Lennie James fala sobre o passado de Morgan em The Walking Dead

- Publicidade -

 

- Publicidade -

640thewalkingdeadmorgan

 

- Publicidade -

Talvez um dos maiores enigmas de The Walking Dead, Morgan já possui três grandes episódios ao longo das cinco temporadas que foram focados em seu personagem. Cada episódio mostra um lado diferente do homem que perdeu sua esposa e filho em meio ao apocalipse zumbi. Como a história de Morgan se apresentará na sexta temporada que estreia em 11 de outubro? E o que podemos esperar pra ver mais sobre o seu passado e como ele se apresentará hoje? A EW entrevistou o ator Lennie James em seu trailer no set de filmagens e obteve algumas informações.

 

EW: Você trabalhou principalmente ao lado de Andrew Lincoln durante longos anos e, em seguida, também trabalhou com alguns outros personagens esporadicamente mas agora pela primeira vez você está totalmente integrado com todo o elenco. Como isso tem sido?

- Publicidade -

Lennie James: Bem, isso ainda está acontecendo. Eu ainda estou me adaptando a isso. Ainda é um sentimento de que pouco a pouco vou conhecendo mais as pessoas. Então, ainda tenho um monte de gente para conhecer e ter minhas primeiras conversas. É muito recente e é algo que eu estou muito ansioso.

 

EW: Vamos falar sobre a grande dinâmica entre Morgan e Rick, até onde paramos ele encontra Rick em uma posição horrível. O que isso significa para Morgan? E o que isso significa para a relação dos dois nessa 6º temporada?

- Publicidade -

LJ: Eu acho que o maior medo do meu personagem é ver Rick agindo como Morgan costumava ser. É obvio, ele conhece o mundo em que estão e sabe o que isso pode causar neles. Mas além de se preocupar em como o mundo poderia afetar Rick ele também se preocupa com a forma que poderia afetar as pessoas ao seu redor. Morgan está em uma posição diferente de quando se vi pela última vez na 3º temporada. Uma das coisas que é realmente importante na relação de Rick e Morgan é que Rick é a ultima pessoa no mundo que sabe quem Morgan realmente é. E apesar do longo relacionamento que Rick possui com o grupo e todas as outras pessoas, Morgan é o cara que ele conhece desde o inicio. Então, eles possuem um vinculo – quer gostem ou não – e será isso que eles irão descobrir certamente na 6º temporada.

 

EW: Nós tivemos três grandes episódios com Morgan e ele tem sido diferente em cada momento. Então, qual Morgan veremos agora? Fale um pouco sobre o personagem e como ele se apresentará na nova temporada.

LJ: Uma das coisas mais brilhantes de interpretá-lo é poder juntar os pontos. Então, ligando o cara que você viu três semanas depois de Rick no piloto e depois o cara que perdeu a cabeça em “Clear” na 3º temporada você deverá se atentar em como ele se apresenta em cada situação e não quem é o cara que aparece. O que eu tinha que fazer no final da 5º temporada era me cerficar de que , apesar do fato dele ter passado por diversas transformações, ainda é o mesmo cara que estava em “ Clear” e que também estava no primeiro episódio, mas claro, mudado. Essa é a beleza de atuar com esse personagem, ligar os pontos todos juntos. Ele passou por uma transformação. E é essa transformação que os telespectadores irão descobrir na 6º temporada.

 

EW: O que Morgan irá fazer em Alexandria?

LJ: Em um primeiro momento, tentar reconectar-se com Rick, o que será muito difícil e tomará um grande pedaço da 6º temporada. Outra coisa é que Morgan desde o inicio só esteve em um grupo de no máximo dois. Foi sempre ele e seu filho e depois passou por um bom tempo por conta própria. Esta será a primeira vez que ele fará parte de um grupo. Ele terá que descobrir se é certo ou não pertencer a um grupo e se pode ser uma sobrecarga emocional muito grande para ele que já esteve no mais escuro de sua mente e lutou para sair. Ele não tem certeza se estar entre essas pessoas será uma boa coisa ou se isso o forçará a voltar a ficar sozinho.

 

EW: Alguns personagens como Daryl possuem determinadas armas já conhecidas. Morgan tem seu bastão. O que você acha de ter um bastão como arma?

LJ: Eu amo meu bastão. Eles nunca irão tirá-lo de mim. Eles irão ter que tirar das minhas mãos frias e mortas. Eu adoro ele, e é uma ótima arma para ganhar experiência. Uma das coisas que eu mais no meu trabalho é o aprendizado de novas habilidades, e certamente ter um bastão como arma tem me dado muito foco. E sim, é uma arma, mas em um dos níveis mais passivos de arma que o grupo possui em seu arsenal.

 

EW: Sobre o Morgan ter ou não matado os dois rapazes dos Wolves. Ele teve a oportunidade de mata-los mas não o fez e parece que eles ainda estão causando alguns estragos. Você acredita que Morgan deveria ter matado eles?

LJ: Não cabe a mim decidir. O fato é que ele não os matou e teremos que lidar com as consequências se houver.

 

Ansioso para a nova temporada de The Walking Dead? Falta pouco!

 

Fonte: EW

 

- Publicidade -