E.T. O Extraterrestre vai ter continuação? Ator de Elliot responde

A estrela de E.T., Henry Thomas se abre sobre a possibilidade de uma sequência.

E.T. O Extraterrestre

O clássico de Steven Spielberg, E.T. O Extraterreste, colocou o ator Henry Thomas, então com 9 anos, estrelando o que era apenas seu segundo filme. No longa ele vivia Elliot, um menino que forma um vínculo poderoso com um alienígena preso na Terra.

Continua após publicidade

Sucesso no mundo tudo, E.T. superou o Star Wars original de George Lucas e se tornou o filme de maior bilheteria de todos os tempos em 1982. E se manteve por lá até 1993, quando outro filme de Spielberg, Jurassic Park, roubou o topo.

Agora, 40 anos depois do adeus choroso de ET, os fãs viram um “retorno” do personagem em um comercial para o Dia de Ação de Graças de 2019. A figura apareceu em um comercial “Home for the Holidays” da Comcast Xfinity. E o anúncio de 4 minutos mostra um presente tecnologicamente avançado (se beneficiando daquele primeiro encontro) onde um Elliot agora crescido tem uma família. Mas ainda possui uma afinidade por seu amigo alienígena e um bom passeio de bicicleta.

Continua após publicidade

Quando o anúncio foi ao ar, muitos pensaram que era um teaser de uma sequência de E.T.. Claro, mesmo que não fosse, alguns ainda se perguntam se esse conceito poderia ser explorado.

Afinal, E.T. O Extraterreste ganhará uma continuação?

E.T. O Extraterrestre
Imagem: Divulgação.

Em uma entrevista recente ao ComicBook.com, Thomas, agora com 50 anos, foi questionado sobre sequências de sucesso de filmes do passado, como Top Gun: Maverick, e o que elas podem significar para E.T. O Extraterreste.

De acordo com Thomas, é improvável que o próprio Spielberg revisite E.T.. Com o comercial da Comcast Xfinity sendo o mais próximo que o público verá de uma reunião entre E.T. e Elliot.

Continua após publicidade

Leia também: 5 melhores filmes na Netflix para assistir nesse final de semana

Houve ideias lançadas ao longo dos anos. Houve algumas conversas sérias no início porque o estúdio estava realmente pressionando para seguir o sucesso da temporada de 1982… É por isso que o comercial, acho que Spielberg aprovou o comercial porque isso é o mais próximo de uma sequência que ele está disposto a ir. Como ele está disposto a permitir. A resposta para esse anúncio da Xfinity foi tão esmagadora e as pessoas pensaram que era um teaser para uma sequência que criou uma enorme agitação na internet.

Desde o lançamento de E.T. O Extraterrestre, muitos detalhes foram revelados sobre uma possível continuação. Por exemplo, o final original de E.T. criou uma sequência, com uma cena final se aproximando de um comunicador em funcionamento. O que implicaria que Elliot e E.T. ainda estavam em contato.

No entanto, a cena acabou sendo cortada porque o adeus entre Elliott e E.T. provou ser uma maneira muito mais poderosa de terminar o filme.

Continua após publicidade

Como seria a continuação?

Spielberg e Melissa Mathison chegaram a escrever um primeiro tratamento para uma continuação, intitulada E.T. II: Medos Noturnos, que segue Elliott e seus amigos enquanto são abduzidos por alienígenas e salvos por E.T.

Em última análise, Spielberg abandonou essa ideia porque sentiu que trairia a pureza do original. No entanto, o autor do livro de E.T., William Kotzwinkle, escreveu uma sequência, E.T.: O Livro do Planeta Verde, ambientada no planeta natal do personagem-título, Brodo Asogi.

Leia também: 45 filmes bons para assistir em casa num sábado a noite

A co-estrela de Thomas, Drew Barrymore, também disse que uma continuação de E.T. O Extraterreste nunca vai acontecer. Embora uma sequência ou reinicialização provavelmente não veja o céu noturno sem a aprovação de Spielberg, o espírito do filme vive em projetos nostálgicos como Stranger Things, que revitalizou o interesse pela cultura pop dos anos 80.

Considerando a quantidade de pressão que viria com a criação de uma sequência de E.T., e a chance de manchar o legado do original, talvez seja melhor se o alienígena titular ficar em casa desta vez.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.