Facebook pode se tornar concorrente da Netflix na produção de séries de TV

Imagem: Screen Rant

Imagem: Screen Rant

 

Como a mídia social continua a crescer e se desenvolver, o Facebook está se preparando para evoluir. Os usuários mais novos estão cada vez mais interessados em sites de mídia social, mais orientados visualmente e mais ligados em aplicativos, como Instagram e Snapchat. Um dos gigantes originais de redes sociais, o Facebook, está agora olhando para mudar o foco, e encontrar maneiras de crescer em um mercado em mudança. Os desenvolvimentos recentes incluíram empurrões em direção ao conteúdo “autêntico” e mudanças nos algoritmos que promovem páginas e posts no feed de notícias.

O próximo passo para o Facebook é mudar o foco para mais conteúdo de vídeo, com notícias de que o site está desenvolvendo um aplicativo com potencial para concorrer com a Netflix.

Continua após a publicidade

A rede social está atualmente desenvolvendo o aplicativo centrado em vídeo como uma forma de empurrar um novo foco no conteúdo. O aplicativo seria usado tanto para vídeo ao vivo e conteúdo de script, e o Facebook já está trabalhando na criação de seu próprio conteúdo original – que poderiam incluir séries de TV. O site está, aparentemente, “em discussões com empresas de mídia para licenciar programas longos e de qualidade de TV”, e tem enfatizado o conteúdo de vídeo de alta qualidade em geral.

Esta mudança de foco para o site ocorre num momento em que o Facebook pretende encontrar formas de promover mais publicidade em vídeo – uma vez que os anúncios de vídeo e de televisão são significativamente mais rentáveis do que a publicidade de texto. Ele também vê como a Netflix trabalha para expandir sua programação original, encontrando enorme sucesso em parcerias com a Marvel, por exemplo. Como os telespectadores estão cada vez mais querendo transmitir seus shows e filmes, em vez de confiar em pacotes de TV a cabo, a criação de conteúdo original poderia marcar uma mudança para o Facebook a partir de mídias sociais tradicionais para um modelo mais centrado no entretenimento. O novo aplicativo permitiria que o próprio site ganhasse mais dinheiro com a publicidade em vídeo, além de fornecer uma nova maneira de os usuários assistirem a eventos esportivos e notícias ao vivo, assim como novos conteúdos originais.

Isso pode ser uma notícia enorme para a rede social. O sucesso da programação original da Netflix também mostra como o desenvolvimento de conteúdo original pode ser rentável e popular. Se o Facebook for capaz de criar uma plataforma de alta qualidade similar, eles poderiam se tornar uma verdadeira concorrência para o site de streaming – especialmente porque seu conteúdo de vídeo seria potencialmente pago com publicidade, em vez de assinatura. O conteúdo “grátis” em uma plataforma que já tem tantos membros parece nada fácil.

No entanto, também pode haver alguns grandes problemas com este movimento. A criação de conteúdo original também não é barato, e se o Facebook vai competir com a Netflix, eles teriam que gastar muito em algo que não pode apelar para os usuários interessados em uma experiência puramente social. A concorrência é enorme, com a Netflix dominando o mercado de conteúdo original de alta qualidade e outros sites de vídeo como o YouTube que encurrala vídeos criados pelo usuário. O Facebook pode achar que uma ênfase em vídeo ao vivo, que tem vindo a fazer bem até agora, é a melhor maneira de facilitar em uma plataforma mais no estilo Netflix.

E aí, será que daria certo?

Fonte: Screen Rant

Avatar

No comments

Add yours