Debra Messing fala em aumentar a representatividade LGBT com o revival de Will & Grace

NBC/Divulgação

Continua após as recomendações

O retorno de Will & Grace pela NBC ocorrerá em setembro, com novas histórias para contar e, quem sabe, uma maior representação LGBT. A sitcom dos anos 90 foi elogiada por sua postura progressista na apresentação de personagens gays, lésbicas e bissexuais, mas a série não abordou pessoas transgêneros. Debra Messing, uma das estrelas do show, no entanto, diz que espera por mudanças no retorno.

“[Quando] fizemos o show, nós realmente nos concentramos em LGB… Nós paramos em B. Eu quero continuar pelo alfabeto”, ela disse ao TV Guide, enquanto promovia o retorno da série na turnê de imprensa da Critics Association.

Continua após a publicidade

Dirigir-se a questões importantes da vida cotidiana tem sido um aspecto importante da série e a chave para o seu sucesso. Com diversas identidades sexuais e de gênero mais recentemente surgidas na conversa convencional, Messing diz que faz sentido para o espetáculo abordar isso também.

“Eu suponho que vamos. Eu acho que TQI, identidade sexual, e identidade de gênero… isso é o que está sendo discutido agora em nossa cultura. Portanto, é relevante e se encaixa perfeitamente no mundo de Will & Grace“, acrescentou.

O show recomeça 11 anos após o seu final, com Grace agora como uma designer de interiores bem-sucedida. Ela e Will (Eric McCormack) ainda estão solteiros e moram juntos em seu apartamento em Nova York. Além disso, Jack (Sean Hayes) ainda vive no corredor e Karen (Megan Mullally) não parou de trabalhar para ela. Embora os tempos tenham mudado, parece que os aspectos mais importantes do quarto fabuloso permanecem os mesmos.

Will & Grace retorna no dia 28 de setembro, na NBC.

Fonte: TV Guide

Nenhum comentário

Adicione o seu