Masterchef Brasil Profissionais – 1×09 – Lugar de mulher…

Dayse rainha, o resto...

Dayse rainha, o resto… Imagem: Twitter

Continua após as recomendações

 

Para os/as machistas de plantão, lugar de mulher é na cozinha.

Continua após a publicidade

Mas pera, não uma cozinha profissional, lugar de mulher ~direita mesmo é na cozinha de casa, na profissional que seja para varrer o chão, lavar a louça… Afinal, como diz o ditado, mulher é cozinheira, homem é chef.

Essa temporada de Masterchef se mostrou muito acertada ao colocar ainda mais em destaque certas discussões. Em tempos de libertação feminina e empoderamento em todas as áreas, nós conseguimos enxergar que a gastronomia não é nem parecida com aquela profissão dos sonhos que as edições dos amadores adoram pintar. Nada disso, aqui, com profissionais, vimos que o buraco é bem mais embaixo, e que a cozinha é sim um território hostil.

TOQUES DE MACHISMO, VOCÊ LEMBRA?

– De todas as 7 participantes, apenas 3 se destacaram: Pryscilla, Fádia e Dayse. A primeira tinha pratos bons, mas era extremamente insegura e até que durou muito tempo, não foi apenas uma vez que ela sofreu bullying, ou foi destratada por Ivo e companhia, e acredito que foi exatamente aí que a moça começou a não acreditar tanto no seu trabalho, afinal, nem a equipe acreditava.

– Fádia era aquela que os homens mais respeitavam por ser uma exímia misturadora de temperos, ela arrasou em várias provas, mas também sofreu o bullying do “ah mas você não é fodona? faz aí então”, e foi obrigada a destrinchar um cordeiro sozinha sob os olhares dos jurados, que nada fizeram.

– Mas ninguém sofreu mais (e ainda sofre) com o machismo quanto Dayse. Já virou um clássico o episódio em que ela faz um grupo com Ivo e Dario e, ao ser jogada para escanteio durante a prova inteira e reclamar, ouve do ex-chefe “pega uma vassoura e varre o chão, então”. Depois ele ainda cita nos comentários estilo depoimento que não é machista, mas é difícil trabalhar com mulher porque elas são muito sensíveis (preguiçaaa). Mas confesso que Marcelo foi ainda pior, e isso comentarei abaixo.

UM INGREDIENTE, TRÊS FORMAS DE APRESENTAR

Na primeira prova do programa, vimos os chefs escolherem um vegetal que combinasse com o Brasil, e utilizá-lo em três preparações diferentes. Os clones Dario e Ivo só comprovaram como são farinha do mesmo saco ao escolherem o mesmo ingrediente, mandioca. Dayse escolheu milho, e Marcelo da Lua escolheu banana. Enquanto os dois primeiros fizeram pratos sem muita criatividade, Dayse aproveitou o milho muito bem, sendo criativa e clássica ao mesmo tempo, mas, infelizmente, não conseguiu bater o baião de dois com casca de banana de Marcelo, que ganhou a prova na ousadia.

SURF AND TURF AND TRETAS 

Com isso, Dayse, Dario e Ivo foram para a prova de eliminação, onde o desafio era bem pesado, fazer um prato usando a técnica surf and turf, que olha, nunca tinha ouvido falar. Foi aí que Marcelo mostrou toda a sua escrotidão, e começou uma campanha para derrubar Dayse (sei lá por qual motivo). Ele deu fraldinha para a moça, um dos cortes mais complicados, e facilitou a vida dos homens ao escolher frutos do mar que se adaptam muito bem.

Nesse momento, a edição foi incrível ao mostrar toda a podridão de Marcelo, que ficava ali, em estilo mantra, invocando que Dayse caísse, debochando das suas escolhas para a receita – sério, foi horrível de se ver. Com toda a calma e experiência de quem já enfrentou isso muitas vezes, Dayse trabalhava calada, concentrada na sua receita, sem ouvir o bostão lá de cima emanando energia negativa para ela.

O Twitter enlouqueceu, e de queridinho do público Marcelo passou para vilão, mas até então eu não conseguia compreender o motivo dele fazer aquilo, sabe? No meu universo civilizado, a babaquice do Marcelo seria mais recalque que machismo, e como eu me enganei. No fim das contas, ele se acha gênio demais e não admite ver alguém como Dayse se saindo bem, uma mulher. Logo uma mulher que não enlouquece na hora de fazer uma receita, logo uma que usa a sua mão boa para criar receitas simples e deliciosas… realmente, que afronta!

Lindo mesmo foi o tombo que Marcelo levou, ao ver Dayse ganhar a prova. A falsidade dele ao tentar abraçar a moça foi destacada até por Fogaça. Assim como a babaquice ao urrar a salvação de Dario, que foi xingada por Jacquin. Já Paola, só soube exaltar a genialidade e “humildade” de Ivo, bem louca ela.

 

o adeus de Ivo

O adeus de Ivo. Imagem: Twitter

 

No fim, o resultado foi positivo com Ivo fora e Marcelo deixando sua máscara cair. Foi um verdadeiro show de horrores. Nunca uma edição de um reality show foi tão acertada ao mostrar a realidade de uma profissão e a crueza do machismo enraizado na nossa sociedade. #foramarcelo #ganhadayse

Por Letícia Bastos

1 comentário

Adicione o seu

Post a new comment