Globo de Ouro 2016: Quem são os melhores atores de comédia?

Atores comédia globo de ouro

faixacomediaator

 

Estamos nos aproximando do grande dia, e dessa vez apresentamos nossas apostas para as categorias de Melhor Ator e Atriz para série de comédia.

Tem gente veterana, tem gente nova, tem CW e tem até quem não merecia estar ai. Confira abaixo nossa opinião sobre essa categoria, que promete várias nos surpreender.

Continua após a publicidade

 

MELHOR ATOR

 

Aziz Ansari Master of NoneAziz Ansari – Master of None como Dev Shah

Por Caroline Marques

Aziz levou várias pessoas a pararem, se descobrirem e refletirem sobre a vida adulta. Com um papel bem centrado na realidade do amadurecimento, uma atuação não pretensiosa e exagerada era pedida, ele foi lá e fez. Que tipo de adulto você quer ser? Aquele que vai fazer os pais orgulhosos não importa a idade ou fará de tudo para se encaixar? Ansari dominou a arte da reflexão, diálogos simples, reações que se parecem com a vida real, cotidianos que agradaram o público. Uma atuação voltada aos porquês da existência e não ao personagem em si, é impossível não se identificar com alguma coisa, e quando o espectador se identifica ele recomenda, é orgânico isso. Aziz nos faz sentir merecedores de estar vivendo sabe, parece que estamos assistindo um espelho e não uma tela. Realmente não sei se ele tem chance contra os veteranos, mas ele merece bastante essa indicação.

 

Mozart in the jungleGael García Bernal – Mozart in the Jungle como Rodrigo de Souza

Por Amanda Moés

Gael sempre foi mais dos lados dramáticos e cinematográficos da vida mas, mesmo Mozart também carregando a tag de “dramedy”, ele vem fazendo um ótimo humor com a série, na verdade, não só fazendo um ótimo humor como roubando cenas também, com seu papel do maestro Rodrigo de Souza, já que a série é baseada nas memórias de uma tocadora de oboé tentando o sucesso em Nova Iorque. Para adicionar mais gosto a receita, Gael vendo mostrando um magnetismo junto ao seu talento em mostrar o jeito eclético do maestro em cena, coisa que já lhe rendeu um prêmio de melhor ator no Image Foundation Awards. Resta saber o que mais essa nomeação o renderá.

 

rob lowe the grinderRob Lowe – The Grinder como Dean Sanderson, Jr.

Por Leo Sousa

Tem como explicar a presença de Rob Lowe nessa lista? The Grinder não foi nenhuma surpresa na fall season, a audiência é uma das mais inexpressivas da Fox, e mesmo assim conseguiu um lugar entre os melhores da TV. Certamente, ouviram a voz da tradição, ou da experiência, ou mesmo não enxergaram em volta o que tinha de melhor (e tem!). Dean Sanderson e toda The Grinder faz o estilo de câmera única, com piadas prontas e enredos sem sentido nenhum, totalmente fora da realidade. Esforço se tem, e muito, mas não o suficiente para chegar ao Globo de Ouro. Talvez o que explique a sua indicação seja a química com Fred Savage, mas não seria justo com o parceiro de tela, não é mesmo? Certamente, não será o vencedor.

 

Patrick Stewart Blunt TalkPatrick Stewart – Blunt Talk como Walter Blunt

Por Amanda Moés

Patrick Stewart é outro que vem de longa carreira se juntar ao time televisão depois de tempos em teatros e cinemas,ainda mais em uma área quase nova, já que o famoso Professor X tem anos de dramas e ficções no currículo obviamente, junto ao talento. Com o show Blunt Talk, no papel do protagonista, Stewart rende a primeira nomeação da comédia e mostra que sabe de todos os gêneros. Com uma escrita caótica, ele conseguiu trazer humor inteligente e brilhante para uma história um pouco já batida, do estranho longe do ninho, do personagem mudando de Londres para LA trabalhando em um talk show. Em suma, Patrick mostra como versátil ele é e surpreende todos com uma nomeação de primeira no papel. Cruzemos os dedos pelo careca britânico mais amado de Hollywood.

 

9e7c201f648e33125c552ec46e03a86bJeffrey Tambor – Transparent como Maura Pfefferman

Por Matheus Pereira

Jeffrey Tambor é o favorito. O único empecilho em seu caminho: a vitória anterior. O Globo de Ouro não costuma repetir prêmios (The Affair venceu ano passado e sequer foi indicada neste) e os votantes talvez queiram homenagear outro ator. Por esta perspectiva, algo me diz que Bernal pode surpreender. É só analisar: dos cinco indicados, quatro são estreantes; apenas Tambor repete indicação. Isso prova a vontade do Globo em lembrar novas séries e atores. Ainda assim, as qualidades de Jeffrey podem vencer este pequeno problema. Além de representar a série mais prestigiada da categoria, Tambor é simplesmente o melhor ator. Simples. Não há conversa. Sua atuação é a mais corajosa e que mais foge da curva. Pode preparar a festa que o prêmio já é seu, Jeffrey.

 

MELHOR ATRIZ

 

GinaGina Rodriguez – Jane the Virgin como Jane Gloriana Villanueva

Por Caroline Marques

Acredito que Gina revolucionou a maneira de se fazer comédia, ela é na medida certa, você acredita na trapalhada que é a vida de Jane e não tem como não se divertir e se emocionar com ela. A estrutura da série contribui muito com a comédia, o narrador, os sotaques espanholitos, a situação inusitada que ela acabou inserida, enfim, Gina te faz rir e acaba te fazendo refletir sobre o que você anda reclamando da vida. Muito elogiada e já com uma estatueta em casa, o que pegou todos de surpresa ano passado inclusive ela mesma, Gina continuou com um trabalho impecável nessa segunda temporada, agora, com Mateo já nascido, o drama é a escolha do amor, Rafael ou Michael? Acabei comprando a dúvida dela e ainda não sei qual ela deve ficar, mudo cada santo episódio meu shipp porque francamente, o sentimento dela é o meu e a dúvida dela é a minha. Ela merece muito esse prêmio, Jane The Virgin não é mais um clichê. Autêntica, super família e humana, essa é Gina nossa Jane.

 

rachel bloom crazy ex-girlfriend cwRachel Bloom – Crazy Ex-Girlfriend como Rebecca Bunch

Por Leo Sousa

Depois de Gina Rodriguez tomar os holofotes no ano passado com Jane the Virgin, é a vez de Rachel Bloom mostra que a The CW veio para ficar – e é melhor as outras emissoras abrirem o olho. É uma pena Crazy Ex-Girlfriend ter uma audiência baixa, porque realmente, Rachel Bloom tem talento de sobra. Talvez se a CW mantivesse o plano de meia-hora, o roteiro simples seria muito mais aproveitado. Sem aquela demagogia de músicas para refletir, ou que digam “ao pé da letra” alguma coisa de relevante, as canções de Crazy Ex-Girlfriend tem o único e inteiro propósito de entreter, nada mais. É comédia para ver, rir, e não se importar com enredos. Rebecca Bunch é aquela personagem que todo mundo se relaciona, você pode não fazer o que ela faz, mas com certeza, lá dentro da sua consciência, enxerga uma relação com ela. Globo de Ouro faz seu papel de impulsionar essas estrelas em ascensão, e agora é com a CW em continuar fazendo um bom trabalho.

 

jamie lee curtis scream queensJamie Lee Curtis – Scream Queens como Reitora Cathy Munsch

Por Amanda Moés

A participação de Jamie Lee Curtis foi a cereja no sundae de Scream Queens, afinal, a filha da rainha do grito não poderia ficar de fora com as incontáveis referências que o show faz a filmes de terror. E lógico que Jamie não fez papel feio, pelo contrário, com o papel da reitora da universidade onde o show passa, ela tomou o lugar até das protagonistas do show na disputa pelo globo de ouro com uma personagem caricata e por vezes, estranha até para os padrões de Ryan Murphy e comédia.

 

veepJulia Louis-Dreyfus – Veep como Vice-Presidente Selina Meyer (Mateus)

Falar sobre Julia Louis-Dreyfus nem tem graça. A atriz é sempre boa, sempre no ponto, sempre favorita. Assim, é complicado explicar porque ela pode e merece vencer. Ela é a melhor. Ponto. No papel da vice-presidente dos Estados Unidos, Dreyfus se destaca com um humor que fica no limiar entre explícito/tolo e sutil. E a atriz casa perfeitamente com o texto de Armando Iannucci e seu time de roteiristas. Veep se deu muito bem no Emmy, mas não parece fazer o mesmo sucesso no Globo. De consolação, o prêmio de Melhor Atriz é quase uma certeza. Mas há uma tal de Lily Tomlin no caminho…

 

lilytomlinLily Tomlin – Grace and Frankie como Frankie Bergstein

Por Matheus Pereira

Lily Tomlin é a melhor coisa de Grace and Frankie, uma série cheia de qualidades. Pra começar, talentosa que é, Tomlin já começa com o pé na porta ao ofuscar Jane Fonda. Além disso, Lily é engraçadíssima. Livre no papel, completamente confortável, a atriz faz rir, emociona, diverte, faz pensar, o pacote completo. No Globo de Ouro, encontra concorrência contra Dreyfus, mas pode chegar na frente e levar a melhor. Os votantes parecem ter aprovado a série e o prêmio nesta categoria seria uma forma de homenagear o programa, de não deixar passar em branco. Pra ajudar ainda mais, Tomlin está naquele time das consagradas, das atrizes respeitada do cinema. Isso conta muito a favor, principalmente nos Globos de Ouro.

 

Quem faltou?

Sou bem fraca nas comédias, mas tenho que admitir que ainda não larguei The Big Bang e para mim Jim Parsons é muito comédia (ah, mas sempre daquele jeito) – Sheldon está mudando, adaptando e eu estou adorando! (Carol)

Ian McKellen com Vicious. Olha, se tem uma coisa que ia fazer meu ano era ele e Patrick indo juntos e até empatando (sonha) na mesma categoria. Eles são o bromance mais talentoso que já vi. (Amanda)

Concordo com a Amanda: faltou Ian McKellen. Aliás, onde está Vicious? A série representa o que há de melhor na comédia britânica (Matheus)

Se Jamie Lee Curtis está na lista, Emma Roberts merecia um espaço também. Sem dúvidas uma das revelações desta fall season, numa série que não foi tão boa. Isso sem falar em Ellie Kemper de Unbreakable Kimmy Schmidt, que mais uma vez foi esnobada pela crítica. Ah, é claro, Mindy Kalling continua a fazer um bom trabalho com The Mindy Project, que para variar não foi notado. (Leo Sousa)

 

Quais as apostas?

Quero que Gina ganhe novamente, mas mamãe ensinou a dividir portanto acho que vai dar Lily! Aziz foi uma graça mas Jeffrey merecia outro pra estante. (Carol)

Lily Tomlin, sim ou claro? Quanto aos homens, embora eu tenha vários amores concorrendo, não tem como ignorar Jeffrey em Transparent, ‘tá emocionante demais, gente. (Amanda)

Entre as atrizes, Tomlin está com folga na frente, seguida por Dreyfus. Entre os atores a situação é delicada: Tambor merece e parece liderar a corrida, mas o Globo de Ouro talvez não queira premiá-lo pelo segundo ano consecutivo. Bernal, neste caso, pode surpreender. (Matheus)

Gina com certeza é uma das favoritas, mas queria mesmo era Jamie Lee Curtis levando por melhor atriz. Entre os atores, qualquer um – com preferência para Jeffrey Tambor -, MENOS ROB LOWE, por favor! (Leo)

 

Já fez suas apostas? Compartilha com a gente nos comentários!

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

1 comment

Add yours
  1. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 8 janeiro, 2016 at 08:27 Responder

    Ótimas observações, acho que na categoria melhor ator Azis tem grandes chances de levar, por mais que Jeffrey mereça muito mais, porém como Matheus disse é difícil o Globo de Ouro repetir os vencedores seguidamente. Já como atriz sem sombra de dúvidas Tomlin leva, pois ela deu um show em Grace & Frankie. Gina está bem na cola da veterana, mas né ela já teve seu momento ano passado.

Post a new comment