no telhado, descobrimos que foi Matt quem indicou a condecoração, o que deixou nossos corações em pedaços. Sem outras opções, os dois pularam no rio a la Tom Cruise, mas será que deu tudo certo?

Nota: Aleluia que a Bria se foi.

Nota 2: A Kidd não sabia com quem se preocupava mais.

Nota 3: Cruzzzzzzzzzz.

A série agora tem uma pausa e retorna só no dia 1 de março, mas a gente já sabe que um dos nossos bombeiros vai ter problemas. Confere a promo aqui em baixo e nos encontramos na próxima review, até lá!