Mix de Opiniões: O que achamos da estreia de Flaked

Will Arnett, nome conhecido por Arrested Development, chega a Netflix no comando de uma nova comédia: Flaked. Criador, produtor e protagonista, Arnett faz o papel de Chip, um homem disposto a tudo para ficar um passo à frente das próprias mentiras.

Continua após as recomendações

Flaked é uma comédia cheia de sarcasmo que gira em torno do ego de Chip, célebre morador da descolada Venice, na Califórnia. Um dia, ele dá o azar de se apaixonar pela mesma garota que melhor amigo e isso acaba fazendo com que a complexa rede de meias-verdades e histórias mal contadas que sustentam sua imagem de cara legal e ex-alcoolatra comece a desmoronar.

 

Continua após a publicidade

Flaked

 

Escrita em parceria com Mark Chappell (The Increasingly Poor Decisions Of Todd Margaret), a série trata de amizades e da verdadeira personalidade que cada um é capaz de mostrar em público.

Os colaboradores Mix de Séries se juntaram para assistir a série de oito episódios e conta agora as nossas impressões. Lembrando para quem não conhece… No Mix de Opiniões, cada colaborador, além de fazer sua mini crítica, escolhe uma nota, entre 0 e 100, para qualificar o objeto de debate, de acordo com o quadro a seguir:

 

tabela-mix-de-opinioes

 

narciso-the-leftovers[Anderson Narciso, editor-chefe do Mix]: Pode parecer clichê, mas um recomeço nunca é fácil. E é exatamente essa mensagem que Flaked tenta passar em seus episódios. A julgar pelo piloto, a série pode parecer de início um tanto “fraca”, perto do nome que a criou e protagoniza, afinal, Will Arnett tem excelentes produções no currículo. Mas a simplicidade do texto em mostrar que, as vezes, podemos levar anos para realmente encontrarmos paz de espírito e uma chance de recomeçar de verdade algo que, supostamente, já havia se perdido dentro de si, define a mensagem desta produção que a Netflix trouxe a seu público. Rápida de assistir, leve de certa forma, e sem compromisso, Flaked acaba se tornando um bom passatempo, em tempos de que complexidades, conspirações e plot-twists tem sido os fatores a qualificarem uma série como ótima. Talvez ela deva ser encarada não como uma simples comédia, mas sim, uma forma de ironizar algo que, por mais que tentamos, nunca dá certo. Para mim, vale a pena dar uma conferida, principalmente se você está passando por uma situação em que, de alguma forma, busca recomeçar.

 

Mix-Opinioes-Leo[Leo Sousa, colaborador do Mix]: Tentando fugir do clichê quando se trata de comédia, Flaked segue os passos de Louie, Girls, Togetherness e tantas outras que mostram protagonistas vivendo situações imperfeitas. É o caso de Chip, personagem de Will Arnett, e seu amigo Dennis, interpretado por David Sullivan. O fabricante de móveis e o sommelier – aliás, profissões que só são mostradas em séries como essa – compartilham a maioria de seus momentos em reuniões dos Alcólicos Anônimos, e tem sérios problemas para se relacionar. Flaked, porém, está em uma posição mediana quando comparada com as outras de seus nicho. Não é tão pulsante como Girls ou Louie, e nem boa como Transparent. Na sua colocação como guru, Chip preocupa-se mais em parecer sóbrio e decente, do que simplesmente ser – como quando ele diz “Você não pode controlar o que as outras pessoas pensam de você” para Stefan, mas a preocupação dele era o que o rapaz pensava sobre ele. E isso é levado tão a sério, que chega a ser irritante. Mesmo com texto criativos, bate na mesa tecla em mostrar Chip como alguém infortunado, ao invés de mostrar o lado cômico do personagens e das situações que vive. O formato também não ajuda: a comédia multicâmera é mais “linear”, e as cenas traumáticas parecem artificiais. Fazer rir involutariamente é uma tarefa difícil, e Flaked sequer tentou.

 

mix-opinioes-Lucas[Lucas Franco, colaborador do Mix]: Adorei a dinâmica da série. Souberam trabalhar muito bem a comédia e o drama com leveza, seguindo uma certa evolução. Chip é um protagonista interessante de se conhecer, e entendermos um pouco mais sobre sua vida. Dentre todas as mentiras e sua ansiedade por bancar um exemplo de auto-ajuda, ele vive o dilema de entrar em um relacionamento sólido e permanecer o encantador garanhão de sempre. Os personagens são interessantes e divertidos, não tivemos nada forçado para a comédia ou o drama, tudo foi bem harmônico. A relação de Chip e Dennis é na verdade o sonho de grandes amigos solteiros de infância, e toda a dinâmica do triangulo amoroso com London está presente para causar certa turbulência nesta amizade. A filmagem da série é sensacional, os personagens são divertidos e o tema abordado promove ainda mais discussões. Abordar o alcoolismo foi uma escolha forte, interessante, abrangente e está totalmente ligado ao passado de Chip e até mesmo ao seu presente. A meu ver, a série se desenvolve bem…

 

mix-opn-Bernardo[Bernardo Vieira, colaborador do Mix]: Flaked é aquele tipo de série que não lhe atrai pelo trailer, pela história ou por qualquer outra coisa relacionada ao argumento do roteiro, mas sim por dois motivos – por ter Will Arnett no elenco e estar no catálogo da Netflix. De fato, são ótimos motivos para assistir uma série, mas mesmo com umas piadas muito divertidas em momentos distintos do piloto, essa comédia (ou dramédia?) surge sem um objetivo e com uma mensagem cambaleante, visto que eu diversos momentos há momentos para rir, como também para cortar os pulsos. Gosto muito do Will, tanto que acompanhei Running Wilde, Up All Night e The Millers, mas é uma pena assistir um ator com tantas qualidade, sujeitar-se a qualquer tipo de roteiro para continuar trabalhando ou, até mesmo, pagar as contas.

 

 

[skillbar title=”RESULTADO: Crítica Favorável” level=”63″]

 

Nossa equipe ficou um pouco dividida, mas e vocês, o que acharam da estreia? Os episódios de Flaked já estão disponíveis na Netflix.

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=jnqFZbSLQgY[/youtube]

Nenhum comentário

Adicione o seu