NCIS: 11 momentos mais chocantes da série

Na longa trajetória de NCIS na televisão, muitos são os momentos marcantes que chocaram o público. Aqui estão 11 destaques.

NCIS

Há 20 anos, em setembro de 2003, estreou NCIS. Aqui estamos nós, e o sucesso da CBS não mostra sinais de desaceleração: está indo para sua 21ª temporada e tem três spin-offs de várias temporadas (com uma versão internacional chegando ainda neste outono).

NCIS mudou bastante ao longo dos anos, com nenhum de seus atores originais daquele primeiro episódio ainda sendo um regular da série. Mas o que levou à reformulação completa – embora Sean Murray tenha se juntado na 1ª temporada e continue estrelando – representa apenas alguns dos momentos mais chocantes do drama procedural ao longo de 20 temporadas até agora.

Tony quase morre de peste

Tony (Michael Weatherly) comete o erro de abrir um envelope selado e inalar o pó branco que contém peste pneumônica geneticamente alterada. Ele é o único a testar positivo – embora Kate (Sasha Alexander) fique com ele em quarentena no hospital – e, embora a peste tenha se tornado resistente a antimicrobianos e ele fique progressivamente mais doente, ele está saudável o suficiente para sobreviver.

Leia também: NCIS: entenda por que Sasha Alexander deixou a série

O encontro de Tony com a peste é mencionado mais tarde na série, incluindo quando a equipe se preocupa que um corpo queimado possa ser o dele.

Kate é morta

Com a vida de Gibbs (Mark Harmon) em perigo, Kate está encarregada de sua proteção e leva um tiro – no colete à prova de balas – ao fazê-lo. Assim que pensam que a ameaça acabou, no entanto, a tragédia acontece. “A proteção acabou, Kate“, informa Gibbs enquanto ele e Tony a ajudam a ficar em pé. “Você fez bem“, comenta Tony. “Pela primeira vez, DiNozzo está certo“, concorda Gibbs. “Nossa, pensei que morreria antes de ouvir…” Kate começa antes de ser baleada na cabeça e morta, de outro telhado, pelo terrorista Ari Haswari (Rudolf Martin). “Desculpe, Caitlin“, ele diz.

Ziva mata Ari

Durante a busca por Ari após a morte de Kate, a meio-irmã terrorista, oficial do Mossad (e futura membro da equipe) Ziva David (Cote de Pablo), vem para os Estados Unidos para impedi-los de matá-lo. Embora inicialmente ela se recuse a acreditar que ele tenha se tornado um traidor, ela acaba aceitando o que aconteceu, e é Ziva quem mata Ari antes que ele possa atirar em Gibbs.

Gibbs mata o assassino de sua família

Ao longo dos anos, cada vez mais pessoas vêm a conhecer a verdade sobre o passado de Gibbs. Mas tudo começa durante este episódio de duas partes, como resultado de Gibbs acordar de um coma após uma explosão com perda de memória. Enquanto ele estava lutando na Tempestade no Deserto, sua primeira esposa testemunhou o assassinato de um fuzileiro naval. Ela identificou o assassino como o traficante de drogas mexicano Pedro Hernandez. Ela e sua filha foram então mortas. E Gibbs, ao saber o que aconteceu, tomou as coisas em suas próprias mãos.

Jenny é morta

Justo quando estamos nos perguntando se seria sua saúde que tiraria Jenny (Lauren Holly) da cadeira de diretora do NCIS ou sua vida, é, na verdade, uma missão fracassada de seu passado que leva à sua morte, durante um tiroteio em um restaurante abandonado no deserto, com Mike Franks (Muse Watson) ao seu lado.

Michelle Lee é a agente infiltrada

Inicialmente, Michelle (Liza Lapira) é apenas uma advogada e agente que trabalha brevemente na equipe de Gibbs enquanto os outros são enviados para outras missões, além de ser um interesse amoroso para Palmer (Brian Dietzen).

Leia também: Chefe de NCIS fala sobre Jennifer Aniston na série

Então, vem a revelação de que há um agente infiltrado na agência, e não, não é o agente (Langer de Jonathan LaPaglia) que Michelle incrimina. Ela está tentando proteger sua família, como ela eventualmente revela, sacrificando-se quando a pessoa por trás de tudo a usa como escudo.

Ataque cardíaco de Ducky

O perigo atinge muito perto de casa, com uma bomba explodindo no Navy Yard, onde quase toda a equipe está. Enquanto isso, em outro lugar, no dia do casamento de Palmer, Ducky (McCallum) recebe a notícia do que aconteceu (“Quantos?”… e sofre um ataque cardíaco!

Ziva está morta… e tinha a filha de Tony

Notícias de um ataque terrorista abalam a equipe, especialmente Tony, com relatos da morte de Ziva. É então que ele descobre que a única sobrevivente do incêndio é sua filha (!) que Ziva nunca contou a ele. Tony então sai do NCIS.

Ziva está viva

Três anos após sua “morte”, o drama da CBS revela que Ziva está realmente viva, após uma forte sugestão de que ela poderia estar. Ela aparece no porão de Gibbs – na época ele está vendo pessoas mortas – e vai direto ao assunto: “Olá, Gibbs. Sem tempo para amenidades. Você está em perigo.” Ele a encara, então ela pergunta: “Você não vai dizer nada?” Nesse ponto, tudo o que ele pode dizer é o nome dela.

Gibbs atira em McGee

Depois que a 18ª temporada começa com Gibbs atirando em McGee (Murray), é o quinto episódio que revela que sim, isso realmente acontece e por uma boa razão. McGee está se aproximando de um avião com explosivos, e sua comunicação está fora, então é a única maneira – quando tiros de advertência não funcionam – de Gibbs impedi-lo.

Gibbs sai

Se você nos dissesse que Harmon e seu personagem, Leroy Jethro Gibbs, não fariam parte do show em todos os episódios até sua (eventual) conclusão, nós não teríamos acreditado.

Leia também: NCIS: mais detalhes sobre saída de Abby explicados

No entanto, é isso que acontece na 19ª temporada, depois que Gibbs é suspenso, ele decide ficar na Alasca após resolver (extraoficialmente) um caso. O drama está entrando em sua segunda temporada completa sem ele.

Sobre o autor
Avatar

Matheus Pereira

Jornalista, curioso e viciado em cultura. Escreve há quase 10 anos no Mix e Six Feet Under é sua série favorita.

Baixe nosso App Oficial

Logo Mix de Séries

Aproveite todo conteúdo do Mix diretamente celular. Baixe já, é de graça!