Mix de Opiniões: O piloto de Better Call Saul

Tudo o que é bom… dura o tempo bastante para poder gerar um spin-off. Se esta é a palavra de ordem na TV, claro que uma das séries mais aclamadas dos últimos anos teria que deixar um filho. Eis assim que nasce Better Call Saul, criado por Vince Giilligan e que se passa antes da trama de Breaking Bad, tendo como protagonista o advogado Saul Goodman.

 

Better Call Saul AMC

 

Continua após a publicidade

O mais interessante é que, mesmo antes de estrear, o canal AMC apostou alto e renovou a série para uma segunda temporada. Além disso, firmou uma parceria com o Netflix, e lançou a série quase que simultaneamente no mundo todo. Isso é que se chama de confiança.

Com várias referências ao universo da série mãe, Better Call Saul é uma série que não necessita de Breaking Bad para funcionar e com isso, abre o leque de oportunidades para ganhar mais fãs ainda.

Ansioso com a estreia, os colaboradores do Mix se juntaram após ver o piloto e comentaram sobre esta aguardada estreia.

Lembrando para quem não conhece… No Mix de Opiniões, cada colaborador, além de fazer sua mini crítica, escolhe uma nota, entre 0 e 100, para qualificar o objeto de debate, de acordo com o quadro a seguir:

 

tabela-mix-de-opinioes

 

 

Narciso-90-Mix-De-Opinioes

[Anderson Narciso, editor chefe do Mix]: Palmas. E mais palmas. Quebrei muito a cara ao assistir Better Call Saul. Isso que dá julgar uma série por ser um spin-off. Excelente atuação de Bob Odenkirk como Saul Goodman (ou Jimmy McGill), que se dissolve em meio ao excelente texto de Vince Gilligan. Achei muito bom a dose de humor que foi apresentada neste piloto que se contrapõem a vida miserável que Saul levava como um advogado fracassado. O ponto alto: a ideia de por os dois skatistas para forjarem um acidente e assim conseguir um top client para sua lista. Entretanto, o tiro sai pela culatra, e Saul acaba encurralado sabe-se lá por quem. Muito bom assistirmos a essa espécie de prequel de Breaking Bad, sem nos preocuparmos em mexer na obra original, e ao mesmo tempo, poder aproveitar mais deste excelente personagem que é Saul Goodman. Parabéns aos envolvidos!

 

 

 

 

Matheus-mix-opinioes[Matheus Pereira, colaborador do Mix]: Better Call Saul se passa no mesmo universo que Breaking Bad, mas não é Breaking Bad. Isto posto, estamos livres para assistir uma das melhores novidades de 2015 até agora. Está lá a fotografia característica e o roteiro que vai se desenrolando sem que o espectador possa prever o passo seguinte; está lá, também, o trabalho de direção cuidadoso, repleto de planos memoráveis e inventivos. De início, Better Call Saul pode soar um pouco mais confusa que a série original, que primava por uma trama mais direta, mas deixará tudo claro para o espectador até o final do capítulo. Saul, pra início de conversa, tem um advogado como protagonista, e isso renderá à série uma porção de casos especiais e complicados, reviravoltas, termos jurídicos, etc. É o mesmo universo habitado por Walter White, mas não o mesmo mundo. É curioso pensar que em algum lugar perto dali estão Walter e Jesse, vivendo suas vidas ainda banais. Para finalizar, só posso dizer que Bob Odenkirk está ótimo, inspirado e engraçado. Além disso, o plot inicial convence e atrai atenção, deixando um gostinho de quero mais com um final simplesmente insano. Órfãos de Breaking Bad e com saudades? É melhor chamar o Saul e curtir a novidade.

 

 

 

mix-opinioes-paula[Paula Reis, editora do Mix]: Confesso que não esperava muito deste spin-off de Breaking Bad. Acreditava que a história da série estava saturada, tinha tido um bom desfecho e outra série seria um desnecessário que queria pegar carona no sucesso de Brba. Enganei-me totalmente. Better Call Saul me surpreendeu e muito. Primeiro, que aborda um período anterior a história de Breaking Bad, logo não aborda a mesma história  de Mr. White. Saul Godman nem se chamava assim na época que se passa a série. Segundo, que o protagonista é um dos personagens mais engraçados de Brba. Saul Godman é o advogado que mais se dá mal na vida. Ele quer dar uma de esperto e se dar bem, mas acaba entrando em uma fria atrás da outra. Como advogada eu posso dizer, Saul, você envergonha a classe! Logo, este advogado atrapalhado faz esta série ficar mais sensacional ainda, com seus pitacos de humor e de tragédia, uma dramédia incrível. Better Call Saul usa o mesmo estilo de Breaking Bad, atenta aos detalhes, uma série mais parada em que o telespectador deve ficar atento para cada informação, pois tudo tem ligação, nada é coincidência, da mesma forma que acontecia em Breaking Bad. Desde o pedaço de papel que caiu até um copo meio vazio em cima da mesa. Better Call Saul foi ainda mais genial quando em alguns momentos, personagens de Breaking Bad aparecem. Sensacional! E o final? Muito bom! Minha nota é 85 para diferenciar dos meus colegas, mas a série para mim também merece Aclamação Mundial. Recomendo Better Call Saul, ainda mais que terá episódio novo todas as terças na Netflix. Que maravilha!

 

 

[skillbar title=”RESULTADO: Aclamação Mundial” level=”89″]

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=1yW7RH9PWhA[/youtube]

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

1 comment

Add yours

Post a new comment