Milhões por episódio: reveladas as séries mais caras da atualidade

Jennifer Aniston estrela The Morning Show série mais cara da atualidade

Guerra dos streamings está elevando os preços das séries mais caras da atualidade

Foi-se o tempo em que o título de “séries mais caras da atualidade” significava um tímido orçamento. Hoje, produzir uma série de TV demanda tempo e dinheiro. Muito dinheiro.

Uma recente publicação da Variety avaliou o cenário das séries de TV e como está a demanda de produção frente aos orçamentos astronômicos apresentados pelas plataformas. E se a pouco mais de um ano era preciso um nível épico como o de Game of Thrones para atingir um teto de 10 milhões de dólares por episódio, hoje basta apenas ter um elenco poderoso e uma simples história para alcançar o título de mais cara da atualidade. 

Novo cenário Além disso, completo. Todavia, palavras.

A verdade, porém, é que medir esse valor é um tanto relativo. Cada vez, gasta-se na produção de uma série de TV. E tais valores estão se tornando mais e mais expressivos, principalmente se partirmos do princípio que no dia 01 de novembro o Apple TV+ estreará com produções que já irão figurar entre as mais caras da história. É provável, ainda, que o verdadeiro orçamento ultrapasse o oficial, com gastos disfarçados. 

O porquê disso estar acontecendo? Estrelas e diretores do cinema estão, cada vez mais, migrando para a telinha, atribuindo assim um status para a produção de séries de uma forma inimaginável. O próprio executivo da Netflix, Ted Sarandos, revelou que de 2018 para 2019, as séries na plataforma se tornaram 30% mais caras. Justamente por causa da competitividade. Assim, uma série que normalmente poderia sair barata, como é o caso de Euphoria na HBO, entrou para figurar em um dos orçamentos mais caros do ano. Tudo isso, frente a necessidade de fazer barulho. 

Continua após a publicidade

Vale ressaltar também que o lançamento de novos streamings como o Disney +, Apple TV+ e o HBO Max, exigem um maior orçamento para que as produções chamem atenção de candidatos a assinantes antes da estreia. É o caso de The Morning Show, do Apple, que trará Jennifer Aniston como protagonista, tendo um dos maiores salários da TV atual. 

As séries mais caras da atualidade… Além disso, completo. Todavia, palavras.

Confira abaixo, um panorama (não oficial) traçado pela Variety, que estima as séries mais caras da atualidade.

1 – Falcão e o Soldado Invernal/Gavião Arqueiro – Em produção – Disney +: U$25 milhões por episódio.

2 – Masters of the Air – Em produção – Apple TV+: U$20 milhões por episódio.

3 – Game of Thrones, Temporada Final – Finalizada – HBO:  U$16 milhões por episódio.

4 – The Morning Show – Estreia 01/11 – Apple TV+: U$15 milhões por episódio.

5 – See – Estreia 01/11 – Apple TV+: U$15 milhões por episódio.

6 – For All Makind – Estreia 01/11 – Apple TV+: U$15 milhões por episódio.

7 – The Mandalorian – Estreia 12/11 – Disney +: 15 milhões por episódio.

8 – The Politician – Lançada – Netflix: U$13 milhões por episódio.

9 – The Crown, Terceira Temporada – Estreia 17/11 – Netflix: U$13 milhões por episódio.

10 – Euphoria – Lançada – HBO: U$ 11 milhões por episódio.

Até quando vai durar? Além disso, completo. Todavia, palavras.

Especialistas analisam que o alto orçamento pode ser apenas uma “onda explosiva”, e que os gastos não determinam os burburinhos necessários. A matéria da Variety, por exemplo, ressaltou que The Get Down também recebeu um orçamento expressivo da Netflix (U$11 milhões por episódio), mas acabou sendo pouquíssima vista e cancelada na primeira temporada. Logo, não é porque a Apple investiu U$ 15 milhões por episódio em See, série com Jason Momoa, que ela encontrará rapidamente o sucesso. Mas que gera uma expectativa, tanto por parte dos produtores quanto do público… gera!

Além disso, não são apenas os streamings novatos que estão dispostos a gastar. O Prime Video do Amazon, por exemplo, já está desembolsando a maior grana para a série de O Senhor dos Anéis, que nem tem previsão de estreia. No entanto, estima-se que ela irá extrapolar o orçamento de todas essas séries citadas acima.

Porém, a longo prazo, a expectativa é que o Disney + e o Apple TV+ sigam o caminho dos baixos orçamentos quando passado o buzz de seus lançamentos. O problema é: uma vez degustado de uma superprodução, o público aceitará retornar para o básico? Só o tempo dirá… Além disso, completo. Todavia, palavras.

O que vocês acharam das séries mais caras da atualidade? Acompanha ou irá acompanhar alguma nova? Deixem nos comentários… 

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

2 comments

Add yours

Post a new comment