Hawaii Five-0: segredos obscuros de bastidores são revelados

Os segredos dos bastidores de Hawaii Five-0

Hawaii Five-0 foi um drama policial que ficou no ar por dez temporadas. A série, certamente, arrecadou muitos fãs ao redor do mundo por seus episódios empolgantes e casos de assassinatos que, semanalmente, enchiam os olhos dos espectadores.

Continua após as recomendações

Reboot da clássica série dos anos 1960, a atração foi um fenômeno de audiência. Porém, guardou durante anos segredos obscuros de bastidores. Mas, há pouco tempo, eles foram revelados e agora trazemos para vocês. Confira!

Uma funcionária processou a série

Este talvez seja um dos segredos mais sombrios que Hawaii Five-0 guarda. E, infelizmente, não é tão surpreendente – especialmente com os movimentos #MeToo e Time’s Up de hoje. Há pouco mais de um ano, de acordo com a Fox, no meio do movimento #MeToo, Kelly Tolar registrou uma reclamação dizendo que havia sido assediada em Honolulu. As reivindicações incluíam assédio no local de trabalho, assédio e demissão de emprego por sofrimento emocional, bem como agressão. E bem, Tolar teve envolvimento com Hawaii Five-0, filmada em Honolulu.

Continua após a publicidade

Mesmo tendo feito a reclamação, Tolar diz que mandou um e-mail para seus supervisores em 2015, mas não houve repreensão oficial. “Esta semana ele explodiu comigo, me dizendo que eu sou uma ‘idiota estúpida’, ‘retardada’ e ‘idiota’.”

A reclamação foi contra Jake Downer, um colega e filho do produtor executivo. A emissora nunca se manifestou sobre o caso e, simplesmente, fingiu que nada aconteceu. Somente recentemente, a atriz expôs a situação.

Atores saíram da série por questões salariais

Uma diferença salarial substancial levou à saída de Daniel Dae Kim e Grace Park, dois atores principais da série. Kim, que interpretou Chin Ho, escreveu em um post no Facebook na época que saiu, dizendo que “sentiria muita falta de Chin Ho” e incentivou os fãs a olharem “além da decepção…”

Mas essa não era uma pequena diferença salarial pela qual eles estavam lutando. A questão é que eles recebiam de 10 a 15% a menos dos salários de Alex O’Loughlin e Scott Caan. E isso é um golpe duplo quando você considera que o Havaí tem uma herança majoritariamente asiática e, portanto, a representação asiática é incrivelmente importante numa série que leva o nome de “Hawaii”.

Considerando que Daniel Dae Kim e Grace Park eram atores veteranos e desempenhavam seus papéis tanto quanto os outros dois atores, o que eles estavam pedindo é demais? Aparentemente, para a emissora sim. Ela se recusou a aumentar o salário de ambas as estrelas e o resultado foi a despedida deles de forma abrupta.

Imagem: Divulgação.

Alex O’Loughlin já queria deixar a série há bastante tempo

Para quem não sabe, a estrela e interprete de Steve McGarrett estava bastante “infeliz” na série. Isso porque, por várias vezes, Alex O’Loughlin expressou abertamente que tinha vontade de deixar a atração.

Desde a sétima temporada, o ator tentava “deixar” a produção. Por muitas vezes, inclusive, ele tentou convencer a emissora CBS a encerrar a série ou deixar seu personagem sair de Hawaii Five-0. Porém, o salário dele era sempre aumentado e, com isso, ele permanecia na atração. Uma das vezes crucial, inclusive, foi quando a emissora subiu o seu salário, recusando-se a pagar o mesmo para Daniel Dae Kim e Grace Park.

O motivo para que O’Loughlin queria tanto largar Hawaii Five-0 era porque ele tinha sérios problemas de dores nas costas. Tal problema, inclusive, o fez ser viciado em remédio, e que o colocou em uma clínica de reabilitação para se desintoxicar. Aparentemente, no ano passado, ele conseguiu convencer a emissora a “cancelar” a série, quando no decorrer da décima temporada foi confirmado que aquela seria a última.

Hawaii Five-0 segredos obscuros

Imagem: Divulgação.

Abuso de poder do criador da série

No meio de 2020, logo depois do fim de Hawaii Five-0, uma grande polêmica veio à tona quando a estrela da série MacGyver, Lucas Till, expôs o produtor Peter M. Lenkov, que era o roteirista responsável por MacGyver, Hawaii Five-0, bem como Magnum PI.

Lucas Till expôs uma situação que acontecia nos sets de sua série e que, de acordo com ele, aconteceu durante dez anos nos bastidores de Hawaii Five-0. Tal problema era um abuso de poder que Lenkov fazia, a ponto de abalar psicologicamente todos os atores. Till, inclusive, chegou a revelar que quis se matar por conta disso.

Lenkov foi demitido após denúncias de ter criado um ambiente “tóxico” e abusado verbalmente de estrelas de MacGyver e de Hawaii Five-0.

O ator disse, em entrevista à Vanity Fair, que ele sofreu vários casos de abuso verbal, intimidação e bullying enquanto trabalhava ao lado de Lenkov.

“Eu nunca trabalhei em um lugar tão difícil em toda a minha vida. E eu não ligo quando o trabalho é difícil”, disse Till à revista. “Mas o modo como Peter trata as pessoas é inaceitável. Eu pensei em suicídio naquele primeiro ano da série, por causa da maneira como ele me fez sentir. Mas a maneira como ele tratou as pessoas ao meu redor – esse é apenas o meu ponto de ruptura.”

Lenkov se defendeu, chamando Till de mentiroso e falso. Porém, outras estrelas de Hawaii Five-0 apoiaram a denúncia e confirmaram o ambiente tóxico. Tal fato teria sido crucial também na hora que a CBS decidiu por cancelar o drama policial.

E você, sabia dessas polêmicas? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.