Crítica: Reign e Supergirl estão feito gato e rato no episódio 3×18

supergirl 3x18
supergirl 3x18

Imagem: The CW/Divulgação

Continua após as recomendações

Tom & Jerry? Frajola e Piu Piu?

Reign recebeu uma missão, a qual servirá para se desligar definitivamente de Sam: matar Ruby. Olha, a menina é uma insuportável, tenho ranço dela desde sempre, mas a morte também já é too much. Com isso, a vilã muito me lembrou o Frajola, tentando a todo custo caçar o Piu Piu. Nessa corrida toda, pelo menos em uma coisa ela foi útil, acabar com o clima de James e Lena. Obrigado!

Continua após a publicidade

Com a inimiga mais poderosa e com um propósito, achei por ora totalmente desnecessária a ida de Supergirl e J’onn até a casa de Patricia. Estava na cara que a mãe adotiva de Sam ainda apareceria na série, mas eu apostava que fosse mais próxima da season finale. Nesse momento, a sensação que tive que Tom era a nossa heroína, enquanto Jerry a vilã. Que tiro no pé!

Paralelo a isso, achei sensata a atitude de Alex com Ruby. A ligação das duas é algo único, mas sabia que sua ida à mansão Luthor não daria muito certo. Falando nisso, inclusive, chateadíssimo que não reutilizaram o local de Smallville. A irmã de Kara nessa hora agiu igual o Frajola, com uma brecha tão grande em deixar o celular à mostra. O que a garota fez? Ligou pra mãe, que possuída pelo ritmo da Ragatanga satânica, localizou seu alvo.

Laços de família que fala, né?

Imagem: The CW/Divulgação

Apesar de ter ficado com um pé atrás, gostei que deu um certo “tempo” de Reign causar na casa de Patricia, antes de tentar acabar com Ruby. O plano de Supergirl e J’onn deu muito certo, atraindo a vilã em seu antigo lar. O confronto entre as duas está ficando cada vez mais intenso, e pelo fato dela ter absorvido o poder das outras worldkillers, esperava ela indo mais pra cima da sua principal inimiga. Ok, ela conseguiu derrotar a heroína mais uma vez, junto com o Caçador de Marte. Uma pena disso tudo foi Patricia também ser prejudicada no meio disso tudo. Eu já esperava por sua morte, mas novamente digo, mais pra frente, como uma espécie de “última cartada” para trazerem Sam de volta.

Paralelo a isso tivemos outro plot, que foi do pai de J’onn. Não estou gostando nada disso, pois vem mostrando que o Alzheimer pode ser uma doença Universal. Algo me diz que o personagem morrerá até a season finale, perdido em sua própria mente. Se estou preparado pra isso? Claro que não, pois será um momento muito triste. Mesmo com todos esses problemas, o personagem ainda conseguiu ser útil em ajudar o filho e Supergirl a terem uma nova carta na manga.

Amigas e rivais!

No episódio passado eu tinha ficado com um pé mais atrás ainda com a Lena, com o lance da Kriptonita. O cerco entre ela e Supergirl fechou ainda mais, após ela revelar sobre o fato de criar o elemento. Mais uma vez a heroína teve um ataque de pelanca desnecessário, que fiquei sem entender. Ok, a Kriptonita é fatal, mas será que ela não pensa que sua principal inimiga também é vulnerável a isso, e que no momento essa é a única alternativa cabível? Essa temporada, sinceramente está difícil de engolir certos “chiliques” da personagem. Eu adorei a Lena dizendo umas verdades para ela, pois realmente tem horas que a heroína se acha mesmo uma deusa. Menos, amor.

Esquecemos de falar de uma pessoa? Sim, Mon-El! O rapaz acabou ficando por aqui, algo totalmente previsível, convenhamos. Entretanto, ele teve papel pra lá de fundamental em mais um confronto contra Reign. Quando ela encontrou com Ruby, já imaginei que a menina não seria morta, mas foi ele que conseguiu carregar as Kriptonitas de Lena e derrotar a vilã por ora. No fim, isso foi um mal necessário, bem melhor do que as danças de toureiro que o rapaz ensinou a sua ex.

Os momentos finais do episódio mostrou algo que me deixou bem intrigado. A cena de Kara e Lena no elevador já deixou claro duas coisas. Primeiro, que a irmã de Lex realmente sabe que a amiga é Supergirl. Gente, ela é tão inteligente, que seria patético em ser burra somente para isso. Uma evidência disso é como as duas estavam frias uma com a outra. A segunda coisa, novamente bato na tecla de Clark e Lex em Smallville. Foram coisas assim que começaram a abalar amizade dos dois na saudosa série. Quer mais coincidência? A amizade deles começou a ficar estremecida na reta final da terceira temporada, e onde estamos? Então… quem avisa amigo é.

PS: Já podemos shippar para sempre o bromance entre Winn e Brainy? Ainda shippo forte a amizade do nosso nerd com Alex, mas esse merece um espaço cativante também em nossos corações.

Tags Supergirl
Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours