Netflix vai produzir novas séries e filmes do universo de As Crônicas de Nárnia

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

Saudades de Nárnia? Netflix resolve…

A Netflix anunciou nesta quarta-feira, 3, que adquiriu os direitos para desenvolver novas produções do universo fantástico de As Crônicas de Nárnia.

Continua após publicidade

O acordo firmado entre a plataforma e a The C.S. Lewis Company dará origem a novas séries e filmes baseados na obra mundialmente conhecida de C.S. Lewis. Essa é a primeira vez que uma única empresa detém os direitos dos sete livros.

Continua após a publicidade

As amadas histórias das Crônicas de Nárnia ressoaram em gerações de leitores do mundo inteiro. As famílias se apaixonaram por personagens como Aslan e todo o universo de Nárnia. Estamos felizes em ser sua casa pelos próximos anos”, disse o diretor de conteúdo da Netflix, Ted Sarando.

Continua após publicidade

A partir de agora, todas as séries e filmes do universo Nárnia produzidos pela Netflix contarão com Mark Gordon, Douglas Gresham e Vincent Sieber como produtores-executivos.

Último filme anunciado

Em 2017, a adaptação de As Crônicas de Nárnia: A Cadeira de Prata foi anunciada. O filme, que contaria com a direção de Joe Johnston (Capitão América: O Primeiro Vingador), não saiu do papel e agora deve ser engavetado.

Continua após publicidade

Todos os livros da já venderam mais de 100 milhões de cópias no mundo inteiro. Os livros já lançados renderam mais de US$ 1,5 bilhão de dólares.

A franquia…

Nos cinemas, As Crônicas de Nárnia ganharam três adaptações. O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupas (2005), Príncipe Caspian (2008) e A Viagem do Peregrino da Alvorada (2010).

Durante sua vida, C. S. Lewis, o autor da série de livros, reprovou qualquer adaptação de suas obras por acreditar que o cinema era incapaz de reproduzir seu mundo de fantasia de maneira convincente. Porém o atual detentor dos direitos sobre os livros, o filho adotivo de C. S. Lewis, Douglas Gresham, autorizou a adaptação após uma demonstração do que a computação gráfica atual é capaz.

Ainda não há qualquer previsão de estreia para as novas produções que serão assinadas pelo selo original Netflix.

Leia também: A Netflix precisa parar de renovar séries que não precisam ser renovadas